Sangue com Ébola roubado na Guiné perdido para sempre

Um responsável governamental da Guiné-Conacri admitiu esta segunda-feira que o recipiente térmico contendo uma amostra de sangue infetacdo com o mortal vírus Ébola, roubado a caminho de um laboratório, dificilmente será recuperado.

Um bando de ladrões assaltou um táxi na semana passada, perto da cidade de Kissidougou, que transportava a amostra, proveniente do município central de Kankan para Gueckedou, no sul do país, a cerca de 265 quilómetros de distância.

Estamos certos de que não conseguiremos encontrar esse recipiente térmico. Com a atenção da comunicação social em torno do caso, temos a certeza de que os bandidos já se livraram dele”, disse Fode Tass Sylla, porta-voz da unidade governamental de resposta ao Ébola.

Segundo Tass, o vírus não terá sobrevivido na amostra, embora diversos estudos tenham mostrado que ele pode manter-se vivo nos fluidos durante várias semanas, se não for exposto à luz solar.

As autoridades da Guiné-Conacri exortaram os ladrões a devolver a amostra, recolhida da boca de um doente pouco depois de este ter morrido.

O incidente fez soar os alarmes quanto à segurança do transporte de amostras do altamente virulento agente patogénico, que se estima matar cerca de 70 por cento dos infetados.

“A maioria das amostras recolhidas na Guiné-Conacri nos últimos tempos chega-nos por transporte público“, disse Sakoba Keita, o ministro encarregado da resposta governamental ao Ébola na Guiné-Conacri.

“Embalamos as amostras três vezes e isolamo-las três vezes com fita adesiva antes de as colocarmos nas arcas térmicas. Esta amostra foi retirada da boca de uma vítima em Kankan, antes do seu funeral”, explicou.

O Ébola, que já matou cerca de 5.500 pessoas na Libéria, na Serra Leoa e na Guiné-Conacri, transmite-se por contacto com fluídos fisiológicos infetados.

“Lamentamos este acontecimento, porque ele representa um verdadeiro perigo para a população. É um produto biológico considerado perigoso pela Organização Mundial de Saúde”, acrescentou Keita.

De acordo com o ministro, se a amostra tiver sido deitada fora num local com exposição direta ao sol, o vírus não durará mais de uma semana e não poderá ser transmitido pelo ar.

“O verdadeiro risco é que outras pessoas toquem na arca térmica e tenham contacto com o líquido”, observou.

“Entretanto, pedimos à polícia para nos ajudar a garantir que um caso destes nunca mais se repete”, sublinhou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Metro de Nova Iorque pede à Apple para melhorar sistema de reconhecimento facial

A autoridade que gere o metro de Nova Iorque, nos Estados Unidos, pediu à gigante tecnológica Apple para melhorar o reconhecimento facial dos seus dispositivos depois de serem observados vários passageiros a retirar a máscara …

Rival da Tesla diz que o seu carro terá uma autonomia de 832 quilómetros

A empresa Lucid Motors, concorrente direta da Tesla no mercado automóvel elétrico, afirma que o seu carro Air terá uma autonomia de 832 quilómetros. A confirmar-se a autonomia deste carro, o automóvel da Lucid Motors ultrapassará …

Moradores das Maurícias estão a cortar o próprio cabelo para ajudar a evitar um desastre ambiental

Moradores das Maurícias estão a cortar o seu próprio cabelo para para tentar minimizar os danos causados pelo derrame de petróleo de um navio janponês encalhado nos recifes de coral ao largo da ilha. Estima-se que …

Atalanta 1-2 PSG | Reviravolta épica vale bilhete para as “meias”

Um final impróprio para cardíacos e o epílogo perfeito num excelente jogo. O PSG esteve a perder desde o minuto 27, mas em apenas três minutos dos descontos deu a volta ao texto diante da …

Um emblemático transplante nos EUA aconteceu graças a um coração "roubado"

Um dos primeiros transplantes de coração realizados no mundo aconteceu no Estados Unidos. O que muitos não sabem é que este caso de sucesso também deu aso ao primeiro processo civil no país por homicídio …

"Pandemia de sem-abrigo" nos EUA. Há 30 milhões de pessoas sob risco de despejo

Nos Estados Unidos da América avizinha-se uma "pandemia de sem-abrigo". Até ao final de setembro, 30 milhões de norte-americanos estão em risco de despejo devido à covid-19. Nos Estados Unidos, a pandemia de covid-19 pode estar …

Tráfego nas autoestradas cai para quase metade. Foi o pior trimestre de sempre

A rede da Associação Portuguesa das Sociedades Concessionárias de Autoestradas ou Pontes com Portagens (APCAP) registou de abril a junho "o pior trimestre de circulação e tráfego médio desde que há registos", recuando 46% devido …

Bielorrússia cortou acesso à internet e tentou fazer com que parecesse um acidente

No seguimento da reeleição de Alexandr Lukashenko na Bielorrússia, multiplicam-se os apagões de internet. O Governo diz que se trata de um ataque cibernético, mas há suspeitas de que seja um plano do presidente. Os protestos …

Resgatados 28 cães sem registo ou vacinas de barracões onde também vivia a proprietária em Lisboa

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP terça-feira de barracões em Lisboa onde também vivia a proprietária, avança a agência Lusa, detalhando que os animais serão depois colocados para adoção.  Os animais foram posteriormente recolhidos …

Pela primeira vez em 300 anos, é possível visitar esta ilha em Cabo Cod

Pela primeira vez em 300 anos, uma ilha ao largo da costa de Cabo Cod, península em forma de gancho no estado norte-americano de Massachusetts, está aberta ao público. A Ilha Sipson é propriedade privada desde …