Transmissão de mães para filhos na gravidez é possível, ainda que rara

A transmissão do coronavírus que provoca a doença covid-19 da mãe para o filho é possível durante a gravidez, ainda que rara, sugere um novo estudo de cientistas chineses hoje divulgado.

A equipa chinesa seguiu 33 grávidas na cidade de Wuhan, onde o coronavírus SARS-CoV-2 foi detetado em dezembro, e verificou que apenas três bebés nasceram com covid-19.

Os resultados do estudo, divulgados esta quinta-feira na publicação científica JAMA Pediatrics, contrariam conclusões de trabalhos anteriores que apontavam que o novo coronavírus era intransmissível das mães para os filhos durante a gravidez.

“Um vez que os procedimentos rigorosos de controlo e de prevenção da infeção foram adotados durante o parto, é provável que as estirpes de SARS-CoV-2 [detetadas] no trato respiratório superior [que inclui nariz, faringe, laringe e traqueia] e no ânus dos recém-nascidos seja de origem materna”, referem os cientistas no estudo hoje divulgado.

Os três bebés, que recuperaram da covid-19, são todos meninos e nasceram por cesariana, uma vez que as mães tinham pneumonia devido ao coronavírus.

Um dos bebés nasceu prematuro, às 31 semanas de gestação, e teve de ser reanimado. Sofreu uma pneumonia, uma septicemia e dificuldades respiratórias.

O recém-nascido curou-se da covid-19 graças a tratamentos nos cuidados intensivos, que incluíram ventilação, antibióticos e cafeína. Ao fim de sete dias, os testes deram negativo.

Os outros dois bebés tiveram febre, sendo que um deles também teve pneumonia. Ambos estiveram em cuidados intensivos e as análises deram resultado negativo passados seis dias de vida.

Especialistas chineses já tinham dado eco de um caso de transmissão da covid-19 da mãe para o filho durante a gravidez, depois de o bebé ter acusado a presença do novo coronavírus 30 horas após o nascimento.

“É crucial testar todas as mulheres grávidas e aplicar medidas rigorosas de controlo de infeção, de quarentena das mulheres grávidas e vigilância dos recém-nascidos”, defende o novo estudo hoje publicado.

Em Portugal, as grávidas e os recém-nascidos surgem em segundo lugar na cadeia de pessoas prioritárias para fazer testes de despistagem à covid-19 em caso de sintomas, de acordo com uma norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) que entrou hoje em vigor para a fase da mitigação da pandemia, a terceira e a mais grave de resposta à doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, na origem de infeções respiratórias como pneumonia.​​​​​​

A cadeia prioritária de testes à covid-19 só será seguida quando não é possível avaliar todas as pessoas com suspeita de infeção, isto é, com sintomas como febre, tosse persistente ou agravada e dificuldade respiratória.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cofundador do Twitter doa 28% da riqueza para causas solidárias. Incluindo combate à Covid-19

O cofundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou que vai doar mil milhões de dólares (920 milhões de euros), 28% da sua riqueza pessoal, para causas solidárias, incluindo a luta contra a pandemia da Covid-19. Numa mensagem …

Reclusos libertados e cortes de água, luz, gás e internet suspensos

Esta quarta-feira, no Parlamento, a esquerda viabilizou o projeto do Governo para libertar reclusos. O PS vai ainda viabilizar as propostas do PCP e do BE que suspendem cortes na água, luz, gás e internet. A …

Pandemia deixa passaporte português mais "forte". É o sexto mais poderoso do mundo

A pandemia desencadeada pelo novo coronavírus oriundo da China (covid-19) tornou o passaporte português mais forte. O documento português subiu uma posição no ranking da Henley Passport Index, estando agora o documento na sexta posição dos …

SAD do Leixões avança para lay-off

A SAD do Leixões propôs ao plantel "que nos próximos três meses, abril incluído, pagaria metade do salário em cada mês, valores que seriam repostos ao longo do trimestre que se seguiria". O plantel do Leixões, …

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …