Sindicato denuncia que São João também ficou sem radiologistas à noite

José Coelho / Lusa

Hospital de São João, Porto

O Hospital de São João juntou-se ao Hospital de São José e ficou sem radiologistas à noite, diz o Sindicato, que garante que a retirada foi feita “pela calada”. Já o Centro Hospitalar São João (CHSJ) desmente.

Primeiro, o Hospital de São José, em Lisboa. Agora, também o Hospital de São João, no Porto, ficou sem radiologistas à noite. A denúncia partiu do Sindicato Independente dos Médicos.

À TSF, o presidente Jorge Roque da Cunha diz que esta mudança foi feita recentemente – há cerca de um ou dois meses – “pela calada”. A denúncia só surge agora porque, segundo o responsável, a suspeita demorou algum tempo a ser confirmada pela delegada sindical do hospital.

No entanto, o Centro Hospitalar São João desmente a falta de radiologistas à noite, garantindo que o sistema se mantém inalterado há 10 anos, não tendo havido qualquer mudança recente.

Assim, o CHSJ garante 24 horas por dia radiologia convencional, neurradiologia e neurradiologia de intervenção. A TAC de corpo, entre as 8 e a 1h, é assegurada exclusivamente pelo CHSJ, enquanto que entre a 1h e as 8h é assegurada por telerradiologia.

Segundo o CHSJ, os exames são realizados no São João e os relatórios são feitos à distância. Também a ecografia é assegurada pelo CHSJ entre as 8h e a 1h, enquanto que entre a 1h e as 8h só ecografias emergentes, realizadas pelo Serviço de Urgência.

À semelhança do São José, o Hospital de São João é um dos maiores hospitais da cidade e da região, para onde são encaminhados os casos de saúde mais graves. O sindicato diz não fazer sentido em situações de urgência recorrer a empresas externas que, pela telemedicina, avaliam os exames realizados aos pacientes.

Jorge Roque denuncia que os radiologistas foram retirados “pela calada da noite, sem grande alarido e sem praticamente ninguém se aperceber”, informação contrariada pelo São João.

À TSF, o presidente sindical afirma que o fim dos radiologistas à noite põe em causa a saúde dos doentes. “Não é a mesma coisa ter um radiologista presente fisicamente e ter um radiologista a relatar um exame a alguns quilómetros de distância”, afirma Jorge Roque.

O presidente do Sindicato Independente dos Médicos lança, inclusivamente, um desafio ao Ministério da Saúde: “fazer uma investigação de quantas não conformidades é que as empresas externas de prestação de serviços acabam por cometer, inclusive erros de diagnóstico com necessidade de repetição de exames”.

Há um mês, quando foi noticiado o fim dos radiologistas à noite no Hospital de São José, a administração do centro hospitalar garantiu que o uso da telemedicina é comum nos hospitais nacionais e internacionais, admitindo se ruma boa prática de recursos humanos, não colocando em risco os doentes.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ah, pagam empresas externas pelo serviço de telemedicina???
    Então porque não pagar aos próprios radiologistas uma quota parcial para estarem “de prevenção” em casa para as avaliações em telemedicina?
    Aposto que sai mais barato.

    Ah, pois, mas assim não dão a ganhar aos amigos de bolso……

RESPONDER

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …