Trabalhadores da PT marcam greve geral para 21 de julho

Mário Cruz / Lusa

-

Os sindicatos afetos à PT Portugal anunciaram, esta quarta-feira, a convocação de uma greve geral para 21 de julho contra a transferência de trabalhadores para outras empresas do grupo Altice e parceiros, além de um conjunto de ações.

“Todos os trabalhadores da PT Portugal, ontem uns, amanhã outros, estão confrontados com o maior ataque já visto aos seus direitos e respetivos postos de trabalho“, refere um comunicado conjunto da Comissão de Trabalhadores e dos sindicatos que representam os trabalhadores da operadora de telecomunicações detida pelo grupo Altice.

Em causa está a transferência de trabalhadores para outras empresas do grupo e parceiros.

Em 30 de junho, a PT Portugal anunciou internamente que iria transferir 118 trabalhadores para empresas do grupo Altice e Visabeira, esta última parceira histórica da operadora de telecomunicações, cujo processo estará concluído no final deste mês.

No início do mês passado, a operadora tinha anunciado a transferência de 37 trabalhadores da área informática da PT Portugal para a Winprovit.

Perante esta catástrofe que se avizinha, o alarme disparou e é preciso evitar a destruição daquela que foi uma das maiores empresas do país”, referem, adiantando que numa reunião entre os órgãos representativos dos trabalhadores, em 4 de julho, “foi decidido realizar uma greve geral no dia 21 de julho, acompanhada de um vasto conjunto de ações preparatórias até ao dia da greve”.

No dia 21 de julho “foi decidido convidar as centrais sindicais (CGTP e UGT) a participar e intervir sindicalmente”.

Neste dia está prevista a concentração dos trabalhadores da PT Portugal à porta dos principais edifícios da operadora, entre os quais o localizado Picoas, em Lisboa.

Além disso, está prevista uma concentração de ativistas em frente à porta do Ministério do Trabalho, no seguimento das propostas apresentadas pelos sindicatos, em 7 de julho, cerca das 14h30.

Em 10 de julho terá lugar um plenário de trabalhadores PT/MEO no Porto, no dia 12 de julho haverá outro em Lisboa e em 17 de julho haverá um plenário em Faro.

Estão ainda previstas concentrações de ativistas sindicais em frente ao Ministério do Trabalho e Picoas, em Lisboa, nos dias 10, 12, 14, 18, 19 e 20, entre as 10h00 e 12h00 e as 12h30 e as 13h30.

Foi ainda decidido avançar com as providências cautelares em vários tribunais e exposições sobre a atual situação junto de vários governantes, desde o Presidente da República, passando pelo presidente da Assembleia da República, primeiro-ministro, ministro do Trabalho, entre outros.

Na terça-feira à noite, o presidente executivo da PT Portugal, Paulo Neves, disse que a operadora está “num processo de agilização da estrutura” e o foco é no “‘core'” (negócio central). “Há um conjunto de serviços que consideramos essenciais”, mas que outras empresas do grupo Altice podem fazer, explicou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se forem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …

Tancos. Azeredo Lopes teve "exercício perverso" de funções públicas, diz Ministério Público

O Ministério Público (MP) já terá terminado a acusação do caso de Tancos, na qual sustenta que o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes soube de toda a encenação, tendo ainda tentado tirar louros políticos …

Salário de 273 mil euros brutos anuais para Varandas revolta accionistas do Sporting

Um grupo de acionistas do Sporting fez chegar ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Sporting SAD, Bernardo Ayala, um pedido em que exige a retirada da proposta de aumento salarial para o …

Eleições na Madeira. A noite em que quem perdeu ganhou e quem ganhou perdeu

Depois de 43 anos de poder absoluto, o PSD perdeu este domingo pela primeira vez a maioria do parlamento da Madeira. O PS, que atingiu um valor histórico na região, também reclamou louros de vitória. …

Jesus "nunca treinou um grande clube da Europa" e "nunca conquistou nada"

O treinador do Grémio, Renato Gaúcho, voltou a criticar Jorge Jesus, dizendo que o técnico português, aos 65 anos, nunca treinou um grande clube na Europa. "O Jorge Jesus ganhou 2/3 títulos portugueses. Saiu de Portugal …

Governo promove 5.000 militares antes das eleições

Quase 5.000 militares dos três ramos das Forças Armadas, Exército, Marinha e Força Aérea vão ser promovidos este ano. De acordo com o Correio da Manhã, o Ministério da Defesa enviou a lista dos 4.945 nomes …

Mourinho confessa que mereceu ser despedido do Manchester United

Depois de ter sido despedido do Manchester United, em dezembro, Mourinho continua sem clube. Contudo, admite que mereceu ser despedido após uma série de maus resultados. Atualmente comentador desportivo na Sky Sports, José Mourinho foi questionado …