Salvador aplaudido de pé no Parlamento

Mário Cruz / Lusa

O músico e vencedor do Festival Eurovisão, Salvador Sobral, acompanhado pela sua irmã Luisa Sobral

O músico e vencedor do Festival Eurovisão, Salvador Sobral, acompanhado pela sua irmã Luisa Sobral

A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira, por unanimidade e com palmas de pé, um voto de saudação a Salvador e Luísa Sobral pela vitória no Festival da Eurovisão, em Kiev, com os dois irmãos a assistirem à votação.

Salvador e Luísa Sobral, que testemunharam a votação entre alunos das várias escolas que assistiram ao plenário, levantaram-se no momento do voto e em sinal de agradecimento.

Os deputados aplaudiram de pé o momento de aprovação do voto. No texto do voto, salientam que “é a primeira vez que Portugal vence este festival, que durante décadas deixou o país preso ao ecrã de televisão, como aliás voltou a suceder agora.

“O reconhecimento do intérprete Salvador Sobral e da compositora Luísa Sobral foi assim também um momento de afirmação da universalidade da música e uma grande vitória para a língua portuguesa”, destaca o voto, que elogia também “o profissionalismo com que a RTP organizou participação portuguesa em Kiev”.

Sobre a edição do próximo ano, que se irá realizar em Portugal, os deputados confiam que o país vai estar “certamente à altura da tradição de bem receber e organizar estes grandes eventos”.

A convite de Ferro Rodrigues, Salvador Sobral e Luísa Sobral – intérprete e autora da música vencedora, respetivamente – assistiram à votação, naquele que é o primeiro convite que aceitam desde que ganharam o festival. Também o presidente do Conselho de Administração da RTP, Gonçalo Reis, esteve no parlamento.

Aos jornalistas, o músico afirmou que espera que esta vitória na Eurovisão “possa dar uma fatia um bocadito maior do orçamento à Cultura, que tem sido bastante esquecida”.

Mário Cruz / Lusa

Salvador e Luísa foram aplaudidos de pé no Parlamento

Salvador Sobral, 27 anos, venceu o Festival Eurovisão da Canção que se realizou no sábado, em Kiev, com o tema “Amar pelos dois”, escrito pela irmã, Luísa Sobral.

Segundo a agenda já anunciada, o primeiro concerto de Salvador Sobral depois da vitória no festival acontece no sábado, no Marco de Canavezes, no âmbito do Festival Confluências, com entrada gratuita sujeita à lotação do espaço.

Nascido em Lisboa, em 1989, Salvador Sobral participou, ainda criança, no concurso de talentos “Bravo, Bravíssimo”, na SIC, a estação de televisão onde voltaria aos 18 anos, para participar no “Ídolos”.

A visibilidade nacional e internacional do músico surgiu um ano depois de ter editado o álbum de estreia, “Excuse me”, marcado pelo jazz e pela pop e com o qual tem andado em digressão pelo país há vários meses.

No sábado, ainda em Kiev, nas primeiras declarações depois da vitória, Salvador Sobral disse que “a música não é fogo-de-artifício, é sentimento”.

ZAP // Lusa

9 COMENTÁRIOS

    • Enfim uma vergonha! Homenagear quem nos tão bem representou na cultura!

      Os cantores da Moldávia já foram condecorados e ficaram em 3º lugar!

      Os velhos do Restelo são uma desgraça…

    • E tu? Já fizeste algo de jeito pelo teu país? Salvador fez mais por Portugal e a cambada de inúteis que não sabem fazer mais nada que criticar os que têm sucesso, como está o teu caso!!

  1. Só não percebi o “quase” do título… Dá a ideia que a notícia o vai explicitar mas não…
    Na homenagem, só posso concordar!!
    Não estamos habituados a homenagear os bons, por isso há quem ache mal..

RESPONDER

Os famosos autocarros de Londres agora são movidos a café

É a primeira vez que um biocombustível derivado do café é usado nos transportes públicos de Londres. A partir desta segunda-feira, parte do combustível usado nos double deckers londrinos vai ser feito a partir de …

Tribunal confirma incapacidade de centenário que se casou com empregada em Bragança

O centenário milionário de Bragança que se casou com uma empregada em maio, dois meses antes de morrer, estava incapaz de tomar decisões, indica uma sentença judicial datada desta segunda-feira, a que a Lusa teve …

Alemanha proíbe smartwatches que espiam crianças

O órgão regulador das telecomunicações alemãs anunciou, este fim de semana, a proibição da utilização de smartwatches a todas as crianças. Aos pais, o Bundesnetzagentur pediu que destruíssem estes equipamentos. A decisão foi tomada pelo órgão …

Ministério Público pede 3 anos e 4 meses de pena suspensa para Carrilho

O Ministério Público pediu, esta segunda-feira, três anos e quatro meses de prisão, com pena suspensa, para Manuel Maria Carrilho pelo crime de violência doméstica contra a ex-mulher Bárbara Guimarães. Foram mais de três horas de …

El Mundo aponta Centeno como favorito à presidência do Eurogrupo

Faltam duas semanas para serem tornados públicos os nomes dos candidatos à presidência do Eurogrupo que vão suceder a Dijsselbloem. O espanhol El Mundo já tem um favorito e é português: Mário Centeno. "Mário Centeno, o …

João Lourenço exonera comandante da polícia e chefe da secreta militar

O Presidente angolano exonerou hoje o comandante-geral da Polícia Nacional, Ambrósio de Lemos, e o chefe da secreta militar, general António José Maria, nomeando respetivamente, para os mesmos lugares, o comissário-geral Alfredo Mingas e o …

Porto perde a Agência Europeia do Medicamento para Amesterdão

A cidade do Porto foi eliminada, esta segunda-feira, na votação no Conselho da União Europeia para escolher a futura sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA), que vai abandonar o Reino Unido devido ao Brexit. À …

NASA mostra como o furacão Ofélia influenciou os incêndios em Portugal

A agência espacial norte-americana NASA divulgou um vídeo que ilustra o impacto dos furacões que atingiram o Oceano Atlântico, nos últimos meses, mostrando em particular como o Ofélia teve influência nos grandes incêndios que abalaram …

Cesarianas e tempos de espera nas urgências vão condicionar financiamento

Os hospitais com taxas de cesariana superiores a 29,5% ou 31,5%, consoante o grau de diferenciação, não vão receber do Estado o pagamento pelos respetivos episódios de internamento, no âmbito do programa para a redução …

Empresas públicas escondem das Finanças os salários dos gestores

Cerca de metade das empresas públicas não comunicaram dados sobre os salários dos membros do conselho de Administração ao Ministério das Finanças, como está estipulado na Lei. O Correio da Manhã apurou que, em 2016, 118 …