Teorias da ‘Síndrome de Havana’ “violam as leis da física”, dizem cientistas cubanos

Rolando Pujol / EPA

Embaixada dos EUA em Havana, Cuba

Cuba divulgou um relatório, o mais detalhado até à data, no qual cientistas locais criticam as alegações de que diplomatas norte-americanos e canadianos foram submetidos a ataques misteriosos quando estavam destacados no país.

O relatório, desenvolvido por um painel de 20 membros da Academia de Ciências de Cuba – incluindo neurocientistas, físicos, psicólogos e otorrinologistas -, analisou a variedade de sintomas relatados, verificando se poderia se tratar de uma única síndrome, indicando que algumas das explicações violavam as leis básicas da física, noticiou o Guardian.

Os especialistas reconheceram, contudo, que não foram capazes de examinar muitas das evidências citadas por investigadores norte-americanos.

Mais de duas dúzias de funcionários das embaixadas norte-americanas e canadianas em Havana relataram ter adoecido entre 2016 e 2017, levando funcionários dos Estados Unidos (EUA) a afirmarem que foram vítimas de “ataques sónicos” e ao encerramento da maioria das operações. Em 2017, o Canadá também reduziu o pessoal diplomático no país.

Investigadores de ambos os países não conseguiram concluir o que pode ter causado as doenças, mesmo com casos semelhantes relatados desde então na Alemanha, Áustria, Rússia, China e EUA. Alguns dos afetados disseram ter ouvido um som alto e penetrante e sentido uma pressão intensa no rosto, acompanhada de dores, náuseas e tonturas.

O relatório, publicado na segunda-feira, referiu que os próprios cientistas norte-americanos rejeitaram muitas das explicações sugeridas e disseram que várias das doenças podem ter sido causadas por condições pré-existentes ou por problemas que ocorrem normalmente em qualquer população.

Um relatório da Academia Nacional de Ciências dos EUA, divulgado em dezembro de 2020, concluiu que a “energia de radiofrequência pulsada e dirigida parece ser a explicação mais plausível” para as doenças entre os diplomatas norte-americanos. O estudo não identificou uma fonte para a energia.

O relatório cubano considerou essa conclusão “intrigante porque o relatório não cita nenhuma evidência direta do envolvimento da [radiofrequência] nos eventos em Havana ou em qualquer outro lugar”.

“Nenhuma forma conhecida de energia pode causar danos cerebrais [com precisão semelhante à de um laser] nas condições descritas para os supostos incidentes em Havana”, referiu.

A única explicação que não pode ser descartada, sugeriram os especialistas, é a possibilidade de o psicológico dos diplomatas ter originado os sintomas físicos.

  Taísa Pagno //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Albertina Museum, em Viena, na Áustria

Cansados de ver posts removidos por nudez, museus de Viena aderiram ao OnlyFans

Cansados de ver as obras de arte que partilhavam nas redes sociais removidas por serem demasiado "explícitas", vários museus austríacos decidiram abrir uma conta na plataforma mais liberal OnlyFans. No passado, tanto o Conselho de Turismo …

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …