“Tirámos Trump de lá”. Funcionário admite que CNN quis ajudar Biden a vencer eleições

Jim Lo Scalzo / EPA

Último debate presidencial entre os candidatos à Casa Branca, Donald Trump e Joe Biden

Um funcionário da CNN falou abertamente com um jornalista infiltrado sobre as motivações políticas que a emissora teve durante a eleição presidencial de 2020.

A investigação foi divulgada pela Fox News, que relatou que o funcionário da emissora norte-americana CNN se gabou a um jornalista infiltrado de que o meio de comunicação ajudou a derrotar o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

A mesma fonte até chamou à cadeia televisiva, para a qual trabalha, de “propaganda”.

Segundo a Fox News, o diretor técnico da CNN, Charles Chester, esclareceu que a emissora queria remover o seu inimigo da Casa Branca e ajudar o agora Presidente Joe Biden.

“Veja o que fizemos, tirámos Trump de lá”, disse Chester, em tom de comemoração. “Eu vou 100% dizer isso. E eu 100% acredito que se não fosse pela CNN, eu não sei se Trump teria sido eliminado.”

Este tipo de vídeos podem ser editados e tirados do contexto. Contudo, muitos comentários feitos por Chester ao longo do vídeo são longos e mostram-no a proferir frases claras e completas.

Numa série de reuniões com um jornalista infiltrado no mês passado, Chester – que se gabou de estar “um degrau abaixo” de diretor – afirmou que a CNN estava “a criar uma história” que questionava a saúde de Trump, chamando a este processo de “propaganda” para ajudar a remover Trump do cargo.

“Trouxemos tantos médicos para contar uma história, que era tudo especulação de que estava neurologicamente doente, que estava a perder o controlo, de que é impróprio para qualquer coisa”, disse Chester. “Estávamos a criar uma história da qual nada sabíamos.”

Por outro lado, segundo Chester, a CNN também queria promover a saúde e a boa forma de Biden. “Mostrávamos sempre fotografias dele [Biden] a correr… com os seus óculos de aviador e (…) como um jovem geriátrico”, disse Chester. “Acho que o ajudámos a superar esse período”.

Chester revelou ainda que, após o “cansaço da covid” da cobertura da CNN, quando o público estiver “aberto a isso”, a rede “passará a focar-se principalmente no clima”. “O nosso foco era tirar Trump do cargo”, continuou. “Então, o nosso próximo passo será a consciencialização sobre as mudanças climáticas.”

“Quem decide isso?”, continuou a questionar o jornalista. Chestes respondeu que é o “chefe da rede” quem toma as decisões, referindo-se ao presidente da CNN, Jeff Zucker.

De acordo com o LinkedIn, Chester trabalha com a CNN desde 2018 e já trabalhou em vários programas, incluindo “New Day”, “Cuomo Prime Time” e “CNN Tonight”.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Em 2020, nasceram em casa o dobro dos bebés do ano anterior. Mas não existe regulamentação

No último ano, os partos em casa aumentaram para quase o dobro em Portugal. No entanto, esta é uma realidade ainda sem regulamentação e que as seguradoras recusam financiar. Mais de 1100 mulheres optaram por …

Noah brincou e "comportou-se de forma muito normal". Alta hospitalar já foi autorizada

A criança de dois anos e meio que esteve desaparecida mais de 30 horas em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, teve esta segunda-feira alta do Hospital Amato Lusitano, disse a diretora clínica daquela unidade hospitalar de …

Espanha. Indultos aos líderes catalães serão aprovados na terça-feira, anuncia Sánchez

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, informou que o conselho de ministros vai aprovar na terça-feira a concessão de indultos aos líderes independentistas catalães, anúncio feito esta segunda-feira, no Grande Teatro do Liceu, em Barcelona. "Amanhã [terça-feira], …

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …

PSD/Porto diz que escolha de António Oliveira para Gaia foi "erro de casting"

O presidente do PSD/Porto disse esta segunda-feira que a escolha de António Oliveira para encabeçar a candidatura à Câmara de Vila Nova de Gaia foi “um erro de casting”, pelo que encara a desistência deste …

Há mais três mortos e 756 novos casos de covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas registaram-se mais 756 casos de infeção por covid-19 e três pessoas morreram. A região de Lisboa e Vale do Tejo regista …

Mensagem em garrafa atravessou o Atlântico e foi encontrada nos Açores

Três anos depois de ter sido lançada ao mar, uma mensagem numa garrafa uniu dois adolescentes separados pelo Oceano Atlântico. Em 2018, durante um feriado (25 de novembro) no estado norte-americano de Rhode Island, no leste …