Tesla anuncia novos despedimentos (e são mais de três mil)

JD Lasica / Wikimedia

Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX

O presidente executivo da Tesla afirmou que a empresa vai suprimir cerca de três mil empregos e alertou para o “caminho muito difícil que tem pela frente” para produzir carros elétricos do Modelo 3 acessíveis aos consumidores.

Num e-mail enviado aos trabalhadores da empresa cuja sede é em Palo Alto, na Califórnia, nos Estados Unidos, Elon Musk, disse que a Tesla vai eliminar 7% da sua força de trabalho”, cerca de três mil postos de trabalho, devido a dificuldades para produzir as variantes mais baratas do Modelo 3 e conseguir “economias de escala” no fabrico.

Elon Musk referiu ainda que a empresa se vê obrigada a “reter apenas os trabalhadores contratados a prazo e com contrato a tempo inteiro” que sejam fundamentais.

Em junho do ano passado, Musk já tinha anunciado o despedimento de 9% dos trabalhados da sua unidade de produção, medida que afetou cerca de 4.100 empregados.

“A Tesla precisa de fazer cortes e ao mesmo tempo aumentar, nos próximos meses, o ritmo de produção e efetuar muitas melhorias” no seu processo produtivo, realçou o fundador.

“Um maior volume e um melhor processo de fabrico são cruciais para que a Tesla atinja as economias de escala necessárias para fabricar o Modelo 3, com uma autonomia de 350 quilómetros, um interior standard e um preço de 35.000 dólares [30.814 euros], uma vez que somos uma empresa viável”.

Desde há mais de um ano que a Tesla não tem conseguido de cumprir as previsões de produção para o Modelo 3, o veículo que Musk quer que seja o carro da empresa para o maior número de clientes, e que atualmente está associado aos veículos elétricos de luxo.

Quando a Tesla anunciou o modelo Model 3, a empresa disse que o veículo custaria 35.000 dólares, um preço competitivo face aos veículos a combustão (gasolina e gasóleo). Mas, até agora, a Tesla produziu apenas as versões mais caras do Modelo 3, a um preço de 44.000 dólares (38.736 euros).

Os analistas financeiros do setor disseram em diversas ocasiões que “a empresa pode ficar sem liquidez nos próximos meses” devido “à incapacidade de gerar lucros de forma consistente”. A Tesla só registou lucros no terceiro trimestre de 2018, quando alcançou 311,5 milhões de dólares (274,2 milhões de euros).

Musk disse também aos trabalhadores que os resultados do último trimestre de 2018 “serão inferiores ao do terceiro trimestre do ano passado” e que, em 2018, a Tesla “terá novamente prejuízos”. Até setembro passado, a Tesla teve prejuízos de 1.115,5 milhões de dólares (982 milhões de euros).

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …

Matosinhos é a primeira cidade 5G em Portugal

A NOS cobriu totalmente Matosinhos com 5G, em parceria com a Huawei, tornando-a na primeira cidade de quinta geração móvel em Portugal, anunciou, esta quarta-feira, a operadora de telecomunicações. De acordo com a operadora, "a rede …

O Super Mundial de Clubes vem aí e o Barcelona pode ficar de fora

O Barcelona poderá ficar fora da próxima grande competição da FIFA: o Super Mundial de Clubes. Para inverter esta situação, os catalães terão de ganhar uma das próximas duas edições da Champions. O Conselho da FIFA …

Falência da Thomas Cook leva ao encerramento de empresas no Algarve

De acordo com a TSF, há empresas que não vão conseguir resistir ao colapso do grupo britânico Thomas Cook, que anunciou falência há cerca de um mês. Um mês depois de ter sido anunciada a falência …

Ex-ministro da Saúde questiona regulador no caso do bebé sem rosto em Setúbal

Adalberto Campos Fernandes diz que o caso do bebé com malformações graves dá motivos para questionar a utilidade da Entidade Reguladora da Saúde. Ordem dos Médicos está a agir "adequadamente". O antigo ministro da Saúde Adalberto …

Nuno Artur Silva vendeu participação nas Produções Fictícias ao sobrinho

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas …

Encerrados na Índia dois call-centers que enganavam e roubavam pessoas em todo o mundo

Dois call-centers que praticavam um tipo de fraude que fez milhares de vítimas em todo o mundo, entre as quais muitas pessoas de idade, foram encerrados em Calcutá. A operação, que envolveu as polícias indiana e …