Sócrates acusa Costa e o PS de lhe virarem as costas

Miguel A. Lopes / Lusa

António Costa, José Sócrates

Em entrevista ao jornal espanhol “Voz de Galicia”, o ex-primeiro-ministro José Sócrates reafirmar ser “vítima de uma conspiração política e judicial sem precedentes” com o objectivo de travar uma candidatura sua a Belém e lamenta a falta de apoio de António Costa e do seu partido.

O ex-primeiro-ministro José Sócrates diz este domingo, em entrevista ao jornal espanhol “La Voz de Galicia“, que “não está sozinho”, mas aponta o dedo a António Costa e ao PS, que lhe viraram as costas durante três anos “muito duros”.

“Sou político desde muito jovem e estou acostumado a passar por momentos difíceis, como quando tive que pedir o resgate do meu país, em 2011. Mas os últimos anos foram muito duros”, diz Sócrates, que acusa o líder socialista e a cúpula do partido de lhe terem virado as costas.

Apesar de tudo o que se dizia, éramos amigos. A nossa relação sempre foi boa. Escolhi-o como ministro e como meu sucessor natural. Apoiei-o na candidatura à Câmara de Lisboa e depois à secretaria geral do partido. Tudo acabou quando me detiveram e tanto ele como a cúpula do PS me viraram as costas”, diz o antigo líder do PS.

O antigo primeiro-ministro compara-se a Lula da Silva – com a única diferença de que o ex-presidente brasileiro tem o apoio do partido. “Está-se a cometer comigo uma ilegalidade sem precedentes. O que se está a passar comigo é semelhante ao que está a acontecer com o Presidente Lula, só que ele tem o apoio do seu partido e eu não“.

Sócrates, que volta a acusar o sistema judicial português, diz-se “vítima de uma conspiração sem precedentes” para impedir uma candidatura sua à presidência da República. “Sou inocente e vítima de uma conspiração. Conhece algum outro caso na Europa em que um processo continue sem acusação ao fim de 50 meses?”, pergunta.

“Desencantado com a justiça portuguesa”, Sócrates não acredita em “nada do que diz o Ministério Público”, acusa o juiz Carlos Alexandre de parcialidade e não descarta recorrer ao Tribunal Europeu se esgotar todos os recursos em Portugal. “Duvido que o Ministério Público chegue a uma acusação até 22 de novembro”, diz José Sócrates.

Faltam políticos da estatura e carisma de Mário Soares, a quem me sinto muito agradecido pela minha defesa, a sua última batalha antes de falecer”, acrescenta.

Sócrates desmente qualquer relação com Ricardo Salgado e não compreende porque razão a imprensa portuguesa o relaciona com o ex-presidente do Grupo Espírito Santo. “Tudo o que se publicou são falsidades, não sou amigo de Ricardo Salgado, nunca pertenci ao seu círculo próximo, nunca fui ao BES, nem tinha o seu telemóvel”.

Para José Sócrates, há uma “cumplicidade e relação corrupta” entre a imprensa portuguesa e o Ministério Público. “Sempre que há mais um adiamento na minha acusação, aparecem notícias sensacionalistas contra mim na imprensa portuguesa”.

Não lhe parece uma coincidência suspeita?”, questiona José Sócrates a concluir a entrevista deste domingo ao jornal espanhol.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Ninguém compreende por que andam a perseguir um pobre inocente!Agora foi comer cabalas para a Galiza. Deve estar a preparar-se para se candidatar a presidente do governo regional da Galiza e em seguida vai ser rei de Espanha!…

  1. Viram costas para fazer diversão ao povo. Mais uns dias e as escutas os ducomentos e as provas vão desaparecer e este fdp que roubou o povo vai ter prosseso arquivado e com muita sorte até vai receber uma indeminisação por ter metido o país na bancarrota e por ser ladrão

RESPONDER

João Félix coloca Benfica nas meias-finais da Taça

Um golo de João Félix, aos 14 minutos, bastou para o Benfica garantir hoje o apuramento para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, no encontro dos quartos de final com o Vitória de …

Hernâni marca no final do prolongamento e apura FC Porto para as 'meias' da Taça

O FC Porto, da I Liga, apurou-se hoje para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, após derrotar no prolongamento o Leixões, da II Liga, por 2-1, com Hernâni a fazer o golo do …

Eleito o destino turístico mais barato para 2019 (e Portugal fica à espreita)

O complexo Sunny Beach, na Bulgária, foi eleito o destino mais barato para turistas em 2019, de acordo com um estudo levado a cabo pela British Post Office, que analisou preços dos 42 pontos turísticos mais …

Netflix está a ser processada por causa de "Bandersnatch"

O episódio interativo de Black Mirror, que estreou no final do ano passado, não agradou à Chooseco, a editora responsável pela série de livros Escolhe a tua Aventura. A 28 de dezembro estreou o mais recente …

Piloto belga "admitiu" ter assassinado o secretário-geral da ONU em 1961

Dag Hammarskjöld, secretário-geral da ONU, morreu na queda de um avião quando tentava negociar a paz no Congo, e o desastre continua a ser investigado até hoje É um mistério com mais de cinco décadas cujo …

Acordo para o Brexit chumbado. Plano de May esmagado no Parlamento

O Parlamento britânico chumbou, por uma esmagadora maioria, o acordo de saída da União Europeia negociado pela primeira-ministra Theresa May. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, aproveitou a derrota histórica de May para …

Senador italiano chamou “orangotango” a antiga ministra e foi condenado a pena suspensa

A justiça italiana condenou esta segunda-feira o senador da extrema direita Roberto Calderoli a 18 meses de prisão, com pena suspensa, por comparar, em 2013, a ministra da Integração, Cécile Kyenge, com um "orangotango". O tribunal …

Num restaurante do Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com o Dubai a tornar-se mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante lembrou-se de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma …

Roma e a Igreja em guerra milionária por causa das moedas da Fontana di Trevi

As moedas que os turistas lançam à Fontana di Trevi, um dos rituais mais populares entre quem visita Roma, está a causar problemas na relação entre a Igreja e a capital italiana. A câmara de Roma …

Frente Comum marca greve nacional da função pública

Os sindicatos da Frente Comum da Administração Pública decidiram marcar uma greve nacional para o dia 15 de fevereiro, anunciou Ana Avoila no final de um plenário realizado esta terça-feira em Lisboa. “Foi decidido marcar um …