Nem sim, nem não. João Ferreira não esclarece se daria posse a um Governo com apoio do Chega

GUE/NGL / Flickr

O eurodeputado João Ferreira, candidato pelo PCP à Câmara de Lisboa em 2017

Numa entrevista concedida à RTP, o candidato presidencial João Ferreira não foi claro quanto à possibilidade de dar posse a um Governo de direita com o apoio do Chega.

Esta segunda-feira, João Ferreira, candidato comunista às eleições presidenciais de 24 de janeiro, deu uma entrevista à RTP na qual não esclareceu se daria posse a um Governo de direita com o apoio do Chega. Ainda assim, o eurodeputado disse que teria de “ter em conta” as posições “contrárias a princípios e valores constitucionais” do partido.

Enquanto Presidente da República que jura “cumprir e fazer cumprir a Constituição”, João Ferreira “não deixaria de ter em conta” que o Chega é uma “força que declaradamente, nos seus princípios e na sua ação, assume posições contrárias a princípios e valores“.

O candidato não respondeu diretamente à questão, mas afirmou que tudo faria “para evitar chegar a uma situação em que o Presidente fosse confrontado” com este cenário. “Não abdicaria de nenhum dos poderes, mas o Presidente não pode, não deve inventar poderes.”

A pergunta tem sido colocada a vários candidatos à Presidência da República. Ana Gomes e Marisa Matias disseram que não o fariam, enquanto que o atual chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, admitiu que daria posse a um Governo nessas condições.

Para o candidato comunista, o “problema do crescimento de forças de extrema-direita, de cariz antidemocrático” tem outro problema por trás: “a ausência de resposta a problemas que as pessoas sentem nas suas vidas”, como “a falta de emprego” ou “a instabilidade de emprego”.

João Ferreira entende que é “a falta de perspetivas de realização no presente e no futuro que arrasta muita gente a apoiar essas forças” que, por sua vez, são “apoiadas por setores poderosos do poder económico, que têm projetos claramente de confronto com o regime democrático”.

Na mesma entrevista, o eurodeputado abordou o homicídio de um cidadão ucraniano nas instalações do SEF do aeroporto de Lisboa, considerando “inqualificável“. O candidato a Belém entende que deve ser criado um mecanismo de garantia de direitos, que pode não excluir a extinção do SEF.

Por outro lado, considerou “anacrónico” o modelo de segurança nacional vigente em Portugal, pela ambiguidade da demarcação de competências entre a PSP e a GNR.

Em relação à TAP, João Ferreira referiu que uma gestão integrada dos aeroportos e da companhia aérea teria permitido enfrentar a crise causada pela pandemia de covid-19 em melhores condições. A reestruturação não pode destruir as condições indispensáveis para a presença da TAP enquanto companhia aérea de bandeira, quando for retomado o tráfego aéreo.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Racismo: Alonso não se ajoelha. "É adulto e tomou a sua decisão"

Treinador do Chelsea comentou a decisão do espanhol, que deixou de se ajoelhar antes dos jogos do campeão europeu. Há alguns meses que, antes de cada jogo da Premier League, todos os jogadores e árbitros se …

V. Guimarães contrata dois jovens ao FC Porto por 15 milhões. Rui Pinto pede investigação

Os valores envolvidos nas transferências de Rafael Pereira e Francisco Ribeiro do FC Porto para o Vitória SC têm gerado polémica. Rui Pinto pede uma investigação. Rafael Pereira e Francisco Ribeiro são reforços do Vitória de …

Costa aventurou-se em terreno inimigo e deu o mote para as críticas aos comunistas

António Costa mandou algumas indiretas ao PCP, mas as principais críticas ao parceiro de 'geringonça' ficaram sob responsabilidade dos candidatos socialistas. Esta terça-feira, António Costa aventurou-se em terreno inimigo. No espírito de disputa com comunistas, o …

Revendedores de combustíveis ameaçam fechar bombas em protesto contra limites aos lucros

Os revendedores de combustíveis ameaçam "encerrar temporariamente os postos de abastecimento" como forma de protesto devido à nova lei, aprovada no Parlamento, que impõe limites às margens de lucro na comercialização de combustíveis. Após o alerta …

Libertação da sociedade antes das eleições não vai influenciar resultados autárquicos

Portugal está cada vez mais próximo de atingir os 85% de população vacinada, o que significa que a última fase do processo de desconfinamento está cada vez mais próxima. Mas poderá essa decisão ter alguma …

Aos 60 anos, vice-presidente do Suriname participou em jogo internacional (e distribuiu dinheiro no balneário)

Aos 60 anos, o vice-presidente do Suriname, Ronnie Brunswijk, jogou 54 minutos de uma partida internacional de clubes. No final, distribuiu dinheiro pelos jogadores no balneário. Ronnie Brunswijk, vice-presidente do Suriname, tem 60 anos e é …

Rui Costa é candidato à presidência do Benfica num "dos momentos mais desafiantes da história" do clube

Rui Costa vai candidatar-se à presidência do Benfica nas eleições para o quadriénio 2021-2025, marcadas para 9 de outubro, anunciou esta terça-feira o ex-futebolista internacional português, que assumiu a liderança do clube lisboeta após a …

Pirâmide Maia foi construída em resposta a uma erupção vulcânica

Uma equipa de arqueólogos que estava a fazer escavações perto da enorme pirâmide Maia no Vale Zapotitán, em El Salvador, descobriu algo impressionante. Os investigadores descobriram que a pirâmide Maia de San Andrés começou a ser …

Inédito: competição vai juntar todas as equipas de dois campeonatos

Já a pensar no Mundial 2026, a Leagues Cup vai ser realizada todos os anos, com os clubes da Major League Soccer e da Liga MX. Será um "capítulo monumental para o futebol norte-americano", seguindo palavras …

Estado paga 460 mil euros por mês em subvenções vitalícias. Ex-político recebe o valor mais alto

Há 310 ex-políticos e ex-juízes que têm direito a receber uma subvenção vitalícia do Estado. O número baixou um pouco relativamente a 2020, mas, ainda assim, representa um gasto mensal de 460 mil euros de …