Stephen Hawking acredita ter resolvido o grande mistério dos buracos negros

Um dos mistérios mais inquietantes da física é o “paradoxo da informação”. Segundo a teoria da relatividade geral de Einstein, as informações físicas sobre o material engolido por um buraco negro são destruídas, mas as leis da mecânica quântica estipulam que a informação é eterna.

Temos aqui um grande problema – mas como resolvê-lo?

O famoso físico Stephen Hawking, em conjunto com Malcolm Perry, da Universidade de Cambridge (Reino Unido), e Andrew Stromberg, da Universidade de Harvard (EUA), formulou uma hipótese: a de que a informação quântica-mecânica de partículas que caem sobre o buraco negro não chega realmente a entrar dentro deste.

“A minha proposta é que a informação é armazenada não no interior do buraco negro, como se poderia esperar, mas na sua fronteira, no horizonte de eventos“, disse Stephen Hawking durante uma palestra na conferência Hawking Radiation, realizada no Instituto Real de Tecnologia KTH em Estocolmo, Suécia.

As informações ficam, assim, armazenadas no limite do buraco negro, como hologramas bidimensionais conhecidos como “supertraduções”.

“A informação sobre partículas a cair é devolvida, mas de uma forma caótica e inútil”, disse Hawking. “Para todos os efeitos práticos, ela é perdida”.

Hawking também discutiu a ideia de que os buracos negros possam ser portais para outros universos, algo que já tinha proposto antes.

“O buraco teria de ser grande, e se estiver a girar pode ter uma passagem para outro universo. Mas não podemos voltar para o nosso universo”, considera Hawking. “Embora esteja interessado em voos espaciais, não é algo que queira tentar”.

Segundo a nova teoria de Hawking sobre informação e buracos negros, se uma pessoa acabar engolida por esse objeto, existem duas possibilidades: ela poderia ficar permanentemente presa num holograma na borda do buraco negro, ou poderia atravessá-lo para outro universo.

Já em abril um estudo de astrónomos da Universidade de Buffalo, nos EUA, publicado na Physical Review Letters, tentou provar que o “paradoxo da perda de informação” nos buracos negros não pode acontecer.

Os investigadores afirmavam que a informação sobre o estado da matéria não desaparece totalmente quando entra num buraco negro; na realidade, a informação deixará vestígios que podem ser detetados na famosa radiação de Hawking, radiação térmica que se acredita ser emitida através de efeitos quânticos, que permite aos buracos negros perder massa e a seu tempo desaparecer.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No meu entender, os buracos negros não são passagem para lado nenhum. São apenas estrelas que atingem densidades colossais, mas não infinitas. Atrevo-me a dizer que a matéria no interior destas estrelas é de tal modo fragmentada que se converte em fotões.Logo, um buraco negro é uma estrela de fotões ” congelados”. Ideia maluca que fica ao critério de quem a ler.

RESPONDER

Inaugurada em Lisboa clínica dentária gratuita para jovens até os 18 anos

A Santa Casa da Misericórdia abriu esta terça-feira, em Lisboa, uma clínica de saúde oral, com consultas grátis para todas as crianças e jovens até os 18 anos, que vivam ou estudem dentro do concelho. O …

Família mais rica do mundo enriquece a quatro milhões de dólares por hora

Desde o último boletim de riqueza que a Bloomberg publicou, em junho do ano passado, no seu ranking das famílias mais ricas do mundo, a fortuna dos Walton cresceu 39 mil milhões de dólares, para …

Espanha. PSOE rejeita proposta "inviável" do Podemos para coligação

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) rejeitou nesta terça-feira a proposta do Unidas Podemos para uma coligação fovernamental, que considera "inviável", e convidou a plataforma de esquerda a encontrar "outras fórmulas" que facilitem a governabilidade …

Ex-Presidente do Sudão admite ter recebido mais de 80 milhões da Arábia Saudita

O antigo Presidente do Sudão, que foi deposto em abril após vários meses de protestos, começou a ser julgado esta segunda-feira por corrupção. O julgamento por corrupção do ex-Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, começou esta segunda-feira e, …

Hong Kong. Funcionário do consulado britânico desaparece após enviar mensagem à namorada a pedir para rezar por ele

A 08 de agosto, Simon Cheng Man-kit, de 28 anos, estava a regressar a Hong Kong depois de ter estado na cidade chinesa Shenzhen. No momento em que, a bordo de um comboio de alta …

Open Arms. Procurador siciliano ordena apreensão do navio e desembarque imediato dos ocupantes

Luigi Patronaggio, o procurador da cidade de Agrigento, na Sicília, ordenou esta terça-feira a apreensão do navio Open Arms e o desembarque imediato dos quase 100 migrantes africanos que este levava a bordo. O jurista, que …

Jovens suspeitos de três homicídios filmaram um “testamento final” com o telemóvel antes de se suicidarem

Bryer Schmegelsky e Kam McLeod, os dois jovens de 18 e 19 anos suspeitos de três homicídios no Canadá e que foram encontrados mortos após duas semanas em fuga, terão filmado um “testamento final” com …

Em resposta a Macron, Putin diz que autoridades agiram para evitar situação igual à dos "coletes amarelos" em França

O Presidente da Rússia Vladimir Putin disse, durante um encontro com o seu homólogo francês Emmanuel Macron, que as autoridades russas agiram para garantir que as manifestações dos seus opositores permanecem dentro "da lei", evitando …

Gémeas que viviam em garagem estavam sinalizadas há seis anos

As gémeas de 10 anos que viviam numa garagem no concelho da Amadora estavam sinalizadas há seis anos pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e a sua situação conhecida pelo Ministério Público …

Afinal, duração máxima dos contratos a prazo no Estado também baixa para dois anos

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, assumiu o compromisso de emitir uma orientação aos serviços da Administração Pública para respeitarem a redução da duração máxima dos contratos a prazo de …