Sistema SOS já custou 727 milhões aos consumidores (e nunca foi usado)

Cerca de 50 fábricas recebem milhões de euros por ano para, a qualquer momento e em situação de emergência, poderem reduzir o consumo de energia, em caso de necessidade do sistema elétrico nacional. Apesar de o sistema nunca ter sido utilizado, a adesão de grandes empresas continua a crescer. 

Trata-se de uma sistema SOS que, segundo noticia o Correio da Manhã esta segunda-feira, nunca foi utilizado, mas a disponibilidade das empresas já custou aos consumidores, através da fatura da luz, 727 milhões de euros desde 2010.

O diário explica que este mecanismo de prontidão é pago anualmente a grandes empresas, como cimenteiras e celuloses, pela sua disponibilidade para cortarem o próprio consumo de energia de forma a alimentarem o sistema nacional.

Além de o sistema nunca ter sido usado, até há pouco tempo, nem sequer era testado, tal como indica a versão preliminar da comissão parlamentar de inquérito às rendas excessivas da energia, a que o Correio da Manhã teve acesso.

Foi só em 2016, e através de uma portaria do ex-secretário de Estado da Energia, que o pagamento em causa passou a ficar limitado “às instalações que demonstrarem estarem efetivamente aptas à prestação do serviço, através da realização de testes, impedindo que continue a ser um subsídio independente do seu objetivo primordial“.

“A adesão de grandes consumidores continuou a crescer e os custos com o serviço também”, observa ainda o mesmo documento que aponta, para este ano, um custo de 109,3 milhões de euros destinados para o mecanismo de prontidão.

O custo para os consumidores deste mecanismo de interruptibilidade – como é designado – foi um dos temas analisados pelos deputados, por suspeita de poder configurar rendas excessivas, à semelhança dos contratos de manutenção de equilíbrio contratual (CMEC) e da subsidiação às renováveis. Estes encargos são pagos pelas famílias na fatura de eletricidade (designados custos políticos), explica ainda o CM.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Hahaha, mais uma roubalheira ao Zé Povinho. Andam a cobrar às famílias portuguesas para darem subsídios a grandes empresas. Lá está a “amigocracia” a funcionar! Grandes Ladrões!!!

  2. Claro que lá vem os comentadores do costume criticar o modelo e até pode ter havido favorecimentos mas um sistema do género faz todo o sentido. Também pagamos montes de seguros e muitos deles nunca chegam a ser accionados. É simplesmente a mesma coisa

RESPONDER

Entre indiretas a Rui Moreira e farpas a Costa, Rio acusa PS de ter desistido de ganhar o Porto

O Presidente do PSD participou na apresentação da candidatura de Vladimiro Feliz, que considera "competente" e "trabalhador" à Câmara do Porto. Por outro lado, Rio usou a ocasião para acusar o PS de ir a …

Cientistas descobrem o segredo das pessoas que vivem mais de 105 anos

Uma equipa de investigadores descobriu que os idosos que vivem mais de 105 anos tendem a possuir uma base genética única que torna os seus corpos mais eficazes na reparação de ADN. Esta é a primeira …

Quem já teve covid-19 pode agendar vacina em junho. No verão, vacinados podem vir a deixar máscara

Os doentes recuperados há mais de seis meses de infeção por SARS-CoV-2 vão poder marcar a sua vacinação através do portal de auto-agendamento a partir da primeira semana de junho, confirmou fonte da task force …

Governo aprova 11 milhões de euros para SIRESP de indemnização compensatória

A indemnização compensatória foi aprovada no dia em que o Presidente da República promulgou o decreto-lei que define o modelo transitório de gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede de comunicações do Estado SIRESP. O …

Tal como os humanos, há animais que podem sofrer ataques cardíacos (mas é raro)

Todos os dias milhões de pessoas no mundo são vítimas de ataques cardíacos. Mas será possível que também os animais possam passar por isto? Um ataque cardíaco ocorre quando um vaso sanguíneo que distribui sangue oxigenado …

Antigos corais revelam terramoto em "câmara lenta". Durou 32 anos

Uma equipa de investigadores descobriu um terramoto em "câmara lenta" que durou 32 anos - o mais lento já registado. O sismo levou eventualmente ao catastrófico terramoto de Sumatra em 1861. Terramotos de "câmara lenta" ou …

Astrónomos encontram uma das mais antigas estrelas do Universo

Uma equipa de investigadores descobriu uma estrela gigante vermelha a 16 mil anos-luz de distância que parece ser um membro da segunda geração de estrelas do Universo. Embora tenhamos uma boa compreensão da forma como o …

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …