Sporting indignado: Liga de clubes proíbe “expelir fumo ou saliva na zona técnica”

A Assembleia Geral da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) aprovou, esta segunda-feira, a proibição do “uso de expressões ou gestos ameaçadores ou indignos”, bem como “expelir fumo ou saliva” na zona técnica.

A proposta de alteração ao artigo 136.º-A do Regulamento Disciplinar, apresentada pelo Benfica, define o “uso de expressões ou gestos ameaçadores ou indignos” nas áreas técnicas, descrevendo agora “revelador de indignidade agravada o ato de fumar na zona técnica, incluindo cigarros eletrónicos, e expelir fumo ou outras substâncias, tais como saliva, na direção de dirigentes, jogadores ou quaisquer outros agentes desportivos”.

A proposta foi aprovada com quatro votos a favor e 36 abstenções, tendo merecido a contestação do representante do Sporting.

Isto é uma palhaçada, uma indignidade, que recebeu apenas a proposta favorável de Benfica, Arouca, Vitória de Setúbal e Famalicão. Temos votos contra de Sporting e FC Porto, todos os outros assobiaram para o ar e abstiveram-se. Considero que isto é uma perseguição ao nosso presidente, Bruno de Carvalho, e esta aberração terá consequência jurídicas nos locais próprios”, afirmou o dirigente ‘leonino’ Bruno Mascarenhas.

A discussão da versão final do Regulamento Disciplinar – que inclui as propostas apresentadas pela direção da LPFP e incorpora as apresentadas pelos clubes – começou a 29 de maio e terminou esta segunda-feira, às 17h15, na sede da Liga.

Depois do final do jogo da 10.ª jornada da I Liga de futebol, a 6 de novembro, que os leões venceram por 3-0, Bruno de Carvalho e Carlos Pinho desentenderam-se na zona dos balneários, levando mesmo à intervenção dos ‘stewards’ e da PSP.

Na altura, o clube arouquense acusou o dirigente leonino de cuspir no seu presidente. Por sua vez, o diretor de comunicação dos leões, Nuno Saraiva, reagiu às acusações, garantindo que Bruno de Carvalho estava a fumar um cigarro eletrónico e que a única coisa que saiu da sua boca foi vapor.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois, se há uma coisa onde realmente não me revejo minimamente é na forma alucinada como muitos vivem o futebol. Para mim futebol é apenas um desporto, à volta do qual infelizmente gravitam muitas coisas más e que estão para além do desporto… entre algumas dessas coisas más estão a maioria das claques, o comportamento de muitos adeptos, e grande parte da classe dirigente, pelo menos daquela que vai tendo mais visibilidade.
    O nível intelectual desta gente vê-se agora neste comunicado, onde se lê: “… expelir fumo ou outras substâncias…”. Então quer dizer que agora nas áreas técnicas não se vai poder respirar? É que cada vez que o fazemos expelimos uma grande quantidade de substâncias, nomeadamente H2O, N2, O2, CO2, só para citar as mais importantes.
    O conjunto desta gente é um forte candidato a ganhar o prémio da maior miséria intelectual!

  2. Sentem-se indignados pela aprovação, mas não se sentem indignados pelas repetidas acções indignas de um suposto presidente. Assim vai o Sporting. Simplesmente vergonhoso!

  3. Coitadinho do pequeno líder ex-gordo (mais conhecido por trinca-bolotas), agora já não vai poder cuspir em ninguém. É uma verdadeira injustiça; não há direito.

  4. Respirar pode -se mas acho bem que seja proibido o fumo e o peido quer na sua versão ruidosa quer na versão cínica conhecida por bufa.

  5. Já agora porque não proibir armar barulho em casa alheia «caso do senhor presidente do Arouca» ou de assaltos a estádios, «caso dos adeptos benfiquistas em Guimarães», tudo isto parece ser bem mais grave e ser aqui a origem dos conflitos, esta medida agora tomada é tão mesquinha e tão provida de imbecilidade como aqueles que a propuseram e aprovaram embora evidentemente havendo provas de ofensa seja por quem for e onde for a justiça existe para as punir, ou pelo menos assim deveria ser!.

RESPONDER

Polícias de elite da PSP convocados para trabalhar nas obras

Operacionais da Unidade Especial de Polícia (UEP) da PSP estão a ser chamados para colaborarem como voluntários nas obras de remodelação da messe localizada na Quinta das Águas Livres, em Belas, Sintra. Segundo o Correio da …

Portugueses são dos que menos gastam em viagens turísticas

Os portugueses são dos cidadãos europeus que menos gastam em deslocações de turismo, ao desembolsar em média 136 euros por viagem turística, menos de metade da média da União Europeia, de 336 euros, revelam dados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo recorrer à Justiça, depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe ter cancelado o acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Trabalhadores da CGD em greve contra a perda de privilégios

O novo Acordo de Empresa que a Administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) pretende implementar está a gerar revolta entre os trabalhadores e já levou à convocação de uma greve para sexta-feira, 24 de …

Asia Argento terá pago a jovem ator que a acusou de assédio sexual

A atriz e realizadora italiana terá pago 380 mil dólares para silenciar um jovem ator e músico que a acusa de assédio sexual quando tinha apenas 17 anos. Asia Argento foi uma das primeiras mulheres da …

Governo está a preparar descida dos impostos e aumento das pensões

São cinco as prioridades do Governo para o próximo Orçamento do Estado, segundo revela Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC, nomeando o aumento das pensões, o alívio no IRS, a descida …

Bomba que matou 40 crianças no Iémen foi vendida pelos EUA em 2015

A bomba que matou de 40 crianças num autocarro escolar no Iémen, a 9 de agosto, foi fabricada pelos Estados Unidos e vendida à Arábia Saudita em 2015. De acordo com a CNN, que avança …

GNR "desfalcada" devido à transferência de mil militares para os incêndios

Nos últimos meses, mais de mil militares da GNR foram "reconvertidos" em bombeiros especialistas, membros do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), que atuam no combate a incêndios. Com esta alocação, a situação …

Em 17 anos, o número de inspetores na educação caiu 41%

Entre 2001 e 2017, o número de inspetores a Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) passou de 304 funcionários a exercer essas funções para 179, registando assim uma queda de 41%. O Sindicato dos Inspetores da …

Mais de 400 mortos nas inundações em Kerala, no sul da Índia

Mais de 400 pessoas morreram na sequência das inundações que atingiram Kerala, na Índia, as mais graves em 100 anos naquele estado do sul do país, de acordo com um balanço feito nesta segunda-feira pelas …