//

Steven Pruitt é o rei não oficial da Wikipédia

Até pode nem pensar nesta questão, mas por cada artigo da Wikipédia que leu sobre figuras históricas ou cadeias de fast food extintas, há um escritor por trás. E há uma grande probabilidade de esse escritor ser Steven Pruitt. 

Steven Pruitt vive no estado norte-americano de Virgínia e escreveu mais de 35 mil artigos na Wikipédia nos últimos 13 anos. Na prática, isto significa que ajudou a moldar um terço de todo o conteúdo inglês daquele site, avança a CBS News.

Em 2017, a revista TIME elegeu Pruitt como uma das 25 pessoas mais influentes da Internet. No entanto, já antes desse ano, Pruitt escrevia para o site, sob o nome Ser Amantio Di Nicolao.

O seu primeiro artigo foi escrito quando andava na Faculdade William & Mary, a estudar história de arte: a biografia de Peter Francisco, um sargento da Guerra Revolucionária Americana, que era também tetravô de Pruitt. Aliás, a sua formação influencia muitos dos temas dos seus artigos.

Atualmente, Steven Pruitt dedica três horas por dia a pesquisar, escrever e editar artigos para a Wikipédia, mas, segundo o MentalFloss, não recebe qualquer compensação pelo seu trabalho – todas os fins de semana e noites mal dormidas são estritamente voluntários. Duarte o dia, Pruitt trabalha na Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA, em Washington.

O trabalho de Steven Pruitt é notável, não só pelo tempo que dedica sem receber nada em troca, como pelo número de artigos que produz. Além disso, destaca-se pelo tipo de conteúdo que, por decisão própria, decidiu destacar.

Depois de saber que apenas 15% dos artigos biográficos da Wikipédia eram sobre mulheres, o norte-americano trabalhou arduamente para corrigir esse desiquilíbrio e escreveu centenas de artigos sobre mulheres influentes. Resultado: o número subiu para 17,6% em apenas dois anos.

Dúvidas não restam: o rei não oficial da Wikipédia trabalha por amor à camisola.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE