Sorriso de Mona Lisa pode ser do amante de Leonardo da Vinci

Mona Lisa (p.), por Leonardo Da Vinci

Um investigador de arte italiano tem a certeza de que Leonardo da Vinci usou dois modelos, uma mulher e um homem, para criar o famoso retrato da Mona Lisa. E o modelo masculino pode ter sido o amante do pintor.

A Mona Lisa foi um retrato encomendado por um abastado mercador de seda de Florença, que terá pago a Da Vinci para que este pintasse a sua mulher, Lisa Gherardini, que seria conhecida como Mona Lisa del Giocondo e cujos restos mortais terão sido encontrados por investigadores italianos.

Mas Silvano Vinceti, que lidera um grupo de investigação denominado Comité Nacional para o Património Cultural, garante que o pintor recorreu não apenas à mulher do mercador para fazer o quadro, mas também a um modelo masculino.

Nada mais nada menos do que Gian Giacomo Caprotti, um aprendiz de Leonardo da Vinci que era mais conhecido como Salai ou “Pequeno Diabo” e que seria também amante do pintor.

O detective de arte baseia a sua teoria em análises feitas com infravermelhos ao quadro que está no Museu do Louvre, em Paris, e na história que se conta de que a mulher do mercador estaria muito triste enquanto posava para o pintor.

Na tentativa de a animar, o mercador terá até contratado palhaços para a fazer sorrir, mas, nada resultando, Leonardo da Vinci terá recorrido ao amante para agradar ao cliente e colocar um sorriso no retrato.

“Há um elemento indisputável de prova que pode ser visto, com o uso da tecnologia de infravermelhos, na primeira camada da pintura da Mona Lisa. Nessa camada, podemos ver que ela não estava a sorrir e animada, mas parecia melancólica e triste”, explica Silvano Vinceti em declarações à Euronews.

O especialista relata: “pegamos em todos os quadros em que Leonardo usou Salai como modelo e comparámos-los com o da Mona Lisa e alguns detalhes correspondem perfeitamente. Por isso, ele usou dois modelos e depois acrescentou detalhes criativos, isso veio da sua própria imaginação”.

“Penso que isto está em linha com um fascínio de há muito tempo de Leonardo que era o assunto da androginia. Por outras palavras, para Leonardo, a pessoa perfeita era uma combinação de um homem e de uma mulher“, diz ainda o investigador.

Silvano Vinceti fala em particular do nariz, da testa e do sorriso da Mona Lisa, que serão idênticos a outros quadros de Leonardo da Vinci em que este usou Salai como modelo, nomeadamente em S. João, o Baptista e em Santa Ana.

Estas conclusões são contudo, olhadas com desconfiança por alguns investigadores, nomeadamente pelo professor de História da Arte britânico, Martin Kemp, que diz ao jornal inglês The Telegraph que os argumentos de Vinceti não passam de “uma mixórdia de coisas conhecidas, coisas meio conhecidas e de completa fantasia“.

Certo é que o sorriso enigmático da Mona Lisa vai continuar a intrigar o mundo por mais algum tempo, enquanto as diversas teorias em torno dele não se confirmarem – o que pode nunca vir a acontecer.

SV, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …