Supremo decidiu. Sérgio Moro foi parcial quando julgou Lula da Silva

O Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro decidiu que o ex-juiz Sergio Moro foi parcial ao condenar o antigo Presidente Lula da Silva no caso do apartamento triplex do Guarujá, no âmbito da Lava Jato.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil considerou esta terça-feira que Lula da Silva não foi tratado de forma imparcial no caso do apartamento Triplex.

Com três votos a favor e dois contra, o STF decidiu dar razão a Lula e a decisão foi motivada pela mudança do sentido de voto da magistrada Cármen Lúcia. Desta forma, as condenações por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso Tríplex ficam anuladas e terão de voltar à estaca zero.

Em 2018, Cármen Lúcia tinha decidido pela declaração de imparcialidade do juiz e ex-ministro da Justiça no governo liderado por Jair Bolsonaro.

Agora, e segundo a imprensa brasileira, Cármen Lúcia considerou que os elementos entretanto acrescentados ao processo permitiram uma nova análise sobre os fatos levantados pela defesa de Lula da Silva.

A sentença que condenou Lula já tinha sido anulada por outra decisão, determinada pelo juiz do STF Edson Fachin, que apontou a incompetência da Justiça Federal do Paraná para analisar os processos de Lula, e anulou todas as suas condenações no âmbito da Lava Jato de Curitiba.

Isto não significa, porém, que o antigo chefe de Estado brasileiro tenha sido considerado como inocente já que os processos serão remetidos para a justiça do Distrito Federal, que vai reavaliar os casos e pode receber novamente as denúncias e reiniciar os processos anulados.

Segundo avança a Reuters, a equipa jurídica de Lula afirmou numa nota que “a decisão fortalece o sistema de justiça”.

No entanto, com a decisão, Lula da Silva voltou a ser elegível e recuperou os seus direitos políticos.

O ex-presidente admitiu na passada quarta-feira que existe uma possibilidade de concorrer à Presidência do Brasil caso o Partido dos Trabalhadores (PT) e os seus aliados concordem.

O antigo líder do Partido dos Trabalhadores foi condenado a 12 anos de cadeia por Sérgio Moro, por alegadamente ter recebido um apartamento triplex numa praia no litoral de São Paulo como “luvas” da construtora Odebrecht.

Lula esteve preso mais de um ano (580 dias) em Curitiba, acabando por ser libertado no final de 2019. O político de 75 anos, recorria da sentença em liberdade condicional desde então.

Sergio Moro deixou a magistratura para ser Ministro da Justiça e da Segurança Pública brasileiro, mas demitiu-se em abril na sequência da exoneração do diretor da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, pelo Presidente Jair Bolsonaro.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. O nojo da trupe toda dos fascistas Brasileiros. Gente desonesta até mais não! E o Lula é que ra corrupto e ladrão… Está-se a ver… Libertado pelo Supremo e o Juiz que o condenou acusado de parcialidade na acusação. Curiosamente o mesmo Juiz que Bolsonaro premiou por tentar lixar um Lula inocente, mas que lhe chamou Judas quando ele se demitiu e deu com a língua nos dentes.

  2. É uma tristeza. Agora vão soltar o ladrão que até já diz que se vai recandidatar. Neste aspeto Portugal e o Brasil são mesmo muito parecidos. As elites políticas e da justiça dormem juntas e fazem o que bem querem. É incrível como é que um ladrão como o Lula escapa impune.
    Apartamentos nos nomes dos amigos, petrobras e odebrecht a bombar, enfim. Por cá também já vimos disso.

    • Tu deves saber muito. Pois és mt claro na certeza que Lula ( o melhor presidente do brasil, e que quando saiu do cargo 84 % dos brasileiros consideraram os seus de bons/ mt bons). Entretanto a CIA enviou 400 milhões de reais para que a lava jato condenasse Lula, destruindo seu nome, de modo que um genocida tomasse o poder!!! Mas a História vai esclarecer as coisas. Mas tu que tens provas irrefutáveis que Lula e ladrao apresenta-as. Se não fizeres isso não passas de mais um de muitos crapulas fascistas que estão destruindo o Brasil.

  3. Quase Kafkiana a cousa toda.
    Aqui a banana come o macaco; o poste urina no cão; o juiz é condenado e a bandidagem é inocentada.
    Surreal.

RESPONDER

China vai limitar abortos. E nada tem a ver com saúde

A China vai reduzir o número de abortos realizados por motivos que não estejam relacionados com a saúde, anunciou o governo esta segunda-feira, avançando que serão também criadas medidas para evitar a gravidez indesejada. As autoridades …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: SL7, arte e paciência

Líder soma e segue. Leões e dragões vencem à justa. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. Líder reina no castelo Vitória SC 1 (Bruno Duarte 78', g.p.) – SL Benfica …

"Atropelamento e fuga." Terra e Vénus cresceram como planetas rebeldes

Planetas como a Terra e Vénus, que residem dentro de Sistemas Solares, são fruto de repetidas colisões. Esta conclusão desafia os modelos convencionais sobre a formação de planetas. Investigadores do Laboratório Lunar e Planetário (LPL) da …

A origem do "Gigante de Segorbe" pode finalmente ter sido esclarecida

Um novo estudo revela que a origem do "Gigante de Segorbe" pode ser bastante mais complexa daquilo que se pensava. O "Gigante de Segorbe", como é conhecido, foi um indivíduo encontrado por arqueólogos numa necrópole islâmica …

Instagram suspende planos de uma versão da aplicação para crianças

Para já, a empresa ainda não fez se se trata de um abandono temporário ou definitivo. Tempestade mediática em torno da influência das redes sociais na saúde mental dos jovens, sobretudo raparigas, pode ter influenciado …

Com todos os votos contados, PS vence com pior resultado que em 2013 e PSD conquista 113 câmaras

PS continua a ser o partido com mais representação autárquica em Portugal, apesar de cair para números anteriores à liderança de António Costa. PSD recupera das hecatombes de 2013 e 2017. Quase 24 horas depois após …

Presidente sul-coreano admite proibir consumo de carne de cão

O Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, admitiu, esta segunda-feira, a possibilidade de proibir o consumo de carne de cão, costume que se tornou "uma vergonha internacional", segundo fonte do seu gabinete. "Não terá chegado …

Pelo menos 24 países criaram novas leis para controlar o conteúdo na Internet, revela relatório

Autoridades de pelo menos 24 países, incluindo os Estados Unidos (EUA), estabeleceram novas regras que determinam o tratamento dos conteúdos por parte das plataformas 'online', concluiu um relatório da Freedom House. No seu relatório anual, intitulado …

Exames nacionais e provas de aferição deverão “retomar a normalidade” este ano

Depois de dois anos letivos condicionados pela pandemia da covid-19, o Governo está apostado em retomar, entre outras formas de avaliação, a obrigatoriedade de exames nacionais nas disciplinas de conclusão do ensino secundário. Os exames nacionais …

Advogados dizem que há questões "pontuais" por resolver no SEF do aeroporto de Lisboa

Responsável pela Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados reveleu que mantém uma "estreita relação e cooperação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e que o centro de instalação temporária no aeroporto …