“Internet da energia”. Eletricidade sem cabos, da ficção para a realidade

DARPA

Ilustração de como funcionará a tecnologia da DARPA.

A transmissão de eletricidade sem cabos, a que um responsável da DARPA chama de “a internet da energia”, pode tornar-se uma realidade no futuro.

Parece algo saída da ficção científica, mas no futuro pode tornar-se uma realidade. O Pentágono começou o desenvolvimento de uma tecnologia inovadora para a transmissão de eletricidade sem fios, a longa distância.

A ambição do Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América é que esta tecnologia permita aos seus aviões e veículos terrestres viajaram sem dependerem de uma linha de abastecimento de combustível.

O programa de investigação chama-se POWER e pode ser a invenção mais revolucionária que surgiu da DARPA desde a internet e do GPS.

Citado pelo El Confidencial, o coronel Paul Calhoun, da DARPA, acredita que “esta será a internet da energia, fazendo uso de redes resilientes e de vários caminhos para transmitir energia de fontes abundantes para os consumidores que precisam”.

Derradeiramente, o objetivo do projeto POWER será projetar um sistema aéreo de transmissão de energia. Essa energia, explica a DARPA, será transmitida de estações terrestres usando feixes de laser.

Depois de as aeronaves receberem os lasers, encaminharão a energia para outras aeronaves e veículos no solo, também usando lasers. Os veículos usarão essa energia para recarregar as baterias, sem necessidade de parar ou esperar por uma unidade logística.

Os princípios desta tecnologia serão os mesmos que uma rede telefónica ou wi-fi, explica Calhoun: “É preciso uma fonte de energia; convertemos essa energia numa onda de propagação, normalmente eletromagnética, enviamos pelo espaço livre, recolhemos através de uma abertura e depois convertemos de volta em eletricidade”.

A tecnologia não está ao virar da esquina, avisa a DARPA, mas definitivamente está a caminho.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.