Forte subida dos Verdes e direita populista a manter liderança marcam legislativas na Suíça

De acordo com os resultados definitivos, os Verdes (esquerda) tornam-se na quarta força no Conselho nacional (Câmara baixa), à frente do Partido democrata-cristão (PDC, centro) e a um lugar do Partido Liberal-radical (PLR, direita).

Com estes resultados, aspiram em aceder pela primeira vez ao governo, onde todos os grandes partidos partilham os sete lugares de ministros de acordo com a designada fórmula “mágica”, informou a agência Lusa esta segunda-feira.

Após um escrutínio que se assemelha a “uma mudança tectónica (…) devemos poder discutir uma nova fórmula mágica”, declarou a presidente dos Verdes, Regula Ritz. Uma ideia de imediato apoiada pelos socialistas.

No total, os Verdes garantiram 28 lugares (13,2% e mais 17 deputados face às legislativas de 2015), no final de uma campanha muito marcada pela questão das alterações climáticas. Os Vert’libéraux (Verdes liberais, centro, e uma cisão dos Verdes) também aumentaram o seu grupo, passando de nove a 16 lugares (7,8% dos votos).

Os Verdes reclamaram a “realização urgente de uma cimeira nacional para o clima”. E para a Greenpeace “o resultado destas eleições fornece um mandato claro ao parlamento”.

Os apelos da jovem ativista ecologista Greta Thunberg tiveram um eco particular na Suíça, onde numerosas cidades e cantões proclamaram o “estado de emergência climática”, enquanto dezenas de milhares de pessoas participaram nas “greves pelo clima”. Em Berna, no final de setembro, juntaram-se 100 mil pessoas na iniciativa.

Nestas eleições estavam em disputa os 200 assentos no Conselho Nacional (Câmara baixa) e os 46 no Conselho dos Estados (Câmara alta), designados por um sistema maioritário a duas voltas. A data da segunda volta varia consoante os cantões.

Em constante progressão desde a década de 1990, os populistas de direita da União democrática do centro (UCD), cujos cartazes com traços xenófobos provocam polémicas sistemáticas, saíram enfraquecidos do escrutínio ao perderem 12 lugares, com 25,6% dos votos (um total de 54 lugares), contra 29,4% em 2015.

A UDC foi o único partido que denunciou “a histeria climática”, ao argumentarem que “o essencial antes de pretender salvar o planeta é salvar a soberania suíça”.

O Partido socialista (centro-esquerda, 39 lugares), os liberais-radicais (PLR, direita, 29 deputados) e os democratas-cristãos (PDC, centro, 25 assentos) estão todos em recuo eleitoral, informou a Lusa.

Em 11 de dezembro os eleitos da duas Câmaras parlamentares deverão designar os sete ministros do governo, cujas pastas serão repartidas entre os grandes partidos.

Desde 1959, os principais partidos do país – UDC, PS, PLR e PDC – partilham os sete postos ministeriais do governo de acordo com o sistema designado “fórmula mágica”. Atualmente, a UDC, PE e PLR dispõem de dois ministros, e o sétimo ministério está atribuído ao PDC.

Na perspetiva do presidente do Partido socialista, Christian Levrat, “não é razoável que o Conselho federal [governo] esteja neste momento mais à direita que o parlamento”.

Mas pelo facto de os dois partidos ecologistas se posicionarem em espectros políticos opostos, não é provável que se aliem em dezembro durante as eleições dos ministros, indica a agência noticiosa AFP.

Para ser eleito ministro, é necessário contar com o apoio da Câmara alta, onde os Verdes liberais estão ausentes. Os Verdes apenas dispõem de um lugar, uma presença insuficiente para tentar garantir um lugar ministeriável.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …