Detido suspeito do homicídio do rapper XXXTentacion

Um homem suspeito de ter assassinado o rapper XXXTentacion foi detido na quarta-feira, dois dias depois do jovem de 20 anos ter sido baleado mortalmente, na Flórida, nos EUA.

Segundo a agência Reuters, o suspeito, Dedrick Williams, de 22 anos, foi detido na noite de quarta-feira, dois dias depois que XXXTentacion ter sido baleado. O rapper, cujo nome verdadeiro é Jahseh Dwayne Onfroy, foi baleado quando saía de uma concessionária de automóveis em Deerfield Beach, a norte de Miami.

Williams está agora a ser acusado de homicídio qualificado, avança a BBC. O suspeito tem ainda acusações de violação da liberdade condicional, roubo de veículos e por conduzir sem uma licença válida, segundo o New York Daily News.

Também a vítima enfrentava acusações nos tribunais. A sua namorada, que se encontrava grávida, tinha interposto um processo de violência doméstica. Além disso, XXXTentacion enfrentava mais 12 processos judiciais.

Dois homens fugiram do local do ataque numa carrinha escura depois de um deles abrir fogo durante uma possível tentativa de assalto, de acordo com os investigadores. Ainda não é certo se a polícia está à procura de um segundo suspeito.

XXXTentacion, nascido em Plantation, na Flórida, lançou o seu disco de estreia em agosto de 2017. O seu segundo álbum, intitulado de “?”, estreou-se no primeiro lugar da lista de discos Billboard 200.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novas revelações implicam príncipe herdeiro na morte de Khashoggi

Há novas revelações que implicam o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, na morte do jornalista Jamal Khashoggi. A imprensa turca publicou, esta segunda-feira, novas informações que implicam o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, …

Os turistas não contribuem assim tanto para riqueza gerada na capital

Um relatório internacional indica que o peso do setor do turismo na riqueza gerada em Lisboa é, afinal, inferior à média nacional. Um relatório, apresentado esta segunda-feira pelo World Travel & Tourism Council (WTTC), indica que …

Khashoggi. Líderes exigem investigação "credível", Alemanha suspende venda de armas

Num comunicado conjunto, os governos de França, Reino Unido e Alemanha frisaram a "necessidade urgente de esclarecer" a morte "inaceitável" do jornalista saudita Khashoggi. Merkel, a chanceler alemã, foi ainda mais longe, suspendendo a venda de …

"Até segunda-feira, se Deus quiser". Fernanda Câncio ataca Dina Aguiar

Uma jornalista de um canal público de televisão pode despedir-se dos telespectadores com a expressão "Até segunda-feira, se Deus quiser"? Para Fernando Câncio, é óbvio que não. A jornalista do Diário de Notícias critica a …

Fake News: de Santo Tirso para o Mundo, com passagem pelo Canadá

A divulgação de "fake news" é um dos maiores problemas da Internet dos dias de hoje. Segundo o DN, em Portugal a divulgação de imagens e notícias falsas com suposto teor informativo poderá ter origem …

Ryanair debaixo de fogo por ato de racismo em avião

A Ryanair tem sido alvo de críticas por não intervir numa discussão entre dois passageiros, na qual um homem insulta uma mulher negra que se senta ao seu lado. A empresa afirma que, no futuro, …

Carlos Alexandre meteu "pé na argola". Há novas dúvidas na escolha do juiz do caso Sócrates

As suspeitas que Carlos Alexandre lançou sobre a escolha do juiz que vai liderar a fase de instrução da Operação Marquês, feita por via electrónica, podem ter-se virado contra si próprio, lançando dúvidas sobre a forma …

FC Porto recebeu 169 milhões de euros em receitas antecipadas

O Futebol Clube do Porto SAD antecipou 169,1 milhões de euros em receitas já a pensar na reestruturação financeira. O valor já recebido corresponde a mais de um terço da verba acordada com a Altice …

"Palavrão jurídico" vai livrar Siza Vieira do processo de incompatibilidade

Pedro Siza Vieira, nomeado ministro-adjunto e da Economia na semana passada, vai escapar às suspeitas de incompatibilidade, no âmbito do cargo numa empresa privada. A garantia é dada por Marques Mendes, anunciando que o caso …

Testes de ADN negam que 81 bebés tenham sido roubados durante ditadura espanhola

Pedidas pelas famílias dos bebés, as análises aos restos mortais confirmam as mortes à nascença, deitando por terra a teoria de que tinham sido roubados para benefício da elite do regime espanhol de Franco. Na sequência …