“Never again”. Estudantes nos EUA vão aprender mais sobre o Holocausto

Estudantes norte-americanos vão passar a aprender mais coisas sobre o Holocausto, numa altura em que os Estados Unidos enfrentam níveis cada vez mais altos de antissemitismo.

De acordo com a revista Newsweek, o Presidente norte-americano, Donald Trump, prepara-se para assinar o Never Again Education Act, depois de, já este ano, o projeto de lei ter sido aprovado na Câmara dos Representantes e no Senado.

O projeto de lei assegura financiamento para programas educacionais sobre o Holocausto e cria workshops regionais para ajudar os professores do Ensino Básico e do Secundário a incorporar estes conteúdos programáticos.

Vern Buchanan, congressista que representa o 16.º distrito da Flórida, foi uma das pessoas responsáveis por esta proposta de lei. A Flórida é um dos 12 estados do país que exige que as suas escolas deem matéria sobre este terrível episódio da nossa História.

O antissemitismo não tem lugar no nosso país, especialmente nas nossas escolas. Temos de fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para combater esta malévola ideologia”, afirmou o congressista, citado pela revista.

“O aumento do antissemitismo que temos visto na Flórida e em todo o país é inaceitável. Devemos negar a estas pessoas a oportunidade de espalhar este ódio entre os nossos estudantes”, acrescentou.

A aprovação da lei acontece numa altura em que os Estados Unidos enfrentam níveis cada vez mais altos de antissemitismo. No ano passado, um relatório da Liga Anti-Difamação (ADL) revelou que houve um número recorde de incidentes anti-semitas (2.017), um aumento de 12% em relação ao ano anterior.

Segundo a mesma revista, os níveis de desconhecimento sobre este episódio da História entre os norte-americanos são claros, como mostra a pesquisa, de 2018, da Conferência de Reivindicações, que revelou “lacunas significativas”.

Nesse estudo, quase um terço dos norte-americanos (31%) disse acreditar que substancialmente menos de seis milhões de judeus foram mortos. Além disso, 11% admitiram não ter conhecimento ou não ter a certeza do que foi o Holocausto.

A pesquisa também descobriu que quase metade dos norte-americanos (45%) não consegue dizer o nome de um campo de concentração nazi, conclui a Newsweek.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A supergigante Betelgeuse é mais pequena e está mais perto da Terra do que se pensava

De acordo com um novo estudo feito por uma equipa internacional de investigadores, podem ser necessários mais 100.000 anos até que a estrela gigante vermelha Betelgeuse morra numa explosão de fogo. O estudo, liderado pela Dra. …

Mulheres menos propensas à covid-19 por respeitarem mais o distanciamento social

Uma das razões pelas quais as mulheres podem ser menos vulneráveis ​​a infeção pelo novo coronavírus deve-se ao facto de serem mais propensas a aderir às políticas de distanciamento social, sugeriu uma nova pesquisa. Uma pesquisa …

Braga 3 - 0 AEK | Minhotos de gala conquistam atenienses

O Sporting de Braga iniciou a sua participação no Grupo G da Liga Europa com uma vitória. Na recepção aos gregos do AEK de Atenas, os minhotos mostraram ser muito mais equipa e ganharam por …

Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental. Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. …

Os novos faróis inteligentes da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro

Os novos faróis LED da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro, já que são capazes de projetar imagens na estrada ou em paredes. A novidade é lançada na nova linha de SUVs elétricos da …

FC Porto foi "histriónico" e não se portou bem, escreve-se em Manchester

Jornal inglês alega que os elementos do FC Porto foram exagerados, turbulentos e não tiveram um comportamento adequado. Não há uma única palavra sobre o árbitro. Na manhã seguinte à derrota (3-1) do FC Porto em …

De passagem secreta a cemitério de carros. Túnel sob Nápoles "esconde" veículos enferrujados da II Guerra

No centro de Nápoles, em Itália, há veículos e motocicletas abandonados e enferrujados dos anos 1940 alinhados num túnel a mais de 30 metros abaixo dos seus pés. A Piazza del Plebiscito foi nomeada após uma …

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …

Obras de cinco museus de Berlim vandalizadas no início do mês

Sarcófagos egípcios, pinturas do século XIX e esculturas em pedra de três dos principais museus de Berlim foram atacados com uma substância líquida oleosa a 3 de outubro, dia em que se festejaram os 30 …