Para Siza Vieira, a pandemia é uma “oportunidade única” para repensar a indústria

Manuel de Almeida / Lusa

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, considera que a pandemia de covid-19 é uma “oportunidade única” para repensar a indústria.

Pedro Siza Vieira admitiu, esta terça-feira, que “a recuperação económica vai ser mais demorada” do que o esperado, mas sublinhou que a pandemia de covid-19 é “uma oportunidade única para repensar a realidade industrial” da União Europeia (UE).

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, que discursava na abertura da quarta edição dos Dias da Indústria da UE, lembrou que “a pandemia trouxe impactos profundos e muito assimétricos em diferentes países e setores económicos”. “A recuperação vai ser mais demorada do que desejávamos e do que prevíamos nos últimos meses”, afirmou Siza Vieira.

O governante garantiu, porém, que a presidência portuguesa do Conselho da UE está comprometida em “ajudar a combater a crise e apoiar a recuperação”, tendo por base três prioridades principais – “promover uma recuperação europeia através da dupla transição digital e ecológica, implementar o Pilar Social da UE, um elemento-chave para garantir a transição justa e inclusiva, e reforçar a autonomia estratégia da UE no mundo”.

De acordo com Siza Vieira, os 27 Estados-membros do bloco comunitário estão a “construir um consenso em torno da estratégia europeia da reindustrialização”, dado que, “nas últimas décadas, a liderança da indústria europeia tem sido desafiada” pelo “desenvolvimento de outras regiões mundiais e de novas tecnologias. Por isso, “é necessário garantir uma autonomia estratégica europeia que mantenha esta liderança” no ecossistema industrial, defendeu.

“No futuro, a indústria vai ter de se adaptar a um novo paradigma, enquanto mantém a sua liderança”, apontou o ministro, acrescentando que a reindustrialização deve ter em consideração a descarbonização e a eficiência energética.

Para Siza Vieira, é importante que a UE se concentre no desenvolvimento de tecnologias e de processos para a produção industrial, de modo a ser “produtora de tecnologia e não uma seguidora e compradora de tecnologias produzidas por outros”.

Segundo o ministro, a Comissão Europeia irá lançar, “nos próximos meses”, uma atualização da estratégia industrial europeia que deve ser discutida pelos 27. Siza Vieira defende que esta atualização “deve refletir a importância do mercado único europeu, a coesão e as pequenas e médias empresas (PME), que são a ‘espinha dorsal’ da economia europeia”.

Sobre as PME, o político garante que serão “uma questão transversal essencial” da presidência portuguesa do Conselho da UE, dado que “nenhuma estratégia industrial europeia pode ter sucesso sem a participação das PME na transformação industrial”, defendeu.

“Apoiamos, por isso, a criação de alianças estratégicas industriais dado que podem contribuir de forma significativa para este processo de inovação e ajudar a integrar as PME nos ecossistemas industrial”, concluiu.

O ministro Siza Vieira discursou na quarta edição dos Dias da Indústrias, o principal evento anual da UE sobre a indústria, organizado pela Comissão Europeia. Esta edição, que decorre pela primeira vez em formato digital, incidirá sobre a aceleração da dupla transição ecológica e digital e as alterações do panorama competitivo global.

Lusa ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Lopetegui continua interessado em Corona

O treinador dos espanhóis do Sevilha, Julen Lopetegui, continua interessado na contratação de Tecatito Corona, que alinha pelo FC Porto.  De acordo com o jornal La Razón, o treinador espanhol continua interessado na contratação do jogador mexicano …

Tem de haver "solidariedade estratégica" na pervensão de fogos. Costa oferece bonsai a Marcelo

O Presidente da República foi convidado especial do último Conselho de Ministros do seu primeiro mandato, dedicado às florestas, onde se discutiu o Programa Nacional de Ação do Plano de Gestão Integrada de Fogos Rurais. …

Bolsonaro volta a criticar os media. "Para a imprensa o vírus sou eu"

O Presidente brasileiro voltou a criticar a imprensa e, num momento de descontrolo da pandemia no país, afirmou que para os jornalistas o vírus é o próprio chefe de Estado. "Estamos a fazer o dever de …

Miguel Duarte foi ilibado da acusação de auxílio à imigração ilegal, "mas não foi feita justiça"

Miguel Duarte que, juntamente com outros ativistas, estava a ser acusado pela justiça italiana de ajuda à imigração ilegal, foi "ilibado", mas "o caso segue para tribunal com uma acusação aos restantes membros". A revelação foi …

Parque das Nações recebe Comic Con em dezembro

Com o mote "A New Hope", a sétima edição da Comic Con terá lugar no Parque das Nações, em Lisboa, no mês de dezembro. A sétima edição da Comic Con Portugal, um evento dedicado à cultura …

Polícia sueca investiga ataque à faca e aponta para "motivações terroristas"

A polícia sueca fez buscas no apartamento do homem que esfaqueou sete pessoas no país, na quarta-feira, informando que há pormenores na investigação que apontam para motivações terroristas. Segundo avançou esta quinta-feira o Público, a polícia …

Advogados apontam falhas à investigação da morte de Giovani Rodrigues

Alguns advogados de defesa dos acusados do homicídio de Giovani Rodrigues apontaram, esta quarta-feira, falhas à investigação, desde o apuramento dos factos à condição clínica, com a revelação de que o jovem foi também vítima …

Dia com menos mortes desde 28 de outubro. Mais 830 novos casos

Há mais 830 casos de covid-19 em Portugal. A Direção-Geral da Saúde indica que há agora 1708 doentes com covid-19 internados, menos 119 do que na quarta-feira. O número de doentes nos cuidados intensivos está …

Concelhia do PSD/Sintra tenta contornar Santana (e já aprovou um nome)

Enquanto a direção nacional do PSD tenta convencer Pedro Santana Lopes, a estrutura do PSD/Sintra aprovou o nome de António Pinto Pereira como candidato. Esta quarta-feira, a concelhia do PSD/Sintra aprovou o nome de António Pinto …

TAP com novo voo do Brasil para Portugal a 11 de março

A Embaixada de Portugal em Brasília anunciou, esta quarta-feira, que se irá realizar, a 11 de março, um novo voo entre São Paulo e Lisboa, em "condições inteiramente idênticas" às da viagem de repatriamento ocorrida …