Stephen Hawking acredita ter resolvido o grande mistério dos buracos negros

Um dos mistérios mais inquietantes da física é o “paradoxo da informação”. Segundo a teoria da relatividade geral de Einstein, as informações físicas sobre o material engolido por um buraco negro são destruídas, mas as leis da mecânica quântica estipulam que a informação é eterna.

Temos aqui um grande problema – mas como resolvê-lo?

O famoso físico Stephen Hawking, em conjunto com Malcolm Perry, da Universidade de Cambridge (Reino Unido), e Andrew Stromberg, da Universidade de Harvard (EUA), formulou uma hipótese: a de que a informação quântica-mecânica de partículas que caem sobre o buraco negro não chega realmente a entrar dentro deste.

“A minha proposta é que a informação é armazenada não no interior do buraco negro, como se poderia esperar, mas na sua fronteira, no horizonte de eventos“, disse Stephen Hawking durante uma palestra na conferência Hawking Radiation, realizada no Instituto Real de Tecnologia KTH em Estocolmo, Suécia.

As informações ficam, assim, armazenadas no limite do buraco negro, como hologramas bidimensionais conhecidos como “supertraduções”.

“A informação sobre partículas a cair é devolvida, mas de uma forma caótica e inútil”, disse Hawking. “Para todos os efeitos práticos, ela é perdida”.

Hawking também discutiu a ideia de que os buracos negros possam ser portais para outros universos, algo que já tinha proposto antes.

“O buraco teria de ser grande, e se estiver a girar pode ter uma passagem para outro universo. Mas não podemos voltar para o nosso universo”, considera Hawking. “Embora esteja interessado em voos espaciais, não é algo que queira tentar”.

Segundo a nova teoria de Hawking sobre informação e buracos negros, se uma pessoa acabar engolida por esse objeto, existem duas possibilidades: ela poderia ficar permanentemente presa num holograma na borda do buraco negro, ou poderia atravessá-lo para outro universo.

Já em abril um estudo de astrónomos da Universidade de Buffalo, nos EUA, publicado na Physical Review Letters, tentou provar que o “paradoxo da perda de informação” nos buracos negros não pode acontecer.

Os investigadores afirmavam que a informação sobre o estado da matéria não desaparece totalmente quando entra num buraco negro; na realidade, a informação deixará vestígios que podem ser detetados na famosa radiação de Hawking, radiação térmica que se acredita ser emitida através de efeitos quânticos, que permite aos buracos negros perder massa e a seu tempo desaparecer.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No meu entender, os buracos negros não são passagem para lado nenhum. São apenas estrelas que atingem densidades colossais, mas não infinitas. Atrevo-me a dizer que a matéria no interior destas estrelas é de tal modo fragmentada que se converte em fotões.Logo, um buraco negro é uma estrela de fotões ” congelados”. Ideia maluca que fica ao critério de quem a ler.

RESPONDER

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …