Das dores musculares às insónias. Trabalhar na cama pode causar danos permanentes, alertam especialistas

Trabalhar recorrentemente a partir da cama pode causar danos físicos e psicológicos permanentes na saúde dos trabalhadores, que incluem dores de costas e insónias, alertaram vários especialistas em declarações à BBC.

O teletrabalho tornou-se uma realidade no mundo de trabalho à boleia da pandemia de covid-19, obrigando trabalhadores e entidades patronais a adaptar as suas dinâmicas.

Há quem opte por trabalhar na cama, mas os especialistas alertam que esta não é uma boa opção do ponto de vista do bem-estar dos trabalhadores, uma vez que há uma série de efeitos negativos associados a este hábito, mesmo que não sejam desde logo aparentes.

De acordo com os especialistas ouvidos pela emissora BBC, trabalhar no “conforto” da cama pode forçar o pescoço, costas e os quadris, podendo aumentar a sensação de dor nestas zonas durante meses ou até anos. Mas os danos não são só físicos: este mesmo hábito pode também causar dores de cabeça, insónias e afetar a produtividade.

“Nada disto é ideal”, afirmou Susan Hallbeck, responsável da Mayo Clinic, uma das maiores instituições de investigação médica dos Estados Unidos, dando conta que os hábitos não são só físicos, mas também emocionais.

Os especialistas alertam que estes danos podem ser permanentes e, mesmo que não se manifestem de imediato, poderão surgir a longo prazo.

Por tudo isto, os especialistas aconselham os trabalhadores nesta situação a trabalhar numa mesa ou numa superfície plana com uma cadeira de apoio.

Os investigadores reconhecem, contudo, que nem todas as pessoas têm um espaço apropriado para trabalhar em casa e, por isso, a cama pode tornar-se na única opção disponível. Quem precisar de continuar a trabalhar nesta situação, aconselham, deve tentar replicar a “postura neutra” conseguida na cadeira: devem tentar sempre sentar-se da forma mais direita possível, evitando colocar tensão em zonas localizadas do corpo.

Podem ser colocadas almofadas nas costas para apoio lombar para ajudar a manter a postura. Em todo o caso, frisam, deve evitar-se escrever num computador de bruços.

Rachel Salas, professora associada de neurologia e especialista do sono na Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, remata: “Como especialistas em sono, tendemos a recomendar que a cama seja utilizada apenas para os três Ss: para dormir (sleep), para ter relações sexuais (sex) ou em situações de doença (sick)”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Chega quer telefone e Internet pagos aos trabalhadores do Estado em teletrabalho

O Chega entregou no Parlamento, este domingo, um projeto de resolução no qual recomenda ao Governo que dê "o exemplo" e pague as despesas de telefone e Internet aos trabalhadores do Estado que estão em …

Governo quer que progressões na Função Pública passem a ser anuais

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu propor aos sindicatos um alongamento da tabela remuneratória da função pública e criar progressões anuais. Em entrevista ao Diário de Notícias e Dinheiro …

Há 100 dias, a direita tombou os 24 anos de poder socialista açoriano. OE2021 é a prova de fogo

Há 100 dias, deu-se uma das maiores reviravoltas da política açoriana: José Manuel Bolieiro foi empossado presidente, o PS superou o PSD no sufrágio mas a maioria de direita no Parlamento uniu forças para pôr …

Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas, "muito mais" do que as necessárias

Em entrevista à agência Lusa, Marta Temido anunciou que Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19. Portugal vai comprar cerca de 38 milhões de vacinas contra a covid-19, “muito mais” do …

As mulheres na corrida a Marte (uma é portuguesa e sonha caminhar no Planeta Vermelho)

A chegada do veículo Perseverance da NASA a Marte teve dedo de várias mulheres, umas das quais a portuguesa Florbela Costa, Engenheira Aeronáutica do grupo suíço Maxon que falou com o ZAP sobre a sua …

"Truque" nas nomeações para altos cargos no Estado favorece PS

Em 165 concursos públicos para altos cargos, 129 deles são ocupados por dirigentes que tinham sido nomeados antes em regime de substituição. O Governo está a fazer nomeações para os cargos de topo no Estado …

Moratórias terminam no final do mês, mas banca afasta catástrofe

As moratórias privadas para crédito à habitação terminam já no próximo dia 31 de março e não está previsto o seu prolongamento. O ECO realça que as moratórias que vão terminar no final do mês representam …

Governo compra 139 mil computadores fornecidos pela empresa do Magalhães

Depois de ter lançado o Magalhães, que foi distribuído aos alunos do 1.º ciclo pelo Governo de José Sócrates, a JP Sá Couto vai voltar a fornecer computadores ao Estado. De acordo com o Correio da …

Julien Stéphan diz adeus ao Rennes após fazer história no clube

O treinador Julien Stéphan deixou hoje o comando técnico do Rennes, anunciou hoje o nono classificado da Liga francesa de futebol, após uma série de quatro derrotas seguidas e ter conseguido apenas um triunfo em …

Empresa de segurança envolvida na morte de Ihor mantém contratos com SEF

Não só a Prestibel manteve todos os contratos que tinha com o SEF, como os viu renovados. A empresa era responsável pela segurança no centro de detenção do aeroporto de Lisboa onde Ihor morreu. Ouvido em …