Toys “R” Us abre falência nos EUA e negoceia venda de lojas em Portugal

A Toys “R” Us vai encerrar as lojas nos Estados Unidos devido a insolvência, mas está a estudar a viabilidade do negócio em Portugal e Espanha.

A Toys R Us refere em comunicado que “apresentou pedido de aprovação ao Tribunal de Falências dos Estados Unidos para iniciar o processo de encerramento das suas lojas nesse mercado”.

A empresa adianta ainda que está “em processo de reorganização e venda das suas operações no Canadá, Ásia, Alemanha, Áustria e Suíça”. Por agora, as unidades vão permanecer abertas.

“Para o negócio internacional da empresa na Austrália, França, Polónia, Portugal e Espanha, estão a ser consideradas opções que incluem a eventual venda de cada um desses mercados”, acrescenta a Toys “R” Us, que refere que também nestes países as lojas vão continuar abertas, operando “com absoluta normalidade”.

A cadeia de brinquedos salienta que em Portugal e na vizinha Espanha está a estudar a sua viabilidade, depois de ter anunciado o encerramento das lojas nos Estados Unidos e no Reino Unido.

“Estamos a trabalhar em estreita colaboração com os nossos assessores para definir medidas que nos permitam preservar a continuidade da nossa atividade em Portugal e Espanha, bem como os interesses dos nossos funcionários”, disse Jean Charretteur, diretor-geral em Portugal e Espanha, citado no comunicado.

“Em relação a este processo, o pedido apresentado pela empresa também inclui procedimentos de licitação para o negócio no Canadá. A empresa anunciou que está a negociar um potencial acordo pelo qual 200 lojas dos Estados Unidos possam ser operadas pelo Canadá”, acrescenta.

“Por enquanto, a Toys “R” Us solicitou a aprovação do tribunal para implementar a liquidação do inventário em todas as lojas dos Estados Unidos”, explica a empresa.

A Toys “R” Us está a trabalhar para minimizar o impacto desta operação noutros mercados internacionais e a “implementar um acordo de serviços de transição, bem como desenvolver planos para uma possível função de serviço partilhado para apoiar operações internacionais no futuro”, conclui.

A empresa entrou em Portugal em 1993, com a abertura das lojas de Telheiras (Lisboa) e de Vila Nova de Gaia. Em setembro, a cadeia de brinquedos tinha cerca de 1.700 lojas em todo o mundo e, em 2016, gerou uma receita de 11.500 milhões, cerca de 9.590 milhões de euros.

A empresa foi criada em 1948 por Charles Lazarus, que aproveitou o baby boom após a Segunda Guerra Mundial, abrindo o seu primeiro estabelecimento em Washington, sob o nome de Children’s Bargain Town. Adotou o nome Toys “R” Us em 1957.

Em março de 2005, o consórcio formado pelas firmas Kohlberg Kravis Roberts, Bain Capital e Vornado Realty Trust chegou a um acordo para retirar a Toys “R” Us do mercado e comprá-la por 6.600 milhões de dólares. Em 2013, abandonou os planos para regressar ao mercado.

Desde então, manteve um alto endividamento, o que limitou sua capacidade de investir em planos de crescimento.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Um ano após o confinamento de Wuhan o mundo continua em crise devido à covid-19

Quase um ano depois da imposição do confinamento na cidade de Wuhan para travar o vírus SARS-CoV-2, que se assinala este sábado, o mundo continua em luta contra a pandemia, apesar do aparecimento de vacinas. A …

Pessoas com certas características podem ser mais suscetíveis a "ouvir" os mortos

Uma equipa de cientistas identificou certas características que podem tornar as pessoas mais suscetíveis a alegar que “ouvem” os mortos. Um novo estudo sugere que as pessoas que se descrevem como "clariaudientes" - em oposição a …

Sporting 1 - 0 SC Braga | Leões conquistam Taça da Liga com golo de Porro (e algum sofrimento)

O Sporting reconquistou hoje a Taça da Liga de futebol, ao vencer na final o Sporting de Braga, por 1-0, em Leiria, com um golo de Pedro Porro e enorme resistência durante a segunda parte. O …

Estados Unidos querem rever o acordo com rebeldes talibãs no Afeganistão

Os Estados Unidos indicaram hoje às autoridades afegãs o seu desejo de rever o acordo entre o Governo norte-americano e os talibãs, assinado em fevereiro de 2020, particularmente para "avaliar" o respeito dos rebeldes pelos …

"Excedeu todas as expetativas". Implante de córnea artificial devolve visão a homem cego

Um homem de 78 anos que estava cego dos dois olhos há 10 anos recuperou a visão após receber o primeiro implante de uma córnea artificial desenvolvida pela startup israelita CorNeat Vision. O implante CorNeat KPro …

Tenista João Sousa falha Open da Austrália após ter estado infetado

João Sousa vai falhar o Open da Austrália depois de ter estado infetado com o novo coronavírus, por determinação das autoridades australianas, anunciou hoje o tenista português. "É com muita tristeza que vos dou a conhecer …

Cientistas criam nova forma de produzir carne em laboratório (e prometem manter o sabor e a textura)

Uma equipa da McMaster desenvolveu uma nova forma de carne cultivada, através do uso de um método que promete manter o sabor e a textura mais naturais do que as outras alternativas à carne tradicional. Os …

Papa pede "jornalismo corajoso" e controlo de notícias falsas na Internet

O papa Francisco pediu hoje um "jornalismo corajoso" que venha ao encontro das pessoas e histórias, propondo ainda o controlo das notícias falsas na Internet, especialmente neste período de pandemia da covid-19. “Opiniões atentas lamentam, há …

A cidade mais antiga das Américas está sob ameaça de invasão (e a culpa é da pandemia)

Tendo sobrevivido durante cinco mil anos, o sítio arqueológico mais antigo das Américas está sob a ameaça de invasores que afirmam que a pandemia de covid-19 os deixou sem outra opção a não ser ocupar …

Suspeito do homicídio de Bruno Candé nega ter agido impulsionado por racismo

Evaristo Marinho disparou vários insultos racistas contra Bruno Candé: “Vai para a tua terra, preto, tens a família toda na sanzala e também devias lá estar”, foi um deles. Três dias depois acabou por matá-lo, …