/

Carta revela que o Titanic quase teve acidente com outro barco antes de embater no iceberg

Wikimedia

O Titanic no porto de Southampton, em Inglaterra

Uma carta escrita à mão, que será leiloada no final deste mês, detalha o momento em que o Titanic evitou por pouco uma outra colisão com um barco, poucos dias antes do seu afundamento em 1912, nas águas frias do Atlântico Norte.

Em papel timbrado com a marca Titanic e com um envelope original da White Star Line, Richard Gedde escreveu para a sua esposa a 10 de abril de 1912 (um dia após o barco deixar o porto de Southampton, em Inglaterra), descrevendo um acidente com uma embarcação menor – o SS City of New York -, relatou o IFL Science, na segunda-feira.

A sucção provocada pela curta distância entre as duas embarcações, assim que o Titanic deixou o porto, fez com que as cordas que amarravam o outro barco às docas rompessem, quase originando “uma grande colisão”.

“Saímos ontem depois de muitos problemas”, escreveu Richard Gedde na carta. “Ao passarmos por Nova Iorque e Oceanic, o New York quebrou as suas cordas e quase correu até nós, mas nós simplesmente evitamos uma colisão. Eu podia ver visões de Belfast, deve ter sido um tempo difícil para o capitão”.

De acordo com a Encyclopedia Titanica, o incidente foi visto por centenas de espetadores. Alguns acreditavam que tratava-se de um mau presságio e uma possível indicação de problemas mais à frente.

No entanto, se a colisão tivesse acontecido, poderia ter impedido a viagem transatlântica, que resultou no navio atingindo um iceberg às 23:40 do dia 14 de abril e afundando duas horas depois, com 1.500 passageiros e tripulantes a bordo, observou a Fox News.

A carta foi enviada por correio de Queenstown, na Irlanda, a 11 de abril, quando o Titanic atracou para apanhar passageiros. Junto com uma descrição da ligação, Richard Gedde dedicou à sua esposa palavras de um “afeto comovente”, de um marido que sentia a falta da sua família, a qual indicava que não se devia preocupar.

“Como está a minha querida? Eu acho que ela sente um bocadinho a minha falta, o que achas? Este navio vai ser muito melhor do que o Olímpico, pelo menos eu penso assim, mais firme e tudo em cima até agora”, lê-se na carta.

O lote leiloado incluirá um certificado confirmando a “suposta morte” de Richard Gedde por afogamento. O mesmo estará à venda com a carta, o envelope original e duas cópias de fotografias de  Richard Gedde e da sua esposa. No total, o site de leilões lista o valor estimado entre 12 mil e 18 mil libras (entre 13.850 e 20.777 euros).

  TP, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.