Setembro foi o mais quente de sempre em Portugal

Joseolgon / Wikimedia

Praia dos Caneiros, em Lagoa, no Algarve

O mês de setembro de 2018 vai ficar para a história. Dados provisórios do IPMA mostram que não havia um setembro tão quente desde que há registos.

Com recursos a dados até dia 27, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê que este será, “muito provavelmente”, o setembro mais quente desde que há registos, com uma temperatura média de 23,1ºC.

Segundo o Público, deste universo que vai até 1931, setembro de 1985 é o segundo mês mais quente, com uma média de 22,89ºC.

“À partida deverá ser o Setembro mais quente porque a diferença para o que vem a seguir, que foi em 1985, ainda é razoável”, explicou Vanda Pires, meteorologista da divisão de clima e alterações climáticas do IPMA, sobre os dados fornecidos ao diário a 28 de Setembro.

Haver dias quentes em setembro não é anormal. O que é pouco comum é que sejam tantos e tão constantes. As temperaturas estiveram quase sempre acima dos valores médios de 1971 a 2000, a partir dos quais o IPMA avalia o quão distante um determinado período está daquilo que se considera ser normal.

Setembro de 2018 caracterizou-se “por valores médios da temperatura do ar muito altos e muito superiores aos respetivos valores normais”. Mas, para o IPMA, a principal anomalia verificou-se na temperatura máxima: 4ºC acima do que é considerado normal.

Já os valores da temperatura média foram 2,8ºC acima do esperado para esta altura do ano e a mínima ficou 1,6ºC acima. O primeiro dia do mês de setembro foi o mais quente, tendo a temperatura máxima chegado aos 36ºC, a média aos 27,2ºC e a mínima aos 18,3ºC.

Durante o mês, o IPMA registou ainda duas ondas de calor – pelo menos seis dias consecutivos com uma temperatura máxima diária superior a 5ºC ao valor médio do período de referência. Uma, de 10 a 17 de setembro, que afetou as regiões de Trás-os-Montes, Viseu e Santarém, e outra, de 19 a 27, que só não abrangeu as regiões costeiras acima do Cabo da Roca e Algarve e o Nordeste Transmontano.

No que diz respeito à precipitação, o mês de setembro foi extremamente seco. A 27 de Setembro, “verificou-se um aumento da área em seca meteorológica em todo o território” – 91.6% estava em seca fraca e 6,8% em seca moderada.

O fenómeno pode ser explicado pelo anticiclone dos Açores que está posicionado de uma forma que está a “bloquear as massas de ar mais frias e as depressões que trazem alguma precipitação e descida da temperatura”, explicou Vanda Pires.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …