Starbucks fecha lojas para dar aos empregados lição sobre racismo

A posição da Starbucks foi tomada depois de um episódio de racismo que aconteceu num dos seus estabelecimentos na Filadélfia, nos Estados Unidos.

Dois homens estavam sentados numa loja Starbucks na Filadélfia, Estados Unidos, sem consumir. Os homens pediram para usar a casa de banho, mas um funcionário negou-lhes o acesso, dizendo que a casa de banho só estava disponível para clientes.

Segundo a BBC, os dois homens, negros, disseram que estavam à espera de um amigo antes de consumir, mas o gerente insistiu que deixassem a loja. Quando se recusaram, o gerente chamou a polícia.

Os dois homens foram levados, algemados, por polícias e passaram oito horas sob custódia. Os vídeos do incidente tornaram-se virais nas redes sociais. Nas imagens, os homens aparecem a protestar e pedir explicações à polícia para a detenção.

Não demorou até que a Starbucks fosse acusada de discriminação racial. Depois de pedir perdão pelo ocorrido, a empresa anunciou o encerramento de todas as unidades nos Estados Unidos, por uma tarde, para que os empregados recebam uma formação sobre preconceito.

Uma pessoa que estava na loja no momento da detenção dos homens  filmou o incidente. “Por que chamaram as autoridades? Por estarem à minha espera? O que fizeram?”, questiona uma pessoa que, aparentemente, será o amigo que os homens detidos disseram estar à espera.

No vídeo, é possível ver os homens a serem algemados, sem oferecer qualquer resistência. “Eles não fizeram nada”, disse uma cliente que assistia ao momento.

Mais tarde, o presidente da Starbucks, Kevin Johnson, disse que o vídeo é “difícil de ver”. Segundo Kevin, a conduta na loja foi “errada”. Em entrevista, Johnson afirmou depois que o gerente que chamou a polícia deixou de trabalhar para a empresa.

Contra práticas racistas

Para averiguar a situação, Kevin Johnson decidiu dirigir-se à Filadélfia. Entre as medidas a tomar, está um curso de formação para todos os funcionários da Starbucks sobre o combate a práticas racistas.

“Apesar de isto não se limitar à Starbucks, estamos comprometidos em ser parte da solução. Fechar as nossas lojas para uma formação contra práticas racistas é só um passo num caminho que requer dedicação a todos os níveis da nossa empresa e dos sócios das nossas comunidades”, disse Johnson.

As 8 mil lojas e escritórios da empresa da cadeia de cafés norte-americana vão encerrar na tarde de 29 de maio, para que os cerca de 175 mil funcionários que trabalham nas lojas da Starbucks, assim como pessoas a ser contratas, recebam a formação contra a discriminação.

Depois do episódio de Filadélfia, um outro vídeo, publicado em janeiro está a ganhar atenção renovada. Nas imagens, Brandon Ward critica os funcionários da Starbucks por não permitirem que use a casa de banho sem ter consumido.

No vídeo, Ward fala com um homem branco que sai da casa de banho sem ter consumido. Depois questiona os funcionários porque é que ele não pode usar. “É pela cor da minha pele?”, pergunta, sem resposta.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O maior avião do mundo vai ser uma plataforma de lançamento para veículos hipersónicos

A empresa que criou o maior avião do mundo, que apenas voou uma vez, encontrou uma nova funcionalidade para a aeronave: será usado como plataforma de lançamento para veículos hipersónicos, o que poderá revolucionar a …

Sondas da missão a Mercúrio vão passar pela Terra (e vão ser visíveis a olho nu)

A missão conjunta europeia e japonesa BepiColombo está a caminho de Mercúrio. Porém, para chegar lá, terá de passar novamente pela Terra. Este evento acontecerá em 10 de abril e as pessoas nas latitudes do sul …

Xiaomi lança máscara elétrica que carrega via USB

A pandemia de Covid-19 tem impulsionado o surgimento de alguns recursos melhorados para fazer face ao combate do novo coronavírus. É o caso da nova máscara de esterilização elétrica da Xiaomi, que carrega via USB. A …

Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida. De acordo com o semanário …

Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. O SARS-CoV-2, o vírus que causa a …

Marcelo sai uma vez por semana, usa máscara e luvas nas compras (e passa a Páscoa em Belém)

O Presidente da República afirmou este sábado que, para se proteger do surto de covid-19, só sai em trabalho uma vez semana, usa máscara nas compras e vai passar a Páscoa confinado no Palácio de …

A procura por sumo de laranja está a disparar (e a culpa é do coronavírus)

A procura por sumo de laranja tem disparado nos últimos tempos, muito devido à pandemia de covid-19. As pessoas querem reforçar o seu sistema imunitário. Já quase ninguém está indiferente à ameaça da pandemia de covid-19, …

Nove pessoas com covid-19 curadas após receberem plasma de doentes recuperados

Pelo menos nove pessoas internadas nos cuidados intensivos em Itália com covid-19 já foram curadas, depois de receberem plasma de pacientes recuperados. De acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, os doentes receberam o plasma …

Grace tem seis anos e pode ser a autora mais nova de sempre de um artigo científico

Uma menina de seis anos, que vive na Austrália, pode ser a autora mais nova de sempre a ter um artigo científico publicado numa revista da especialidade. Grace Fulton tem uma enorme paixão por animais e, …

Geco encheu Lisboa com autocolantes (e a polícia de Roma está a pedir ajuda para o encontrar)

A polícia de Roma está a pedir ajuda à Associação Vizinhos de Lisboa para encontrar o graffiter Geco, cujas pinturas e autocolantes se podem ver por toda a capital portuguesa, e que está em investigação …