Sampaio da Nóvoa disposto a tudo para novo ciclo político

SedeNacionalPartidoSocialista / Facebook

António Sampaio da Nóvoa

António Sampaio da Nóvoa no último Congresso do PS

O ex-reitor da Universidade de Lisboa Sampaio da Nóvoa disse hoje, em Abrantes, estar “disposto a tudo” para contribuir para um novo ciclo político em Portugal, embora tenha assegurado não ser candidato a nada.

“Nunca fui, nem sou, candidato a nada, e tenho dito muitas vezes que não tenho vida política, mas também tenho dito que estou disposto a tudo para configurar uma solução de mudança e um novo ciclo político em Portugal, que é absolutamente essencial”, disse Sampaio da Nóvoa à agência Lusa, à margem de uma conferência da Juventude Socialista de Santarém.

Segundo o professor universitário, “o novo ciclo político passa pelas legislativas, e depois pelas presidenciais, mas passa, sobretudo, por uma nova atitude em relação à política”.

Questionado sobre a possibilidade de ser candidato à Presidência da República, em Janeiro de 2016, Sampaio da Nóvoa disse não ser “uma coisa que procure ou deseje”, reiterando querer “contribuir para a mudança e para a transformação do país, não excluindo nem incluindo uma futura candidatura” à sucessão de Cavaco Silva.

Para tal acontecer, observou, “é preciso que haja uma mobilização das pessoas, que inclua os partidos, enquanto estruturas fundamentais da vida politica e democrática”, tendo defendido ser “chegada a altura de ir além dos partidos”.

“É preciso reconhecer a importância das forças sociais, dos movimentos sociais e de muita coisa importante que acontece hoje na sociedade portuguesa e que eu denomino, de forma redundante, ‘democracia democrática’, uma democracia que vá para além das estruturas formais da democracia”, disse Sampaio da Nóvoa.

Nesse contexto, de modo a “reinventarmos uma ideia de futuro” para Portugal, “estou disponível para participar, com outros e com outras pessoas, seja em primeiro ou em último lugar”, afirmou.

Uma sondagem do semanário Expresso revela que Sampaio da Nóvoa, enquanto candidato da esquerda, perderia nas eleições presidenciais frente aos três candidatos da direita (38,9% contra 61,1% de Marcelo, 41,7% contra 58,3% de Santana Lopes e 43,5% contra 56,5% de Rui Rio).

António Guterres ganharia as eleições presidenciais em todos os cenários (contra Marcelo Rebelo de Sousa, Rui Rio ou Santana Lopes) mas António Vitorino também venceria nos três cenários e conseguiria até melhores resultados que Guterres frente a Santana Lopes, revela o estudo da Eurosondagem, publicado na edição de hoje do Expresso.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Marcelo. O que os portugueses querem (e o que não querem)

Num discurso de vitória após as eleições presidenciais deste domingo, Marcelo Rebelo de Sousa assumiu uma postura de estado e começou por recordar as vítimas da pandemia de Covid-19 no seu pior dia de sempre …

Entre o "contributo singular" de João Ferreira e a "onda liberal" de Mayan, Marisa Matias assume derrota

Marisa Matias foi uma das grandes derrotadas da noite de eleições presidenciais, ficando-se pelo quinto lugar, atrás de João Ferreira, o candidato do PCP. Já Tiago Mayan Gonçalves ficou no sexto lugar, à frente de …

Ana Gomes aponta o dedo a Costa e à esquerda e diz que travou Ventura sozinha

Ana Gomes considera que a sua candidatura conseguiu travar "a progressão da extrema direita" quando os partidos de esquerda se preocuparam apenas com as suas "agendas políticas". No rescaldo da reeleição de Marcelo Rebelo de …

De diferentes cidades, mas com o mesmo nome. Quatro estranhos chamados Paul O'Sullivan formaram uma banda

A banda Paul O'Sullivan apresenta Paul O'Sullivan no baixo, guitarra, bateria e voz. Porém, não é uma banda de um homem só. Cada membro é um músico diferente com o mesmo nome: Paul O'Sullivan. "Uma noite, …

Ventura celebrou "noite histórica", demitiu-se do Chega e avisou o PSD

André Ventura começou por assinalar a "noite histórica" face aos resultados que obteve nas eleições presidenciais 2021. Mas como ficou em 3º lugar, atrás de Ana Gomes, anunciou a demissão do Chega. "Fiquei aquém dos 15% …

Região italiana da Lombardia esteve confinada durante uma semana por engano

A Lombardia, coração económico do norte de Itália, foi confinada e classificada como zona vermelha por engano durante uma semana, devido a estatísticas erradas sobre covid-19, e só ontem um decreto governamental retificou a situação. Devido …

Rio destaca "esmagamento da esquerda" e pede a Marcelo para ser "um bocadinho mais exigente"

"A marca mais forte" destas eleições presidenciais é "a derrota do PS". A análise é de Rui Rio, presidente do PSD, que fala do "esmagamento da esquerda" e da "vitória do candidato do centro", apelando …

Há uma nova explicação para o facto de bebés amamentados terem sistemas imunitários mais saudáveis

Um novo estudo realizado por investigadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, descobriu que o leite materno promove o crescimento de importantes células imunitárias que ajudam a controlar eventuais inflamações. De acordo com o site …

PS diz que Marcelo deve vitória aos socialistas (e cobra-lhe apoio em tempos difíceis)

"A democracia venceu na primeira volta e o extremismo de direita foi derrotado". É desta forma que o presidente do PS, Carlos César, comenta os resultados das eleições presidenciais ganhas por Marcelo Rebelo de Sousa, …

"Liberdade para a Dinamarca". Novos incidentes em manifestação contra restrições

Uma manifestação contra as restrições impostas para conter a pandemia, organizada por um grupo radical, em Copenhaga, originou novos incidentes na noite de sábado e resultou em cinco detenções, relataram a polícia e os meios …