Testamentos diminuíram com a quarentena. Divórcios também

Durante o período de estado de emergência, os pedidos para testamentos sofreram uma queda de cerca de 30%. Os divórcios também diminuíram.

De acordo com o Expresso, nos meses de março e maio, os pedidos para testamentos sofreram uma redução de 36% e 32%, respetivamente. Em abril, a redução foi inferior, de 16%, quando se comparam os valores com a média dos últimos três anos (2019, 2018 e 2017).

Os dados do Ministério da Justiça dão conta de que, em março, houve 1.604 pedidos para testamentos e atos conexos, quando em março do ano passado esse número atingia 2.490.

Da mesma forma, os divórcios também sofreram uma diminuição no período de quarentena. Nos meses de março, abril e maio, o número total de separações foi de 2.930, praticamente metade do total desses três meses em 2019: 4.018 divórcios.

Os sdvogados contactados pelo semanário explicaram que estes números podem ser explicados pela paragem quase total das conservatórias em altura de confinamento e pela suspensão dos prazos para as diligências.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.