Tomás Correia acusa BdP de perseguição. “Como se eu algum dia andasse a fugir a notificações”

António Cotrim / Lusa

O antigo presidente do Montepio Geral Tomás Correia considerou “absolutamente lamentável” que o Banco de Portugal (BdP) tenha recorrido à imprensa para publicar uma notificação de acusação, acusando o regulador de “perseguição”.

“Como se eu algum dia andasse a fugir a notificações…”, ironizou em declarações ao jornal Observador, que avançou com a reação de Tomás Correia esta terça-feira.

Em declarações ao jornal, o ex-líder do Montepio disse que o Banco de Portugal teve oportunidade de o notificar e de o ouvir até “pelo menos 15 de dezembro”, dia em que abandonou a liderança da associação Mutualista Montepio.

Depois, iniciou “um período de ausência”, durante o qual fez uma grande viagem para rever familiares e amigos. Por este mesmo motivo, explicou, não recebeu a notificação.

“E, de repente, os senhores devem ter ido a minha casa, não me encontraram, eu não tenho o dom da ubiquidade e decidem fazer uma notificação por edital (…) “Não acha que isto é perseguição?”, questionou.

Tomás Correia confirmou, contudo, que no final de janeiro foi contactado pela polícia para o informar que tinha em sua posse uma carta do Banco de Portugal. Poucos dias depois, foi “surpreendido” pela notificação publicada no jornal.

Sobre as infrações em causa, o antigo líder do Montepio diz não ter a “mais pequena ideia” sobre as alegadas irregularidades. “O que sei é que são coisas de 2014 e contraordenações prescrevem ao fim de cinco anos, que eu saiba“.

O Observador dá conta que este prazo é válido a partir do momento em que o supervisor toma conhecimento dos factos, e não a partir do momento em que estes aconteceram.

“É lamentável, mas vindo o Banco de Portugal já nada me espanta. Tudo é possível com aquela gente, eles acham que não têm limites, mas há limites. Nomeadamente os limites da decência”, rematou Tomás Correia.

Notificação publicada no Público

O BdP notificou o ex-presidente da Associação Mutualista Montepio Geral de várias infrações através de um anúncio no jornal Público de segunda-feira, por não ter conseguido notificar o jurista por outros meios. De acordo com o anúncio, publicado na edição em papel de segunda-feira, “o Banco de Portugal deduziu acusação no processo de contraordenação acima identificado [47/17/CO] contra António Tomás Correia”.

“Não tendo possível notificar o arguido nas moradas conhecidas pelo Banco de Portugal e tendo sido frustradas as diligências efetuadas com vista a determinar o atual paradeiro do mesmo, a presente notificação é efetuada ao abrigo do disposto no n.º4 do artigo 217.º do RGICSF [Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras]”.

Tomás Correia é, de acordo com a notificação do Banco de Portugal, acusado de “incumprimento do dever de consistência de políticas contabilísticas na contabilização de resultados por operações financeiras” que conectada com o aviso 01/2005 do Banco de Portugal é punida com coima de 1.000 euros a 500.000 euros.

O antigo presidente da Mutualista Montepio é também acusado de “incumprimento do dever de manter um sistema de controlo interno adequado”, punido com uma multa entre 1.000 euros e 500.000 euros, e ainda o “incumprimento do dever de assegurar a influência efetiva do sistema de gestão de riscos no processo de decisão do órgão de administração”, com coima prevista no mesmo valor.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Um país de gente burra, por isso os meninos e meninas “brincam” como querem com as pessoas.
    À parte dos “crimes” que possa estar acusado, temos a maneira do procedimento que não é de um Estado de Direito, é mais Coreia do Norte.
    O uso e abuso do Expediente Juridico e a Diatadura dos Funcios.
    Os verdadeiros objectivos são o “Julgamento Popular”, a difamação e arrasar Publicamente o Sr. e o abuso de confiança, e por ultimo “convencer ou mentalizar” o povo que estão a fazer alguma coisa, mas só agora, depois da “casa roubada” é que vão mudar as fechaduras.
    Mas esta tramoia não só incrimina os autores como evidencia a falta de Idoniedade!!!!
    O caminho a seguir no caso de não encontrarem a Pessoa é entregar o caso à PSP para andarem à procura do Sr. Fora disto, é Coreia do Norte.
    Mas a “malta” regala-se com o “apontar o dedo” e não se encadaliza com o miserável. Gente burra que come a Palha que lhe poem à frente, e é dessa maneira que vao sendo roubados sem sentirem

RESPONDER

Governo dá sete milhões às escolas para compra de material de proteção

O Ministério da Educação disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros materiais e equipamentos de proteção individual contra a covid-19. Concretamente no que respeita às máscaras, o Ministério da …

Internamentos voltam a descer. Portugal regista 949 novos casos e 28 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 949 novos casos de infeção por covid-19 e mais 28 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Papa inicia hoje visita ao Iraque como "peregrino da paz"

O Papa Francisco inicia hoje uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz". "Venho como …

Novo Banco. Carlos Costa pede para ser ouvido por videoconferência devido à sua idade e saúde

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, pediu à comissão de inquérito sobre o Novo Banco para ser ouvido remotamente, por videoconferência, devido à sua idade e fragilidades de saúde, segundo informação enviada …

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …