/

Toca de coelho leva a cavernas que terão sido usadas pelos Cavaleiros Templários

2

Uma quase imperceptível toca de coelho, no meio de uma floresta de Shropshire, no Reino Unido, é a entrada para uma incrível rede de cavernas que pode ter 700 anos de existência e ter sido usada pelos misteriosos Cavaleiros Templários.  

Esta descoberta não é propriamente nova, mas o fotógrafo britânico Michael Scott recupera esta surpreendente história graças às imagens que captou do interior das cavernas, que estão encerradas há vários anos.

Com arcos, passarelas e nichos esculpidos, a complexa rede de Cavernas Caynton, como são conhecidas, está situada debaixo de um campo de um agricultor, em Shropshire, no Reino Unido, e tem por entrada uma pequena toca de coelho.

“Caminhei sobre um campo para a encontrar, mas se não soubesse que estava ali, teria passado ao lado dela sem a ver”, explica Michael Scott ao jornal britânico The Sun.

Scott confessa-se surpreendido por as cavernas estarem “em condições espantosas”, considerando que podem ter 700 anos de existência e servido de abrigo para os Cavaleiros Templários.

Há contudo, dúvidas se as cavernas terão mesmo sido usadas pela Ordem católica medieval que combateu nas Cruzadas ou se terão sido construídas por admiradores dos Cavaleiros Templários no Século XVII.

Michael Scott descreve o espaço como “um templo subterrâneo”, notando que a entrada é “bastante estreita” e que algumas câmaras, no interior, são tão pequenas que é preciso lá entrar de cócoras.

Antes de serem encerradas, as cavernas foram usadas em cerimónias de magia negra que visitantes não desejados faziam no local. Foi esse o motivo que levou, de resto, ao seu encerramento.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.