SNS já dá comprimido que previne infeção por VIH

niaid / Flickr

O medicamento Truvada, chamada também”Pílula anti-HIV”, usado na profilaxia pré-exposição (PrEP)

A profilaxia de pré-exposição (PrEP) ao vírus da imunodeficiência humana começou a ser disponibilizada, esta quarta-feira, a pessoas com risco acrescido de contágio.

A Direção-Geral da Saúde emitiu orientações para que os médicos do Serviço Nacional de Saúde poderem administrar às pessoas com risco acrescido de contágio por VIH/Sida um medicamento que previne esta infeção.

De acordo com a DGS, está em situação de maior perigo quem, nos últimos seis meses, “relações sexuais sem uso consistente de preservativo” com parceiros VIH positivo, pessoas que desconhecem se estão infetados, que usam substâncias psicoativas durante as relações sexuais e consumidores de drogas injetáveis que partilham agulhas e seringas.

Esta decisão consta de uma norma publicada no final do ano passado. Segundo o Expresso, em abril, os peritos da DGS decidiram avançar a título de ensaio e agora, cerca de um mês depois, publicar as orientações concretas para as equipas de saúde.

Para resultar, a terapêutica implica a toma diária de um comprimido enquanto há exposição acrescida ao vírus. O medicamento custa entre 500 a 600 euros mensais por pessoa.

No Infarmed está já em curso o processo para incluir o fármaco na lista dos copagamentos do Estado. Para já, o medicamento tem sido entregue gratuitamente pelo laboratório ao abrigo do Programa de Acesso Precoce.

Nos mês de ensaio chegaram aos serviços hospitalares, segundo o matutino, perto de 20 pedidos, um número que é “manifestamente pouco” nas palavras da diretora do Programa Nacional para a Infeção VIH/Sida, Isabel Aldir.

No entender da responsável, há muitas pessoas em risco que não devem ficar excluídas do acesso à PrEP, para já centralizada nos hospitais da rede de referenciação para a infeção, como o São João no Porto, Coimbra, Curry Cabral e Egas Moniz em Lisboa, Beja e Faro.

//

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. 600 € mensais para drogados e prostitutas? Há tantos idosos a precisar de ajuda e acompanhamento. Venham muitas overdoses…

    • mais que verdade na sua afirmação, mas infelismente se da tudo a aqueles que nada foram obrigados a praticar algo fora do normal, enfim

  2. Como profissional de saúde tenho que salientar que intervenções como a que é descrita no artigo não impeditivas de realizar apoio (clínico ou não) a idosos. Não sendo situações exclusivas, devem haver mecanismos sociais que permitam o apoio a qualquer doente com qualquer doença, independentemente da idade e estrato social.
    Para mais, não são só “drogados” e “prostitutas” que estão em risco de contaminação. Outros exemplos importantes: crianças cujos pais possam estar infectados, profissionais de saúde que possam estar expostos a pessoas contaminadas, pessoas que mesmo não tendo comportamentos de risco entram em contacto com contagiantes (sejam objectos ou pessoas), etc..

RESPONDER

Eleito o destino turístico mais barato para 2019 (e Portugal fica à espreita)

O complexo Sunny Beach, na Bulgária, foi eleito o destino mais barato para turistas em 2019, de acordo com um estudo levado a cabo pela British Post Office, que analisou preços dos 42 pontos turísticos mais …

Netflix está a ser processada por causa de "Bandersnatch"

O episódio interativo de Black Mirror, que estreou no final do ano passado, não agradou à Chooseco, a editora responsável pela série de livros Escolhe a tua Aventura. A 28 de dezembro estreou o mais recente …

Piloto belga "admitiu" ter assassinado o secretário-geral da ONU em 1961

Dag Hammarskjöld, secretário-geral da ONU, morreu na queda de um avião quando tentava negociar a paz no Congo, e o desastre continua a ser investigado até hoje É um mistério com mais de cinco décadas cujo …

Acordo para o Brexit chumbado. Plano de May esmagado no Parlamento

O Parlamento britânico chumbou, por uma esmagadora maioria, o acordo de saída da União Europeia negociado pela primeira-ministra Theresa May. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, aproveitou a derrota histórica de May para …

Senador italiano chamou “orangotango” a antiga ministra e foi condenado a pena suspensa

A justiça italiana condenou esta segunda-feira o senador da extrema direita Roberto Calderoli a 18 meses de prisão, com pena suspensa, por comparar, em 2013, a ministra da Integração, Cécile Kyenge, com um "orangotango". O tribunal …

Num restaurante do Dubai, deixar comida no prato dá multa (e é mais cara que a refeição)

Com o Dubai a tornar-se mais consciente do desperdício de alimentos, um restaurante lembrou-se de uma maneira de fazer com que os clientes não deixem comida no prato. O restaurante Gulou Hotpot, em Al Barsha, uma …

Roma e a Igreja em guerra milionária por causa das moedas da Fontana di Trevi

As moedas que os turistas lançam à Fontana di Trevi, um dos rituais mais populares entre quem visita Roma, está a causar problemas na relação entre a Igreja e a capital italiana. A câmara de Roma …

Frente Comum marca greve nacional da função pública

Os sindicatos da Frente Comum da Administração Pública decidiram marcar uma greve nacional para o dia 15 de fevereiro, anunciou Ana Avoila no final de um plenário realizado esta terça-feira em Lisboa. “Foi decidido marcar um …

A Coreia do Norte já não é "inimiga" da Coreia do Sul

A Coreia do Sul deixou de apelidar os militares norte-coreanos de "inimigos" no documento bienal da Defesa divulgado esta terça-feira, num aparente esforço para prosseguir a reconciliação com Pyongyang. O documento oficial do Ministério da Defesa …

Tsipras enfrenta voto de confiança no parlamento grego

O primeiro-ministro grego enfrenta uma semana crucial com o pedido de um voto de confiança no parlamento, cujo debate se inicia esta terça-feira, ou a perspetiva de eleições antecipadas, após a rutura da coligação governamental …