Bloqueio de migrantes. Salvini não vai a julgamento

Massimo Percossi / EPA

Matteo Salvini

Matteo Salvini, líder do Liga, não vai a julgamento na sequência do bloqueio do desembarque de migrantes a bordo do navio da Guarda Costeira italiana “Gregoretti”, em julho de 2019.

Esta sexta-feira, um tribunal italiano decidiu arquivar o processo contra o ex-ministro do Interior italiano Matteo Salvini, acusado de impedir o desembarque do navio “Gregoretti”, que tinha a bordo 131 migrantes resgatados em julho de 2019.

Salvini foi acusado do crime de “sequestro de pessoas”, que se enquadravam na sua rígida política de portos encerrados à imigração, mas o tribunal da Catânia decidiu arquivar o caso, também solicitado pelo Ministério Público, segundo fontes próximas ao líder do partido de extrema-direita Liga.

Por outro lado, o tribunal de Palermo, num outro caso, decidiu em 17 de abril permitir a continuidade do processo e o julgamento de Salvini por factos semelhantes: por ter impedido o desembarque de cerca de 150 migrantes salvos pelo navio da organização espanhola Open Arms em agosto de 2019.

Ao deixar o tribunal, Salvini disse “estar feliz” e dedicou o veredicto aos filhos, “aos bons italianos e estrangeiros” e às forças da ordem.

O político também declarou que, como ministro, só queria “defender a dignidade e as fronteiras italianas” com as suas políticas destinadas a conter o fluxo migratório do Mediterrâneo a partir de África e prometeu que se voltar ao Governo fará “exatamente o mesmo”.

No caso de Catânia, Salvini foi acusado de impedir como Ministro do Interior o desembarque de migrantes resgatados no Mediterrâneo e que estavam a bordo do navio da Guarda Costeira italiana “Gregoretti”.

Em sua defesa, sempre declarou que essa política era partilhada e pactuada por toda a coligação governamental da época, formada pelo seu partido e pelo Movimento Cinco Estrelas – partido do ex-primeiro-ministro Giuseppe Conte.

O próprio Conte testemunhou sobre o “Caso Gregoretti”, assim como os então ministros da Defesa, Elisabetta Trenta; das Infraestruturas, Danilo Toninelli; do Interior, Luciana Lamorgese, e dos Negócios Estrangeiros Exterior, Luigi Di Maio [os dois últimos ainda em exercício].

A advogada de Salvini, Giulia Bongiorno, expressou a sua satisfação pelo arquivamento deste segundo caso e disse que o juiz de Catânia instruiu o caso de uma forma preliminar “muito mais profunda” do que o de Palermo, o que permitiu a realização de um julgamento.

“Este juiz foi extremamente rigoroso e atencioso porque desde o início não quis julgar superficialmente”, disse a advogada.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …