Republicana do Arizona propôs taxar pornografia para pagar muro na fronteira com o México

Uma congressista estadual do Arizona apresentou uma proposta de lei que passava por taxar pornografia de forma a obter financiamento par pagar a construção do muro na fronteira com o México. Gail Griffin já desistiu da ideia.

A republicana Gail Griffin, uma congressista estadual do Arizona, propôs uma nova lei no seu estado para ajudar a financiar a construção do muro na fronteira com o México. A ideia passava por bloquear o acesso a todos os sites pornográficos e cobrar cerca de 20 dólares aos clientes que provem que têm mais de 18 anos e os queiram desbloquear.

Segundo o jornal Arizona Capitol Times, Gail Griffin foi alvo de várias críticas consequentes desta proposta, acabando por desistir da ideia.

O Diário de Notícias adianta que o dinheiro seria usado para criar o “Fundo de prevenção do tráfico humano e da exploração sexual John McCain”, numa homenagem ao falecido senador do Arizona.

Por sua vez, esta fundo seria usado para dez iniciativas, desde compensar vítimas de crimes ou “prevenir e proteger vítimas de tráfico humano, violência doméstica, prostituição, divórcio, abuso infantil ou violência sexual”.

Ainda assim, o primeiro ponto é mesmo “construir um muro na fronteira entre o México” e o Arizona “ou financiar segurança fronteiriça”.

Para ser aprovada, a proposta de lei teria que contar com o apoio de dois terços da Câmara de Representantes do Arizona, na qual os republicanos têm, atualmente, 31 dos 60 lugares. Além disso, exigiria que as empresas que fazem ou vendem equipamento eletrónico neste estado instalassem um software que bloqueasse a pornografia.

Para desbloquear, cada utilizador teria que provar ter 18 anos e pagar 20 dólares – uma única vez, por cada site.

Mike Stabile, porta-voz para a Coligação pela Liberdade de Expressão (uma organização sem fins lucrativos que faz lóbi a favor da indústria do entretenimento adulto), disse ao Arizona Mirror que esta proposta “é claramente inconstitucional“.

Ao Arizona Capitol Times, Gail Griffin afirmou que a ideia para o imposto veio de um dos seus eleitores e que, depois do escrutínio dos media, a medida não irá avançar.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …

Ryanair e Wizz Air multadas por restrições na bagagem de mão

A autoridade da concorrência italiana aplicou nesta quinta-feira uma multa de três milhões de euros à companhia aérea Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air, outra low cost, pelo suplemento aplicado à …