Sophia vai ter um lugar no Panteão

Carlos Botelho / Wikimedia

Sophia de Mello Breyner Andresen

Sophia de Mello Breyner Andresen

A Assembleia da República aprovou hoje por unanimidade a concessão de honras de Panteão Nacional aos restos mortais de Sophia de Mello Breyner Andersen, assinalando os dez anos da morte da escritora e os quarenta anos do 25 de Abril.

Panteão Nacional

No projeto de resolução lê-se que a concessão de honras de Panteão Nacional a Sophia de Mello Breyner Andersen é uma forma de homenagear “a escritora universal, a mulher digna, a cidadã corajosa, a portuguesa insigne” e uma evocação do seu exemplo de “fidelidade aos valores da liberdade e da justiça”.

Segundo o diploma será agora constituído um grupo de trabalho, composto por representantes de cada grupo parlamentar, com “a incumbência de determinar a data, definir e orientar o programa da trasladação, em articulação com as demais entidades públicas envolvidas”. As informações divulgadas no início do ano  indicavam que o corpo poderia ser trasladado no dia 25 de abril, ao completarem-se 40 anos desde a revolução dos cravos, ou em 2 de julho, no 10º aniversário da morte da escritora.

“Grande poeta, cidadã exemplar, portuguesa ilustre, europeia consciente, Sophia de Mello Breyner Andresen foi uma das grandes figuras do nosso tempo. Na sua vida e na sua obra, há uma grandeza de ideais, de valores e de qualidades em que o país se reconhece e em que a democracia se revê”, é referido no projeto de resolução agora aprovado e que foi subscrito por todas as bancadas parlamentares.

Nascida no Porto, Sophia de Mello Breyner Andresen, de origem dinamarquesa pelo lado paterno, foi a segunda mulher a receber o mais importante galardão literário da língua portuguesa, o Prémio Camões, em 1999.

A escritora foi co-fundadora da Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos, durante a ditadura, e, após o 25 de Abril, foi eleita deputada à Assembleia Constituinte.

Quem está no Panteão?

O Panteão Nacional, localizado em Lisboa na Igreja de Santa Engrácia, em Santa Clara, acolhe os túmulos de grandes personalidades da história portuguesa.

Entre as figuras ilustres aí sepultadas, encontram-se sobretudo presidentes da República e escritores, além do general Humberto Delgado e de Amália Rodrigues, a única mulher presente. É a estes nomes, portanto, que se irá juntar a escritora Sophia de Mello Breyner Andresen e, eventualmente, o jogador de futebol Eusébio.

Atualmente, as personalidades sepultadas no Panteão Nacional são:

  • Almeida Garrett, escritor e político (1799-1854), trasladado em 1966
  • Guerra Junqueiro, escritor (1850-1923), trasladado em 1966
  • João de Deus, escritor (1830-1896), trasladado em 1966
  • Óscar Carmona, presidente da República (1869-1951), trasladado em 1966
  • Sidónio Pais, presidente da República (1872-1918), trasladado em 1966
  • Teófilo Braga, presidente da República (1843-1924), trasladado em 1966
  • Humberto Delgado, opositor ao Estado Novo (1906-1965), trasladado em 1990
  • Amália Rodrigues, fadista (1920-1999), trasladada em 2001
  • Manuel de Arriaga, presidente da República (1840-1917), trasladado em 2004
  • Aquilino Ribeiro, escritor (1885-1963), trasladado em  2007

Além das sepulturas, é possível encontrar também memoriais de heróis da História de Portugal, tais como Nuno Álvares Pereira, o Infante D. Henrique, Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões, Vasco da Gama e Afonso de Albuquerque.

Em Coimbra, o Mosteiro de Santa Cruz, que também tem o estatuto de Panteão Nacional, acolhe os túmulos dos dois primeiros reis de Portugal: D. Afonso Henriques e D. Sancho I.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Paquistão. Protestos violentos levam governo a ordenar bloqueio das redes sociais

O Governo do Paquistão ordenou o bloqueio temporário das redes sociais e plataformas de mensagens instantâneas esta sexta-feira, após vários dias de protestos violentos contra a França, avançou a agência AFP. Numa notificação enviada à Autoridade …

Telma Monteiro sagra-se campeã europeia de judo

A judoca Telma Monteiro conquistou esta sexta-feira a medalha de ouro na categoria de -57 kg nos Europeus em Lisboa, ao vencer na final a eslovena Kaja Kajzer, por 'ippon'. Telma alcançou o seu sexto título …

PS já não está a uma só voz. José Sócrates, o ativo tóxico, fez mossa e dividiu o partido

Fernando Medina diz que não falou com António Costa, Vieira da Silva não esconde o desgosto e o PS já não está a uma só voz. O juiz Ivo Rosa arrasou o Ministério Público (MP) na …

A brilhar na Alemanha, André Silva pode sair por preço de saldo

Cada vez mais clubes estão interessados na contratação de André Silva. O internacional português tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. André Silva tem passado por altos e baixos na sua ainda curta …

Possibilidade de melhoria de nota no secundário aprovada. Decisão do ano passado foi "injusta"

Foram, esta quinta-feira, aprovados projetos que permitem a realização de exames para melhoria de nota para os alunos do ensino secundário. O PS absteve-se da votação. De acordo com o Expresso, o Parlamento aprovou esta quinta-feira …

PRR. Governo admite pedir mais 2,3 mil milhões de euros para capitalizar empresas

Capitalização e inovação das empresas, e a possibilidade de pedir mais 2,3 mil milhões de euros (para um total de cinco mil milhões) na componente de empréstimos. António Costa fez, durante a tarde desta sexta-feira, …

OMS alerta para crescimento "preocupante" de casos no mundo

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira para o continuo crescimento de casos de covid-19 no mundo, referindo que o número de novos casos confirmados por semana quase duplicou nos últimos …

Há falta de sedativos em hospitais brasileiros. Médicos intubam doentes "conscientes"

Estão a surgir vários relatos de profissionais de saúde brasileiros forçados a intubar pacientes sem o auxílio de sedativos. No Brasil, de acordo com a Associated Press, há profissionais de saúde a intubar pacientes sem recurso …

Governo acusado de financiar queima de resíduos recicláveis com 50 milhões de euros

A associação ambientalista Zero acusa o Ministério do Ambiente de utilizar 50 milhões de euros do Fundo Ambiental para financiar a queima de resíduos recicláveis em Lisboa e Porto, indo contra a nova legislação sobre …

Zimbabué. Sem nacionalidade reconhecida, milhares de pessoas lutam de forma desigual por educação e saúde

Centenas de milhares de pessoas no Zimbabué foram marginalizadas e forçadas a lutar de forma desigual pelo acesso à educação, saúde e habitação, porque não têm nacionalidade reconhecida pelo país, acusou um relatório da Amnistia …