Stephen Hawking acredita ter resolvido o grande mistério dos buracos negros

Um dos mistérios mais inquietantes da física é o “paradoxo da informação”. Segundo a teoria da relatividade geral de Einstein, as informações físicas sobre o material engolido por um buraco negro são destruídas, mas as leis da mecânica quântica estipulam que a informação é eterna.

Temos aqui um grande problema – mas como resolvê-lo?

O famoso físico Stephen Hawking, em conjunto com Malcolm Perry, da Universidade de Cambridge (Reino Unido), e Andrew Stromberg, da Universidade de Harvard (EUA), formulou uma hipótese: a de que a informação quântica-mecânica de partículas que caem sobre o buraco negro não chega realmente a entrar dentro deste.

“A minha proposta é que a informação é armazenada não no interior do buraco negro, como se poderia esperar, mas na sua fronteira, no horizonte de eventos“, disse Stephen Hawking durante uma palestra na conferência Hawking Radiation, realizada no Instituto Real de Tecnologia KTH em Estocolmo, Suécia.

As informações ficam, assim, armazenadas no limite do buraco negro, como hologramas bidimensionais conhecidos como “supertraduções”.

“A informação sobre partículas a cair é devolvida, mas de uma forma caótica e inútil”, disse Hawking. “Para todos os efeitos práticos, ela é perdida”.

Hawking também discutiu a ideia de que os buracos negros possam ser portais para outros universos, algo que já tinha proposto antes.

“O buraco teria de ser grande, e se estiver a girar pode ter uma passagem para outro universo. Mas não podemos voltar para o nosso universo”, considera Hawking. “Embora esteja interessado em voos espaciais, não é algo que queira tentar”.

Segundo a nova teoria de Hawking sobre informação e buracos negros, se uma pessoa acabar engolida por esse objeto, existem duas possibilidades: ela poderia ficar permanentemente presa num holograma na borda do buraco negro, ou poderia atravessá-lo para outro universo.

Já em abril um estudo de astrónomos da Universidade de Buffalo, nos EUA, publicado na Physical Review Letters, tentou provar que o “paradoxo da perda de informação” nos buracos negros não pode acontecer.

Os investigadores afirmavam que a informação sobre o estado da matéria não desaparece totalmente quando entra num buraco negro; na realidade, a informação deixará vestígios que podem ser detetados na famosa radiação de Hawking, radiação térmica que se acredita ser emitida através de efeitos quânticos, que permite aos buracos negros perder massa e a seu tempo desaparecer.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. No meu entender, os buracos negros não são passagem para lado nenhum. São apenas estrelas que atingem densidades colossais, mas não infinitas. Atrevo-me a dizer que a matéria no interior destas estrelas é de tal modo fragmentada que se converte em fotões.Logo, um buraco negro é uma estrela de fotões ” congelados”. Ideia maluca que fica ao critério de quem a ler.

RESPONDER

Cientistas criaram o som mais alto de sempre

O som foi produzido debaixo de água ao fazer colidir minúsculos jatos de água com pulsos de raio-X. O barulho gerado é superior ao do lançamento de um foguete. A experiência foi realizada como parte de …

Plutão pode esconder um oceano líquido debaixo de uma camada de gás

Uma das características mais marcantes de Plutão é o seu coração, também conhecido como Tombaugh Regio, uma grande região de cor clara de aproximadamente 1.590 quilómetros de diâmetro. O seu lobo esquerdo, o Sputnik Planitia, é …

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …