Suicídio de ‘bom samaritano’ gera comoção nas redes sociais da China

iamsheep / flickr

-

O caso de um chinês que aparentemente cometeu suicídio depois de ser chantageado pela família do homem que ajudou está a gerar comoção nas redes sociais do país.

A viúva de Wu Weiqing, um lixeiro de 46 anos, contou ao jornal Southern Metropolis Daily que o marido estava a andar de mota na véspera do Ano Novo quando viu um idoso que parecia ter sido atropelado.

Segundo a mulher, Wu levou o homem para o hospital e pagou-lhe as contas médicas. Mas a família do idoso começou a cobrar a Wu o pagamento de uma indemnização — apesar de Wu não ter atropelado o homem.

Além disso, relata também a agência de notícias estatal da China, a família de Wu recebeu telefonemas de um agente da polícia a exigir o pagamento de taxas hospitalares.

Wu ter-se-á suicidado por não ter o dinheiro e por causa da pressão que sofreu.

Versão contestada

Esta versão da história, contudo, é contestada pela família do idoso, que acredita que terá sido Wu a atropelar o idoso.

“Se ele não tivesse atropelado o o meu pai com a mota, por que seria tão gentil, levando-o ao hospital e pagando as contas?”, questiona a filha mais velha do idoso numa entrevista ao jornal Guangzhou Daily, citada pela BBC.

O que quer que tenha acontecido, a história de Wu Weiqing gerou grande controvérsia nas redes sociais chinesas e mais uma vez levantou discussões sobre os rumos da sociedade do país.

“O que está a acontecer na nossa sociedade? Como alguém pode ser um homem bom na China?”, questionou um utilizador do site de microblogs Weibo.

“Este é o resultado de um sistema sem atendimento médico gratuito. Quem ajudar outra pessoa terá problemas”, escreveu outro utilizador da mesma rede, considerada o Twitter chinês.

O caso de Wu Weiqing não é o primeiro. Já ocorreram outros casos de pessoas que depois de feridas em acidentes tentaram extorquir dinheiro dos chamados “bons samaritanos” – pessoas que tentaram ajudá-las, tendo ou não sido responsáveis pelo ocorrido.

Por outro lado, o atendimento de saúde gratuito fornecido pelo governo é limitado e muitas vezes a conta – alta – do tratamento sobra para a própria vítima do acidente.

Materialismo

Muitos chineses também acreditam que o materialismo substituiu a compaixão e o país perdeu os padrões morais do passado.

O caso mais comovente foi o de Wang Yue, uma menina de dois anos, atropelada em 2011.

Um total de 18 pessoas, entre transeuntes e motoristas, passou ao lado da criança ferida e caída no chão sem prestar ajuda. Até que finalmente alguém foi até a menina para levá-la a um hospital.

A criança morreu devido aos ferimentos.

Depois da forte reacção da opinião pública ao caso, a cidade de Shenzen, próxima de onde ocorreu o incidente, introduziu a lei do “Bom Samaritano”, tornando obrigatória a prestação de ajuda a estranhos feridos ou acidentados.

Mas a história de Wu Weiqing pode levar muita gente a pensar duas vezes antes de ajudar uma pessoa que esteja com problemas ou aparentemente ferida.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Carrinha com 52 migrantes entra em Ceuta após derrubar barreiras fronteiriças

Uma carrinha com 52 migrantes rompeu, esta madrugada, as barreiras fronteiriças entre Marrocos e Espanha para entrar no enclave espanhol de Ceuta, incidente que a Guarda Civil espanhola já está a investigar. A carrinha lançou-se a toda …

Chef que renunciou à estrela Michelin espera sair do Guia em 2020

O chef Henrique Leis, que em julho renunciou à estrela Michelin que o seu restaurante detinha há 19 anos, afirma que o seu "compromisso com a Michelin acabou" e espera não ver renovada a distinção …

Morreu a fadista Argentina Santos

A fadista portuguesa morreu, esta segunda-feira, aos 95 anos de idade. As exéquias realizam-se, a partir das 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. A fadista Argentina Santos, que esta segunda-feira morreu aos 95 anos, despediu-se …

Governo apresenta queixa no Ministério Público contra 21 pedreiras

O ministro do Ambiente e da Ação Climática anunciou que 21 pedreiras, de um universo de 185, estão em incumprimento por falta de vedações, exigidas pelo levantamento do Governo, tendo sido apresentada queixa ao Ministério …

Adeus EDP Universal. Vem aí a SU Eletricidade, mas os preços não mudam

A EDP Serviço Universal vai deixar de existir a partir de 15 de Janeiro de 2020. Em seu lugar vai nascer a SU Eletricidade, a nova marca do universo EDP que vai abranger os clientes …

Mais de 41 mil idosos vivem sozinhos ou isolados em Portugal

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 41.868 idosos a viverem sozinhos ou isolados em todo o país em outubro no âmbito da operação "Censos Sénior", anunciou esta segunda-feira a guarda. Em comunicado, a GNR adiantou ter …

Vai nascer um Pavilhão de Gelo em Lisboa (com apoio do Governo e de fundos públicos)

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, está certo de que, ainda nesta legislatura, vai nascer um Pavilhão do Gelo para a prática de desportos em Lisboa, com apoio de …

Sudão. Crimes contra a humanidade em ataques que mataram 120 manifestantes

Os ataques que em junho mataram pelo menos 120 manifestantes no Sudão podem configurar crimes contra a humanidade, revelou um relatório divulgado pela organização Human Rights Watch (HRW), que pede justiça para as vítimas e …

Bloqueios na capital da Bolívia levam à escassez de alimentos e de combustíveis

Os bloqueios nas estradas de acesso a La Paz, capital da Bolívia, e aos arredores, usados nos protestos que se somam à tensa crise política, impõem aos bolivianos a falta de produtos básicos cujos preços …

Pais da bebé Matilde já ajudaram 38 crianças

Os pais da bebé Matilde, que sofre de uma doença rara, ajudaram 38 crianças com os cerca de dois milhões de euros angariados através de uma campanha de solidariedade. Na página de Facebook "Matilde, uma bebé …