Enfermeiros confirmam marcação de nova “greve cirúrgica”. Vai durar mês e meio

Rodrigo Antunes / Lusa

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor) e a Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) delinearam uma nova greve nos blocos operatórios com início a 14 de janeiro e fim previsto para 28 de fevereiro.

A nova paralisação que vai durar cerca de um mês e meio abrangerá sete unidades hospitalares, mas pode ser vir a ser suspensa caso haja acordo com o governo.

Além dos Centros Hospitalares Universitários do Porto e S. João, que estão em greve até ao final do ano, a nova paralisação irá envolver o Centro Hospitalar entre Douro e Vouga, Centro Hospitalar Gaia/Espinho, Centro Hospitalar Tondela/Viseu, Hospital de Braga e o Hospital Garcia de Horta.

O anúncio foi feito esta quarta-feira e o presidente do Sindepor, Carlos Ramalho, defendeu que “não foi uma decisão fácil” escolher os locais de paralisação, mas assegura “não se pretende desgastar a mesma população das mesmas regiões”, em declarações à TSF.

Não foi uma decisão fácil escolher os locais porque, neste momento, os enfermeiros estão de tal forma motivados e a quererem continuar os processos de luta que havia muitas mais instituições onde os enfermeiros pretendiam ter entrado”, explica Carlos Ramalho, presidente do Sindepor.

Ainda assim a greve pode vir a ser suspensa caso o Governo e os sindicatos entrem em acordo na reunião agendada para o próximo dia 3 de janeiro. Os sindicatos vão reunir com a equipa liderada pela ministra da Saúde, Marta Temido, por forma a encontrar soluções para as carreiras dos enfermeiros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …

Proteção Civil quer que bombeiros voltem a ser obrigados a usar cinto de segurança

A estrada mata mais bombeiros do que os incêndios. Por isso, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil criou um grupo específico para analisar o problema. Rui Ângelo, chefe da Divisão de Segurança, Saúde e …

Estratégia prevê rede de bancos de leite materno e revisão das licenças para amamentar

A ENALCP apresentada esta quarta-feira prevê a criação de uma rede nacional de bancos de leite materno e a revisão dos diretos de parentalidade. Ambientes favoráveis deverão ser também revistos. A Estratégia Nacional para a Alimentação …