A Terra está cheia de misteriosos cones espaciais (e já se sabe porquê)

NYU's Applied Mathematics Laboratory

A maioria dos meteoritos encontrados na Terra têm formas aleatórias. Mas um número surpreendentemente alto – cerca de 25% – é em forma de cone.

Os cientistas chamam a essas pedras espaciais cónicas de “meteoritos orientados”. Agora, graças a um par de experiências cujos resultados vão ser apresentados na revista Proceedings of National Academy of Sciences, sabemos porquê: a atmosfera está a esculpir as rochas em formas mais aerodinâmicas quando caem na Terra.

“Estes experiências contam uma história de origem de meteoritos orientados”, diz em comunicado o físico matemático Leif Ristroph, investigador da Universidade de Nova Iorque que liderou o estudo.

“As forças muito aerodinâmicas que derretem e remodelam os meteoróides em voo também os estabilizam, de modo que pode ser esculpida uma forma em cone e, finalmente, chegar à Terra”, acrescenta o investigador.

É difícil replicar com precisão o encontro de meteoróides do meio ambiente no seu caminho para a superfície do nosso planeta. As rochas espaciais chocam com a atmosfera em altas velocidades, gerando uma fricção intensa e súbita que aquece, derrete e deforma os objetos à medida que caem livremente.

Essas condições não existiam no laboratório da NYU onde o estudo ocorreu, mas os investigadores aproximaram esses fatores com recurso a materiais mais macios e água e dividindo a experiência em partes.

Primeiro, os cientistas prenderam bolas de argila macia no centro de correntes de água corrente, uma aproximação de uma rocha pesada a atingir uma atmosfera. De acordo com os investigadores, a argila tendeu a deformar-se e a sofrer erosão em forma de cone.

Esta experiência por si só não explicaria muito. A argila macia não conseguia mover-se na água – uma situação muito diferente de uma rocha livre a cair solta através da atmosfera superior e de alguma forma orientar-se a si própria.

Na segunda etapa, os investigadores colocaram diferentes tipos de cones na água para ver como caíam. Os cones que são muito estreitos ou muito gordos tendem a cair como as rochas de qualquer forma. Mas havia cones “Cachinhos Dourados”, entre aqueles dois extremos, que giravam até os pontos apontarem ao longo da sua direção de viagem, como uma flecha, e depois deslizavam suavemente pela água.

O Goldilocks Principle, ou “princípio de Cachinhos Dourados“, é assim chamado por analogia à história infantil “Cachinhos Dourados e os Três Ursos”, em que uma menina chamada Cachinhos Dourados prova três pratos diferentes e prefere o que não é nem muito quente nem muito frio, mas que tem a temperatura ideal.

Como a história infantil é bem conhecida entre diferentes culturas, o conceito de “a quantidade ideal” é facilmente compreendido e aplicado em diversas áreas, incluindo psicologia do desenvolvimento, biologia, astronomia, economia e engenharia.

Estas duas experiências juntas parecem mostrar que, quando certas condições são satisfeitas, as rochas espaciais desenvolverão formas cónicas sob a extrema fricção de uma entrada atmosférica. Às vezes, essas partes cónicas ajudarão as rochas a estabilizar-se, apontando numa direção consistente à medida que caem. Essa estabilidade, por sua vez, torna-os cada vez mais cónicos.

Quando as pedras atingem o solo, caçadores de meteoritos encontram os restos de rochas espaciais cónicas “orientadas”.

ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto é tudo uma questão de concorrência, com tanto armamento por cá e tanta munição os meteoritos acabaram por copiar e perceber que em forma de cone têm mais vantagens na velocidade como na precisão.

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …

Novo Banco e TAP são "riscos não negligenciáveis" para o défice

A TAP e o Novo Banco podem ter um efeito orçamental maior que o estimado pelo Governo em 2021, constituindo "riscos não negligenciáveis" para o défice, segundo uma avaliação do Conselho das Finanças Públicas (CFP) …

NASA revela que há água na Lua

A NASA revelou, esta segunda-feira, que foi encontrada água em forma de gelo numa superfície da Lua. Os investigadores apontam ainda para a possibilidade de existirem múltiplos depósitos subterrâneos na Lua onde esteja armazenada água …

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …