Sim, a forma mais eficaz de perder peso é “fechar a boca”

daniellehelm / Flickr

Comer ou não comer, eis a questão

Depois de muitos e diversos estudos científicos, a conclusão inequívoca é esta: a forma mais eficaz de perder peso com o mínimo esforço é “fechar a boca”.

Não há ninguém que nunca tenha ouvido falar deste famoso mantra: “Comer bem e fazer exercício físico”. Mas qual destas coisas faz a maior diferença quando se trata de ajudar na perda de peso? Ir ao ginásio quatro vezes por semana ou pedir uma salada em vez de um hambúrguer com batatas fritas?

O Science Alert foi pedir uma opinião a Philip Stanforth, professor de Ciência do Exercício da Universidade do Texas e diretor executivo do Fitness Institute of Texas, nos EUA, e a resposta foi esta: “Os estudos científicos tendem a mostrar-nos que, em termos de perda de peso, a alimentação desempenha um papel muito maior do que o exercício físico”.

E quando falamos num “papel muito maior”, é isso mesmo que queremos dizer. Praticar exercício físico requer tempo e um esforço consistente, demora mais tempo até vermos resultados e queima muito menos calorias do que a maioria das pessoas pensa.

Em alternativa, existem vários alimentos com alto teor de açúcar, gordura e calorias que podemos cortar das nossas dietas para vermos uma grande mudança na nossa cintura, às vezes, durante um período de tempo bastante curto.

“Temos de andar 56 quilómetros para queimar 3.500 calorias. Isso é andar muito. Mas se olharmos para o que estamos a comer, um Snickers, por exemplo, deve ter à volta de 500 calorias. Vai ser muito mais fácil não comer o chocolate do que andar oito quilómetros todos os dias”, explica Stanforth.

Além disso, são várias as pesquisas que suportam esta teoria.

Uma revisão de 20 estudos que envolveram mais de três mil pessoas, publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition, em 2014, descobriu que dietas ricas em proteínas e refeições que substituem refeições pesadas por alimentos com baixas calorias estavam ligadas a melhores resultados em termos de ajudar as pessoas a manterem o peso depois de um período de dieta com redução de calorias quando comparadas com o exercício físico.

Outra revisão publicada em 2011, que analisou a relação entre a massa gorda e a atividade física em crianças, concluiu que ser ativo não é o fator determinante no peso.

Ainda assim, o exercício não deve ser totalmente posto de lado. É um fator crucial para a saúde em muitos outros aspetos e pode, de facto, ajudar a mantermos um peso saudável. Alguns estudos, por exemplo, sugerem que as pessoas que perdem peso e mantêm-se em forma são as que comem bem e se exercitam regularmente.

E como não praticar exercício quando está provado que ajuda a melhorar o humor, a proteger-nos dos efeitos prejudiciais do envelhecimento, a gerir melhor os efeitos do stress, depressão, ansiedade e a construir e manter os músculos?

Por isso, se uma das suas resoluções para 2018 é perder peso, considere fazer um ajuste na sua alimentação e não se esqueça: praticar desporto só vai ajudar a alcançar o objetivo.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas explicam porque trabalhar à noite faz mal aos intestinos

As pessoas que trabalham à noite têm mais probabilidades de desenvolver inflamações intestinais, porque há células que contribuem para a saúde intestinal que deixam de receber informações vitais do cérebro, indica um estudo divulgado esta …

Marinha dos EUA admite que vídeos de OVNI's são verdadeiros (e não era suposto ninguém saber)

A Marinha dos EUA confirmou que imagens de OVNIs que surgiram nos últimos anos são reais e que nunca pretenderam que o vídeo fosse visto pelo público. As imagens que apareceram pela primeira vez online em …

O Pólo Norte vai ter um hotel de luxo (iluminado pelas auroras boreais)

https://vimeo.com/360873720 O hotel "mais a norte do mundo" só existirá durante um mês e o glamping de luxo será para muito poucos: o custo é de 95 mil euros por pessoa por três dias. Em 2020, o …

Whitney Houston vai regressar aos palcos (em holograma)

Whitney Houston vai "regressar" aos palcos, em formato holograma. Foi anunciada uma digressão da cantora por várias salas do Reino Unido, em 2020. Os planos para uma digressão de holograma de Whitney Houston têm sido discutidos …

Victor Vescovo diz que chegou ao ponto mais profundo dos oceanos. James Cameron não concorda

James Cameron levantou dúvidas sobre as recentes declarações de Victor Vescovo sobre ter quebrado o recorde do mergulho mais profundo no oceano, dizendo que o empresário não pode ter descido mais, uma vez que não …

Par de patinadores no gelo mais medalhado de sempre anuncia fim da carreira

Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram esta quarta-feira o fim da carreira. “Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos …

Elon Musk é o líder mais inspirador da tecnologia da atualidade

Elon Musk foi nomeado o líder mais inspirador no setor da tecnologia, de acordo com um estudo publicado pela Hired, uma plataforma para contratação de pessoal em 14 cidades em todo o mundo. O estudo, chamado …

De portas abertas para quem precisa. Frigoríficos solidários crescem em Paris

A Cantina do 18.º bairro parisiense foi o primeiro espaço deste projeto solidário, inaugurado há dois anos. Atualmente existem 38 restaurantes em França que acolhem os frigoríficos solidários. Em dois anos, o projeto dos frigoríficos solidários …

Imigrante do Bangladesh em Itália encontra e devolve carteira com 2 mil euros

Mossan Rasal, um bangladeshiano de 23 anos que vive em Roma, encontrou na rua uma carteira com dois mil euros, documentos de identificação, cartões de crédito, carta de condução. Em vez de retirar o dinheiro e …

Austrália conclui que China foi responsável por ciberataque ao parlamento

A agência de inteligência cibernética da Austrália (ASD) concluiu que a China foi a responsável por um ataque informático, no início deste ano, contra o parlamento nacional. Os serviços de inteligência australianos (Australian Signals Directorate) concluíram …