/

Um morto e um ferido em tiroteio junto a hospital em Paris. Atirador encontra-se em fuga

Ian Langsdon / EPA

Um tiroteio numa rua no bairro 16 da capital francesa causou a morte de um segurança do hospital Henry Dunant e ferimentos muito graves numa utente.

Os disparos deram-se em frente ao hospital Henry Dunant, no 16.º distrito de Paris, por volta das 13h45 (menos uma hora em Portugal continental).

As duas pessoas atingidas, uma delas gravemente ferida, receberam assistência médica por parte dos profissionais do hospital, porém “uma pessoa morreu”, disseram os bombeiros.

Segundo o Le Parisien, a vítima mortal é um homem com cerca de 30 anos, que ainda foi assistido no local mas não sobreviveu aos ferimentos.

Para já, as autoridades desconhecem a identidade e a motivação do atirador, que se encontra em fuga. De acordo com o Le Monde, os relatórios iniciais indicam que os residentes locais apenas identificaram um atirador, que se colocou em fuga num veículo de duas rodas.

Segundo testemunhas ouvidas pelo Le Figaro, foram disparados pelo menos seis tiros.

A zona onde ocorreu o tiroteio está isolada pelas forças de segurança e a investigação está nas mãos da Polícia Judiciária. O local fica perto do rio Sena e a cerca de quatro quilómetros da Torre Eiffel.

O presidente da câmara de Paris já afirmou que não se tratou de um ataque terrorista.

As imagens das muitas câmaras de vigilância estão a ser analisadas, revelou fonte do Ministério do Interior à RTP.

O hospital de Henry Dunant é administrado pela Cruz Vermelha Francesa. A instalação que é um centro de geriatria está atualmente a funcionar como centro de vacinação contra a covid-19.

O 16º bairro de Paris é um dos mais privilegiados da capital e há três meses assistiu a um confronto entre grupos rivais, recorda a RTP.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.