Seattle vai taxar as grandes empresas para ajudar os sem-abrigo

Na segunda-feira, o governo de Seattle, nos EUA, aprovou um imposto sobre as grandes empresas, como a Amazon ou a Starbucks, que pretende ajudar os sem-abrigo da cidade.

Por cada trabalhador a tempo inteiro em grandes empresas, a Câmara de Seattle, no estado de Washington, vai cobrar 275 dólares – cerca de 230 euros – anuais, numa iniciativa que pretende ajudar os sem-abrigo da cidade e acabar (ou, pelo menos, reduzir) a desigualdade.

A taxa entra em vigor em 2019 e a cada ano deverá somar cerca de 48 milhões de dólares, cerca de 40 milhões de euros por ano, que reverterão na totalidade para habitações a preços acessíveis ou para serviços a sem-abrigo. As habitações receberão 60% da taxa, e os serviços recebem os restantes 40%.

Este imposto não é uma novidade nos Estados Unidos, já que há outras cidades norte-americanas onde esta taxa já vigora. No entanto, a medida gerou algum descontentamento por parte dos que acreditam que o imposto irá ameaçar a economia local em expansão e prejudicar a criação de empregos.

Por outro lado, os apoiantes da decisão do Executivo de Seattle justificam que os grandes empresários, que beneficiaram com a prosperidade da cidade e contribuíram para o crescimento da desigualdade das rendas, devem pagar o imposto, de acordo com o The Guardian.

Na sexta-feira, o Executivo da cidade tinha aprovado uma proposta que pretendia cobrar 500 dólares por cada funcionário – quase 420 euros. No entanto, com a ameaça de veto da presidente da cidade, Jenny Durkan, o Executivo baixou o valor a cobrar e incluiu uma cláusula de cinco anos sobre as objeções dos defensores da legislação original.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Planetas anormalmente gigantes detetados a orbitar uma estrela jovem

Investigadores identificaram uma jovem estrela com quatro planetas do tamanho de Júpiter e de Saturno em órbita, a primeira vez que tantos enormes planetas foram detetados num sistema tão jovem. O sistema também quebrou o recorde …

Diminuição de insetos tem efeitos "inimagináveis" para os seres humanos

A diminuição do número de insetos é um problema muito mais grave do que se julgava. Nova investigação afirma que essa diminuição põe em causa cadeia alimentar e traz "consequências inimagináveis para os seres humanos". O …

Cientistas confirmam que os eletrões são perfeitamente redondos

Com uma precisão sem precedentes, cientistas mediram a forma da carga de um eletrão confirmando que é extremamente redonda. O resultado apoia o Modelo Padrão das Partículas Física e força a revisão de várias teorias …

Morte de Khashoggi foi um "erro monumental". Riade diz não saber do corpo

Em entrevista à Fox News, o ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Adel al-Jubeir, afirmou neste domingo não saber onde se encontra o corpo do jornalista Jamal Khashoggi, considerando que a sua morte foi um "erro monumental". …

Médicos voltam a integrar Conselho Nacional de Saúde após renúncia do presidente

A Ordem dos Médicos decidiu voltar a integrar o Conselho Nacional de Saúde, após a renúncia ao cargo do atual presidente do organismo, disse à agência Lusa o bastonário. De acordo com Miguel Guimarães, o Conselho …

Numa vila turca, os muçulmanos têm rezado na direção errada durante décadas

Os muçulmanos de uma pequena aldeia no oeste da Turquia foram obrigados a ajustar as suas orações, depois de descobrirem que estavam a rezar na direção errada durante décadas.  A descoberta partiu do imã Isa Kaya, …

Há um superaglomerado de galáxias escondido no Universo primitivo

É a maior estrutura astronómica alguma vez conhecida do antigo Universo. As evidências sugerem que a sua massa seja equivalente às maiores estruturas encontradas no Universo atual. A equipa de investigadores, liderada por Olga Cucciati, do …

Trump anuncia saída dos EUA de tratado nuclear com a Rússia

Os Estados Unidos vão retirar-se de um tratado sobre armas nucleares assinado com a Rússia durante a Guerra Fria, anunciou hoje o presidente norte-americano, Donald Trump, acusando Moscovo de violar o acordo “há muitos anos”. “A …

Os portugueses têm menos filhos do que gostariam

A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa. Mónica Ferro, que neste …

"Piranha" da era dos dinossauros aterrorizou os mares do Jurássico

Uma nova espécie de peixe, semelhante a uma piranha e que viveu há 150 milhões, no tempo dos dinossauros, é descrita na edição desta sexta-feira da revista científica Current Biology. O peixe ósseo tinha dentes como …