Seleção dá metade do prémio de qualificação do Euro2020 ao futebol amador

A seleção portuguesa de futebol vai dar metade do prémio de qualificação para o Campeonato da Europa de 2020 ao fundo de apoio às competições não profissionais, canceladas devido à pandemia de covid-19.

Em comunicado divulgada esta segunda-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou que “os jogadores da seleção, a equipa técnica, os dirigentes de topo da FPF e o ‘staff’ da equipa nacional decidiram ceder metade do prémio de qualificação para o Euro2020 ­ao fundo criado para auxiliar o futebol amador”.

“A verba reforçará o fundo de apoio às competições criado pela FPF e que prevê a distribuição de 4,7 milhões de euros às associações distritais e clubes de futebol não profissional, para que jogadores e treinadores possam ser apoiados até ao final da época 2019/20”, detalha o organismo.

O Campeonato de Portugal [terceiro escalão do futebol nacional] e as restantes competições seniores não profissionais foram canceladas na quarta-feira, depois de os campeonatos de futebol e futsal dos escalões de formação terem tido o mesmo desfecho, numa decisão tomada em 27 de março último, devido ao estado de emergência provocado pelo novo coronavírus.

As competições profissionais, I Liga e II Liga, continuam suspensas, após 24 das 34 jornadas, bem como a Taça de Portugal, que tem Benfica e FC Porto como finalistas.

Vontade de continuar a ajudar

A seleção portuguesa, campeã da Europa, dedicou uma mensagem aos jogadores das competições organizadas pela FPF, que, devido ao “não profissionalismo, sentem um impacto ainda maior da pandemia de covid-19 nas suas vidas”, reiterando “a vontade de continuar a ajudar, quer individualmente quer coletivamente, os portugueses afetados”.

“Se acreditamos fortemente que a solidariedade se pratica e não se exibe, também considerámos importante dar um sinal público de que os jogadores da seleção nacional têm nos seus pensamentos todos aqueles que, fazendo parte da família do futebol, sentiram um maior impacto da pandemia de covid-19 nas suas vidas pessoais e familiares”, lê-se na mensagem da equipa das ‘quinas’.

Salientando a partilha das “mesmas inquietações em relação à saúde pública e segurança” dos mais próximos, assim como a “vontade de regressar aos relvados”, a seleção portuguesa decidiu apoiar a ‘família amadora’ da modalidade: “Também é verdade que estamos conscientes que o futebol nos proporcionou condições de vos podermos ajudar a superar os obstáculos com que se confrontam diariamente, ao mesmo tempo que contribuímos, esperamos, para os vossos futuros sucessos”.

Dentro deste espírito de camaradagem entre o futebol profissional e não profissional, decidimos, em equipa, abdicar de parte do nosso prémio de qualificação para o Euro2020”, remata o mesmo comunicado, acrescentando que este valor vai integrar o fundo criado pela FPF “destinado principalmente aos jogadores dos clubes de competições não profissionais”.

A UEFA atribui um prémio de participação de 9,25 milhões de euros a cada uma das 24 seleções presentes na fase final do Euro2020, que deveria realizar-se em 12 países entre 12 de junho e 12 de julho e foi adiada para 2021 (11 de junho a 11 de julho).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Oposição urge Boris Johnson a despedir assessor por ter violado o confinamento

Os partidos da oposição escreveram hoje ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, urgindo a demissão do assessor Dominic Cummings, a quem acusam de ter "abalado gravemente a confiança" da população nos apelos oficiais sobre a pandemia …

Atletas que sorriem durante as corridas gastam menos oxigénio

Os atletas que sorriem gastam menos oxigénio, trabalham de forma mais económica e têm um nível de esforço menor, refere um estudo realizado pelas universidades de Ulster e Swansea, divulgado esta terça-feira. Os investigadores pediram a …

OMS analisa possíveis primeiros casos de infeção de animais para o homem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admite que pelo menos três infeções por Covid-19 nos Países Baixos possam ser os primeiros casos conhecidos de transmissão do novo coronavírus dos animais para o homem, tendo martas …

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …