Sindicância à Ordem dos Enfermeiros continua até haver decisão sobre providência cautelar

Nuno Fox / Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido

O Ministério da Saúde disse que foi esta segunda-feira notificado da junção pela Ordem dos Enfermeiros de dois pareceres jurídicos à providência cautelar interposta por aquela entidade, mas adianta que a sindicância vai prosseguir até haver decisão neste processo.

A bastonária dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, anunciou esta segunda-feira que a Ordem dos Enfermeiros (OE) não vai fornecer mais documentos no âmbito da sindicância ordenada pelo Ministério da Saúde em abril à Ordem sem ordem judicial, porque a considera ilegal.

A decisão da OE baseia-se num parecer do professor catedrático e especialista em questões do regime de proteção de dados Alexandre Sousa Pinheiro e num parecer do professor catedrático de Direito Constitucional e de direito Administrativo Paulo Otero que sustentam a posição da Ordem dos Enfermeiros face à sindicância, de que “é ilegal”.

Ana Rita Cavaco disse, em conferência de imprensa, que iria informar a ministra da Saúde, Marta Temido, de que a Ordem dos Enfermeiros apenas dará cumprimento a injunções que lhe sejam efetuadas pelos tribunais e lhe iria entregar os dois pareceres jurídicos.

Contactado pela agência Lusa, o Ministério da Saúde afirmou que “foi notificado, através da Jurisapp, da junção, pela Ordem dos Enfermeiros, de dois pareceres jurídicos aos autos da providência cautelar interposta” pela OE. “A referida providência cautelar ainda não teve decisão, pelo que, até lá, a sindicância prossegue“, afirma o Ministério da Saúde numa resposta escrita, adiantando que continua a aguardar a entrega do relatório final da sindicância pela Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.

A providência cautelar interposta pela Ordem contra o Ministério da Saúde e contra Marta Temido visa suspender a sindicância à Ordem por considerar, segundo o advogado da OE, Paulo Graça, que “padece de múltiplas ilegalidades” e é motivo de danos de natureza patrimonial e não patrimonial.

No parecer divulgado pela OE, Paulo Otero afirma que “o Ministério da Saúde tem agido sobre a ordem dos Enfermeiros como se a ordem jurídica vigente fosse semelhante ao modelo corporativo do Estado fascista italiano ou do Estado Novo português“.

Sublinha ainda que a IGSA trata a OE “como se se tratasse de um órgão do Estado, aplica-lhe os diplomas reguladores da atividade inspetiva da administração central e entra pelas instalações da Ordem dos Enfermeiros como se tratasse de um departamento subordinado hierarquicamente ao Ministério da Saúde”.

Aludindo ao modo com a IGAS atuou na sede da OE no dia 13 de maio, o professor catedrático afirma que o seu comportamento “consubstancia um atentado gravíssimo à autonomia da instituição e ao próprio Estado de direito democrático, verificando-se que nem durante o Estado Novo alguma vez o Governo adotou semelhante conduta face às ordens profissionais”.

Sobre esta situação, a Ana Rita Cavaco avançou que vai apresentar queixas-crime relativamente à atuação dos inspetores da IGAS, que invadiram, com a ajuda da PSP, as instalações da Ordem dos Enfermeiros.

“Atenta a prática de atos materiais por parte dos senhores sindicantes, designadamente por ordem da senhora Inspetora Geral da IGAS, os quais configuram os crimes de sequestro qualificado, furto qualificado, coação agravada, introdução em lugar vedado ao público, abuso de poder, acesso ilegítimo a dados informáticos, dano, difamação agravada e ofensa a pessoa colectiva agravada, será nesta data apresentada participação ao Ministério Público para os devidos efeitos”, adiantou depois a OE em comunicado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …

Saída de juíza dita repetição da fase de instrução do caso Hells Angels

A saída do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) da juíza que dirigiu cerca de 40 sessões da instrução do caso Hells Angels vai obrigar à repetição desta fase, revelou à Lusa fonte ligada ao …

Conselho Europeu termina sem acordo sobre Orçamento

O Conselho Europeu extraordinário em Bruxelas consagrado ao orçamento plurianual da União para 2021-2027 terminou, esta sexta-feira, sem acordo. O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, lamentou este desfecho e sublinhou que os líderes dos 27 Estados-membros …

Absolvidos médicos que não detetaram tumor cerebral em jovem de 19 anos

O Tribunal da Relação do Porto absolveu os quatro médicos que não diagnosticaram um tumor cerebral a uma jovem que acabou por morrer. O caso de Sara Moreira, a jovem de 19 anos que morreu com …

Isabel dos Santos está 100 milhões mais "pobre" (e uma das suas empresas em Portugal tenta evitar a falência)

A fortuna de Isabel dos Santos está avaliada em 2,2 mil milhões de dólares, o que a mantém como a mulher mais rica de África, mas a empresária angolana perdeu 100 milhões de dólares em …

Polícia indiana vai proteger Trump com fisgas (por causa dos macacos selvagens)

Polícia armada com catapultas foi designada para proteger o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de macacos selvagens durante a sua visita ao Taj Mahal, na Índia. Entre 500 e 700 macacos rhesus vivem no mausoléu …

Análises negativas a dois passageiros do navio Westerdam que chegaram a Lisboa

Dois residentes em Portugal que eram passageiros do navio MS Westerdam, que esteve atracado no Camboja, foram submetidos a análises laboratoriais para o novo coronavírus e os resultados foram negativos. Num comunicado divulgado hoje no seu …

Morreu o escritor Vasco Pulido Valente

O escritor e cronista morreu, esta sexta-feira, aos 78 anos de idade, em Lisboa. O Público, jornal no qual foi cronista desde a sua fundação, confirmou junto de fonte familiar que Vasco Pulido Valente morreu, esta …

Tribunal autoriza Tesla a derrubar floresta na Alemanha para construir fábrica

A justiça alemã permitiu à Tesla, empresa liderada por Elon Musk, destruir 92 hectares na Alemanha para construir uma fábrica de grandes dimensões. Esta será a sua primeira fábrica na Europa. Como informou o Deutsche Welle, citado …