Cientistas criam tatuagens que mudam de cor para controlar doenças em tempo real

Cientistas na Alemanha desenvolveram uma tatuagem intradérmica que muda de cor em resposta a alterações nos níveis de glicose, albumina ou pH.

Segundo o Science Alert, estas tatuagens que mudam de cor ainda não foram testadas em humanos, mas já podem ser consideradas um primeiro passo emocionante que pode levar médicos e pacientes com doenças crónicas, como diabetes e doenças renais, a controlar as suas condições em tempo real.

A equipa responsável, liderada pelo engenheiro químico Ali Yetisen, da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha, testou estas tatuagens em algumas partes da pele de porcos e depois foi então capaz de estimar com precisão as concentrações com base em fotografias de smartphones das tatuagens.

“A modificação do corpo pela injeção de pigmentos na camada da derme é um costume com mais de 4.000 anos de idade”, escreveram os investigadores no artigo publicado na revista científica Angewandte Chemie International Edition.

“Aqui, uma tecnologia cosmética funcional foi desenvolvida pela combinação da arte das tatuagens com biossensores colorimétricos… Os sensores de tatuagem dérmica funcionavam como mostradores de diagnóstico ao exibir mudanças de cor dentro do espectro visível em resposta a variações nas concentrações de pH, glicose e albumina“.

Os três biomarcadores foram escolhidos porque são frequentemente indicadores de que alguma coisa está mal. A albumina é uma proteína no plasma sanguíneo, e níveis baixos podem indicar problemas renais ou hepáticos, enquanto altos níveis podem indicar problemas cardíacos.

Yetisen et al., Angewandte Chemie International Edition, 2019

As tatuagens que mudam de cor e que controlam os níveis de pH, glicose e albumina

A glicose precisa de ser monitorizada para controlar diabetes, o que prejudica a capacidade do organismo de metabolizar os açúcares. E as mudanças no nível de pH – acidose por baixo pH, alcalose por alta – podem ser causadas por uma série de questões que devem ser investigadas por especialistas.

A equipa criou três cores diferentes para cada um dos biomarcadores. O sensor de albumina é um corante amarelo que fica verde na presença desta proteína – quanto mais albumina, mais verde se torna.

O sensor da glicose aproveita as reações enzimáticas da glicose oxidase e peroxidase: a mudança na concentração de glicose produz uma mudança estrutural no pigmento de amarelo para verde escuro.

Por último, o sensor de pH consiste nos corantes vermelho de metila, azul de bromotimol e fenolftaleína. A uma faixa de pH de 5 a 9 – o pH normal do nosso sangue anda à volta de 7,4 – o sensor varia de amarelo a azul.

Além disso, apenas a cor do sensor de pH era reversível. Os outros poderiam, segundo os cientistas, ser reversíveis com recetores sintéticos, mas ainda precisam de ser testados em pesquisas futuras. O próximo passo será testar estas tatuagens em animais vivos, para perceber se as tintas causam reações adversas.

Tal como os investigadores do MIT disseram, quando criaram uma tecnologia semelhante em 2017, este processo pode ainda demorar algum tempo, mas vai valer a pena.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …

Israel não vai desperdiçar "oportunidade histórica" para anexar a Cisjordânia

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu voltou a defender hoje a anexação de partes da Cisjordânia nos próximos meses e em prosseguir este polémico plano, apesar do crescente coro de condenações de diversos aliados. Os palestinianos, e …

Zlatan Ibrahimovic lesiona-se e deixa carreira em risco

No treino com vista ao regresso da Liga italiana, Zlatan saiu a coxear do centro de treinos, com os milaneses a explicarem que exames vão determinar se se trata de lesão no gémeo ou tendão …

Há uma orquestra presa num palácio da Alemanha há 75 dias

Um grupo de músicos bolivianos, que pertencem à Orquestra Experimental de Instrumentos Nativos, está confinado no Palácio Rheinsberg, na Alemanha, há cerca de 75 dias devido à pandemia de covid-19. No início de março, os membros da …

Bolsonaro diz ter imagem negativa no exterior porque a imprensa "é de esquerda"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse hoje que a sua imagem no exterior é negativa porque a imprensa mundial é de esquerda, enquanto falava com apoiantes junto ao Palácio da Alvorada, em Brasília. "A imprensa …

Líderes vodu do Haiti preparam templos para tratar infetados com covid-19

Líderes de vodu do Haiti pediram aos padres da religião afro-caribenha para criar um remédio secreto que servisse de tratamento contra o novo coronavírus. Aos religiosos foi também pedido que preparassem as câmaras sagradas de …

Centros comerciais e lojistas dizem-se preparados para reabrir em junho

Os centros comerciais e lojistas asseguram estar preparados para reabrir em pleno em 1 de junho, apelando à não discriminação face aos restantes espaços de retalho, mas pedem medidas que travem o impacto da pandemia …