Administradores da Tesla vão a tribunal explicar prémio milionário acordado com Musk

websummit / Flickr

Elon Musk, CEO da Tesla

A administração da Tesla está a ser processada por um pequeno investidor pelo esquema de prémios que acordou com o CEO Elon Musk.

Richard Tornetta, um pequeno acionista e designer gráfico, levou a administração da Tesla a tribunal , uma vez que, na sua opinião, o esquema de incentivos acordado com Elon Musk, que é CEO e o maior accionista (cerca de 20%), é demasiado elevado.

O juiz determinou que o processo tem mérito, pelo que a administração da Tesla vai ter de ir a tribunal provar que os direitos dos acionistas estão a ser respeitados e que os prémios a Musk não colocam a empresa em risco.

Há pouco mais de um ano, de acordo com o Observador, a administração da Tesla acordou com o seu CEO um sistema de incentivos curioso. Perante um plano ousado para os próximos anos apresentado por Musk, a administração pediu um sinal de confiança na estratégia ao homem que a iria tentar implementar. Musk prontificou-se a trabalhar “à borla”, sem vencimento ou prémios anuais, até que a Tesla atingisse um valor de mercado de 650 mil milhões de dólares, transformando-se numa das mais valiosas do mercado.

Só se este objetivo fosse alcançado na próxima década é que Musk receberia um prémio num valor que a administração avaliou em 2,6 mil milhões de dólares.

Na altura em que foi feito este acordo, a Tesla valia 39 mil milhões de dólares – ou seja, mais do que a Ford (36) e o Grupo Hyundai/Kia (25), mas menos que a BMW (42), Honda (42), Daimler (49), General Motors (52), Grupo Volkswagen (80) e a Toyota (211).

O desafio de Musk consistia em não receber um cêntimo durante anos para receber um prémio milionário dentro de uma década, caso o fabricante americano de carros elétricos atingisse uma capitalização bolsista de 650 mil milhões de dólares, ou seja, quase 17 vezes mais.

Durante mais de um ano, ninguém terá achado excessivo o esquema proposto pelo CEO e aprovado com 73% dos votos dos acionistas – talvez porque poucos acreditavam ser possível atingir aquela meta. Contudo, essa meta alegadamente irrealista seria suficiente para Musk colocar toda a sua criatividade e esforço no trabalho, o que só por isso valeria o “risco” de ter que pagar-lhe 2,6 mil milhões, caso a Tesla suba de 39 para 650 mil milhões em 10 anos.

Porém, Tornetta, que achou o prémio excessivo, partilhou as suas preocupações com o tribunal, com um juiz a decidir que necessitava de ouvir as justificações para o acordo assinado entre a Tesla e o seu CEO. Agora, resta aguardar para ver como corre o julgamento.

A lista das empresas mais valiosas do planeta tem a Apple à frente, com 206 mil milhões de dólares, seguida da Google (168), Microsoft (123) e Amazon (97).

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. para trabalhar e aplicar a criatividade de borla durante 10 anos, está tudo bem, mas se suspeita que afinal tem de pagar ao homen, então ai sim já é um problema

RESPONDER

15.299 casos num só dia. Florida bate recorde

Este domingo, o estado norte-americano registou 15.299 casos no espaço de 24 horas. Se a Florida fosse um país, seria o quarto com mais casos de covid-19 em todo o mundo. O estado da Florida, nos …

Partidos de Direita vencem eleições na Galiza e País Basco

As eleições regionais disputadas hoje em Espanha fortaleceram os partidos no poder, com o Partido Popular (direita) a alcançar a quarta maioria absoluta consecutiva na Galiza e o Partido Nacionalista Basco (PNV-centro-direita) a triunfar no …

Processo de sucessão de António Costa "já começou" (e há "coisas muito estranhas" na EDP)

O comentador Luís Marques Mendes disse, no seu habitual espaço de comentário de domingo, que “a guerra da sucessão de António Costa já começou", acrescentando que “os delfins de António Costa andam especialmente ativos“. Para o …

Cristianinho a todo o "gás" numa moto de água na Madeira. Polícia Marítima está a investigar

O filho de Cristiano Ronaldo conduziu uma moto de água sozinho no Paul do Mar, na costa sul da Madeira, num episódio que pode ser considerado uma violação tão grave como conduzir um automóvel sem …

Carlos Costa deixa Banco de Portugal, mas vai avaliar o governador Centeno

Os antigos governadores do Banco de Portugal (BdP) integram o conselho consultivo, que está, agora, a debater o reforço da sua intervenção na instituição. Carlos Costa está de saída, mas vai avaliar o seu sucessor. Apesar …

Maduro organizou operação secreta para retirar empresário de prisão em Cabo Verde

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, organizou uma operação secreta para retirar o empresário colombiano Alex Saab de uma prisão cabo-verdiana. Uma investigação do Expresso e da Armando.info, uma plataforma de jornalismo de investigação venezuelana, revela os …

"Beijar da cruz" em Melgaço. Diretora de lar vai ser constituída arguida e pode ser acusada de propagação de doença contagiosa

A diretora de serviços do Centro Paroquial de Paderne, em Melgaço, distrito de Viana do Castelo, vai esta ser constituída arguida no âmbito de um processo em que poderá ser acusada de propagação de doença …

Reino Unido está a combater mais de 100 surtos localizados por semana

As autoridades de saúde britânicas estão a atuar para suprimir mais de 100 surtos localizados de covid-19 por semana no Reino Unido. As autoridades de saúde britânicas estão a atuar para suprimir mais de 100 surtos …

Pedro Mendes quer sair do Sporting. Jovem promessa pede tempo de jogo

Pedro Mendes quer sair do Sporting CP. A jovem promessa do Sporting queixa-se de falta de tempo de jogo na equipa principal. Desde janeiro só jogou 75 minutos. Sem o tempo de jogo ambicionado, Pedro Mendes …

Auditoria que apontava falhas na GNR e PSP desapareceu sem rasto

Uma auditoria realizada pela IGAI que apontava várias falhas na GNR e na PSP desapareceu. Aliás, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, diz que nunca existiu. A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) diz ter feito …