Trabalhos concluídos na ponte da Arrábida. Circulação reaberta junto à marginal do Porto

A circulação no troço da Rua do Ouro (marginal) sob a Ponte da Arrábida que tinha sido encerrado devido à queda de argamassa reabriu esta quinta-feira de manhã, segundo uma nota da Câmara Municipal do Porto.

Em comunicado, a autarquia adianta que a operação foi levada a cabo durante a noite e obrigou ao corte parcial do trânsito no tabuleiro da ponte, para que ali fosse estacionada uma plataforma para a realização dos trabalhos.

“A IP – Infraestruturas de Portugal, que é a entidade responsável pela ponte, procedeu a trabalhos de remoção controlada do betão destacado, de modo a impedir o desprendimento de novos blocos ou pedaços”, é referido na nota. A intervenção foi dada por concluída ao final da madrugada e a circulação foi restabelecida.

A Infraestruturas de Portugal, citada pela autarquia, refere que a situação, ocorrida na noite de terça para quarta-feira, “foi causada pelo desprendimento de fragmentos de betão/argamassa de revestimento das vigas do tabuleiro, os quais não constituem elementos estruturais da Ponte da Arrábida”.

A autarquia adianta ainda na nota que posteriormente serão feitos trabalhos de reparação relativamente à argamassa e que a IP vai elaborar um projeto de reparação geral na Ponte da Arrábida, que é já alvo de inspeções regulares pela própria IP e de acompanhamento pelo LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

A Câmara do Porto e a Proteção Civil continuam a acompanhar a situação em permanência e em articulação com a IP. Por precaução, o município procedeu, na terça-feira à noite, ao corte do trânsito, após a queda de pedaços de argamassa da Ponte da Arrábida.

Em declarações ao semanário Expresso, Adão da Fonseca, engenheiro e professor aposentado da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, considerou que a queda de fragmentos da ponte “não é normal”, mas o “aspeto geral do arco é bastante bom“.

O especialista e projetista da Ponte do Infante explicou que numa estrutura como esta e tendo em conta o passar do tempo criam-se “pequenas fendas no betão”, que permitem que oxigénio e água “cheguem às armaduras”, colocadas três ou quatro centímetros para lá da superfície – e aí começa a erosão.

“Esta queda é inerente ao avanço da corrosão”, sustentou o especialista, dizendo que, no fundo, “é como as pessoas”, a passagem do tempo pode trazer mais problemas.

“Se isto fosse normal teríamos notícias deste género todos os dias”, sublinha, observando contudo que a estrutura da ponte não parece ameaçada. “Quando passo lá não analiso com olhos de inspetor, mas o aspeto geral do arco é bastante bom. Que eu saiba, é a primeira vez no historial desta ponte que tal acontece”.

A Ponte da Arrábida é Monumento Nacional desde 2013.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …

O problema impossível mais simples do mundo está a levar matemáticos à loucura

Matemáticos avisam os seus colegas para se manterem longe da conjetura de Collatz. No entanto, Terence Tao decidiu arriscar, e está muito perto de resolver aquele que muitos chamam de o problema impossível mais simples …

Soldados da Guerra Civil dos EUA pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias

Investigadores encontraram evidências que indicam que soldados da Guerra Civil norte-americana pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias. Escavações em Camp Nelson, no Kentucky, revelaram restos de um estúdio de fotografia com 150 anos, o …

Chuva, vento forte e neve. Mau tempo vai agravar-se nas próximas 48 horas

A Proteção Civil alertou este domingo para um agravamento do estado do tempo nas próximas 48 horas, com períodos de chuva, possibilidade da queda de neve nas terras alta do norte e centro e ainda …

Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana. Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México …

Já sabemos sobre o que conversam os orangotangos

Um novo estudo da Universidade de Exeter, em Inglaterra, desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os investigadores passaram dois anos a filmar mais de 600 horas …

COP25 aprovou conclusões. Não há acordo para regulação dos mercados de carbono

A cimeira da ONU sobre o clima terminou hoje em Madrid assinalando a urgência para conter as alterações climáticas, mas a mais longa cimeira sobre o clima de sempre sem chegar a acordo nos pontos …

Afinal, os deuses da Antiguidade eram às cores (e já as podemos ver)

https://vimeo.com/379277357 Nos nossos livros da escola e em museus de todo o mundo, as obras de arte da antiga Grécia e Roma não têm cores: são simples, puro e branco mármore. Mas será este apenas um mito? …

A sede do petróleo está a levar os povos indígenas do Equador à extinção

Os povos indígenas do Equador estão sob ameaça dos interesses do território em que habitam. Quase metade das reservas equatorianas de petróleo estão debaixo do Parque Nacional Yasuní. Os interesses dos políticos e dos grandes magnatas …