SNS já dá comprimido que previne infeção por VIH

niaid / Flickr

O medicamento Truvada, chamada também”Pílula anti-HIV”, usado na profilaxia pré-exposição (PrEP)

A profilaxia de pré-exposição (PrEP) ao vírus da imunodeficiência humana começou a ser disponibilizada, esta quarta-feira, a pessoas com risco acrescido de contágio.

A Direção-Geral da Saúde emitiu orientações para que os médicos do Serviço Nacional de Saúde poderem administrar às pessoas com risco acrescido de contágio por VIH/Sida um medicamento que previne esta infeção.

De acordo com a DGS, está em situação de maior perigo quem, nos últimos seis meses, “relações sexuais sem uso consistente de preservativo” com parceiros VIH positivo, pessoas que desconhecem se estão infetados, que usam substâncias psicoativas durante as relações sexuais e consumidores de drogas injetáveis que partilham agulhas e seringas.

Esta decisão consta de uma norma publicada no final do ano passado. Segundo o Expresso, em abril, os peritos da DGS decidiram avançar a título de ensaio e agora, cerca de um mês depois, publicar as orientações concretas para as equipas de saúde.

Para resultar, a terapêutica implica a toma diária de um comprimido enquanto há exposição acrescida ao vírus. O medicamento custa entre 500 a 600 euros mensais por pessoa.

No Infarmed está já em curso o processo para incluir o fármaco na lista dos copagamentos do Estado. Para já, o medicamento tem sido entregue gratuitamente pelo laboratório ao abrigo do Programa de Acesso Precoce.

Nos mês de ensaio chegaram aos serviços hospitalares, segundo o matutino, perto de 20 pedidos, um número que é “manifestamente pouco” nas palavras da diretora do Programa Nacional para a Infeção VIH/Sida, Isabel Aldir.

No entender da responsável, há muitas pessoas em risco que não devem ficar excluídas do acesso à PrEP, para já centralizada nos hospitais da rede de referenciação para a infeção, como o São João no Porto, Coimbra, Curry Cabral e Egas Moniz em Lisboa, Beja e Faro.

//

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. 600 € mensais para drogados e prostitutas? Há tantos idosos a precisar de ajuda e acompanhamento. Venham muitas overdoses…

    • mais que verdade na sua afirmação, mas infelismente se da tudo a aqueles que nada foram obrigados a praticar algo fora do normal, enfim

  2. Como profissional de saúde tenho que salientar que intervenções como a que é descrita no artigo não impeditivas de realizar apoio (clínico ou não) a idosos. Não sendo situações exclusivas, devem haver mecanismos sociais que permitam o apoio a qualquer doente com qualquer doença, independentemente da idade e estrato social.
    Para mais, não são só “drogados” e “prostitutas” que estão em risco de contaminação. Outros exemplos importantes: crianças cujos pais possam estar infectados, profissionais de saúde que possam estar expostos a pessoas contaminadas, pessoas que mesmo não tendo comportamentos de risco entram em contacto com contagiantes (sejam objectos ou pessoas), etc..

RESPONDER

Palavra “mulher” já tem nova definição

O dicionário online Priberam e o canal de televisão FOX Life uniram-se para desafiar os portugueses a participar na revisão do significado da palavra "mulher". Três semanas depois, apresentam-nos o resultado. Esta terça-feira, o dicionário online …

EUA emitem alerta sobre "ataques sónicos" na China

Esta quarta-feira, a embaixada norte-americana na China emitiu uma alerta após um funcionário do Governo ter sofrido uma lesão cerebral. A embaixada norte-americana na China emitiu um alerta depois de um funcionário ter sofrido uma lesão …

Descobertas 481 moedas romanas dos séculos I ao III em Braga

Um museu em Braga descobriu 481 moedas romanas datadas do século I ao século III que permitem perceber o circuito de comércio no Mediterrâneo na época do Império Romano. Esta quarta-feira, o Museu Pio XII, em …

José Manuel Coelho condenado a ano e meio de prisão domiciliária

O deputado do PTP/Madeira foi, esta quarta-feira, condenado a um ano e seis meses de prisão domiciliária pela prática de vários crimes de difamação e de divulgação de fotografias ilícitas. José Manuel Coelho foi julgado na …

Maternidade só deixa mãe ver as filhas recém-nascidas depois de pagarem a conta

Uma mãe esperou cinco dias para ver as suas filhas recém-nascidas porque não tinha dinheiro para pagar as despesas médicas. Juliana Logbo esperou cinco dias depois do parto para ver as suas filhas gémeas e recém-nascidas …

Novo escândalo de abusos sexuais no Chile leva à suspensão de 14 sacerdotes

A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou, esta terça-feira, a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. "Estes padres cometeram atos que podem constituir crimes nos domínios …

94% das universitárias de Coimbra já foram alvo de assédio sexual

Um estudo realizado pela UMAR Coimbra sobre a violência sexual em contexto académico revela que 94,1% das mulheres inquiridas já foram alvo de assédio sexual, 21,7% de coerção sexual e 12,3% reportaram já terem sido …

Israel admite: o famigerado F-35 já se estreou em combate

A força aérea israelita admitiu ter usado, pela primeira vez, o poderoso caça bombardeiro numa ação de combate contra dois tanques, numa missão recente. Um dos aviões de combate mais avançados do mundo, o novo caça-bombardeiro …

Proposta do PS sobre a habitação suspende despejos já em curso

O PS avançou com uma proposta de alteração ao seu próprio projeto. A medida abrange inquilinos com mais de 65 anos ou com grau de incapacidade igual ou superior a 60% desde que residam há …

Função Pública vai ter aumentos em 2019 (mas não nos salários)

O ministro das Finanças referiu, esta quarta-feira, no Parlamento, que os funcionários públicos vão ter aumentos em 2019, através da "via do descongelamento de carreiras". Mas sobre um eventual aumento dos salários não se pronunciou. "Todos …