Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua “gémea” dentro de si

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas.

De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha a sua “gémea” ainda em crescimento, alojada no seu abdómen por 17 anos. A gêmea tinha cabelos, dentes e até espinha.

Formalmente conhecido como fetus in fetu, a condição acontece quando um gémeo fetal é envolvido pelo outro muito cedo na gravidez. O feto não desenvolve o seu próprio sistema nervoso e cérebro, mas consegue viver. Sustenta-se através do seu irmão, tornando-se essencialmente um parasita.

Outra teoria sustenta que o segundo “feto” é, na verdade, uma forma complexa de tumor chamado teratoma. Esses tumores podem desenvolver diferentes tipos de tecidos de uma só vez, incluindo cabelos e dentes.

Independentemente de como a condição acontece, geralmente termina em aborto, devido à falta de nutrição disponível para o feto intacto. Mas mesmo quando alguém sobrevive, a condição geralmente é rapidamente detetada logo após o nascimento ou no início da infância.

Antes deste caso, de acordo com os médicos da mulher, havia apenas outros sete casos relatados de adultos a viver com um gémeo fetal. Até agora, todos eram homens.

A provação da mulher, detalhada pelos seus médicos no BMJ Case Reports, começou cinco anos antes de visitá-los. Foi quando ela e a família perceberam pela primeira vez que tinha um nó duro e deformado em redor do abdómen. Nos cinco anos seguintes, o caroço cresceu gradualmente, causando dor periodicamente.

Quando a jovem de 17 anos visitou os médicos, não conseguia comer muito antes de se sentir cheia, provavelmente porque o caroço começou a pressionar os seus órgãos internos.

No exame físico inicial, suspeitava-se que o nódulo fosse um tumor. Mas quando fizeram uma tomografia no nódulo, encontraram depósitos de cálcio que pareciam “a forma das vértebras, costelas e ossos longos”.

De acordo com o relatório, o conteúdo do tumor “consistia em pêlos, ossos maduros e outras partes do corpo”. As partes do corpo incluíam “múltiplos dentes e estruturas parecidas com botões dos membros”. O seu tamanho – 36 centímetros de comprimento por 16 de largura e 10 de altura – também o tornou no maior já encontrado num caso destes.

Com a perda da massa, a mulher teve uma recuperação rápida e sem incidentes. Dois anos depois, a indiana está bem. “Estou a sentir-me muito bem e o meu abdómen está agora liso e os meus pais também estão muito felizes”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Crianças e adolescentes são quem mais consome açúcar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que teve por base o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, concluiu que as crianças e os adolescentes são quem mais consome …

A Rússia já sabe como apareceu a fissura na nave Soyuz (mas não revela)

A Corporação Espacial Estatal da Rússia, Roscosmos, já sabe qual é a origem da fissura encontrada há um ano na nave Soyuz MS-09, acoplada à Estação Espacial internacional. Mas não revelará mais informações. "O buraco foi …

SIVRAC, a bicicleta elétrica que se dobra em apenas um segundo

Com um quadro em forma de "X" e dobrável num estalar de dedos, a nova SIVRAC promete ser uma solução prática para quem viaja, por exemplo, de bicicleta para o trabalho. A bicicleta é um …

Porto 2-1 Young Boys | Dragão de duas faces com estreia feliz

O FC Porto entrou na Liga Europa com o pé direito, ao vencer o Young Boys por 2-1, no Estádio do Dragão. Uma primeira parte de enorme qualidade, na qual os suíços só por uma …

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …

PSV 3-2 Sporting | “Leão” vendeu cara uma derrota injusta

O Sporting iniciou a sua participação na fase de grupos da Liga Europa com uma derrota amarga na Holanda, na visita ao PSV, por 3-2. Seis minutos fatais na primeira parte deixaram os “leões” em desvantagem …

Políticos da Coreia do Sul estão a rapar o cabelo (e já se sabe porquê)

Políticos da oposição na Coreia do Sul estão a rapar o cabelo em protesto contra a nomeação de um ministro da Justiça cuja família está a ser investigada por suspeita de irregularidade. O vice-presidente do parlamento, …