Salários dos CEO aumentaram mais de 40% em três anos

Inácio Rosa / Lusa

O presidente do conselho de administração do grupo Jerónimo Martins, Pedro Soares dos Santos

A média das remunerações dos CEO das empresas cotadas na bolsa aumentou mais de 40% em três anos, um valor 46 vezes mais alto do que o custo médio que têm com os seus funcionários. 

Segundo o Diário de Notícias, a remuneração média dos presidentes executivos das empresas do PSI 20 foi de um milhão de euros, um valor que aumentou mais de 40% nos últimos três anos.

No total, estes CEO levaram para casa quase 16 milhões de euros em 2017, mais 4,6 milhões do que em 2014. De acordo com os cálculos do DN/Dinheiro Vivo, baseados nos dados dos relatórios e contas das empresas, em média, cada um ganhou 996 mil euros brutos, enquanto que há três anos a remuneração era de 708 mil euros.

Além disso, não foram apenas os salários dos responsáveis máximos a aumentar, também se verifica o mesmo com as remunerações dos outros elementos dos conselhos de administração. No total, escreve o jornal, o custo com estes responsáveis subiu 43%, ascendendo a 57,5 milhões de euros, mais 17 milhões do que em 2014.

No entanto, este valor é 46 vezes mais alto do que o custo médio que as empresas cotadas na bolsa têm com os seus trabalhadores. Há três anos, essa diferença era de 33 vezes. Segundo o diário, este valor ficou praticamente estagnado – 21,7 mil euros anuais.

Apesar disso, os custos com pessoal aumentaram 16% desde 2014 para 5,41 mil milhões de euros, uma subida explicada pelo maior número de trabalhadores. No final de 2017, empregavam quase 250 mil funcionários.

Nos últimos três anos, os lucros acumulados destas empresas subiram 50%, totalizando mais de 3,5 mil milhões de euros. Essa melhoria da rentabilidade é uma das explicações para as subidas das remunerações pagas aos gestores, recorda o DN.

De acordo com o jornal, o maior contributo para este fosso entre CEO e trabalhadores foi dado pela Jerónimo Martins. A dona do Pingo Doce pagou, em 2017, mais de dois milhões de euros ao presidente executivo, Pedro Soares dos Santos. Já o custo médio com cada trabalhador foi inferior a 13 mil euros, o mais baixo da bolsa portuguesa.

Já em 2014, o CEO teve tinha uma remuneração de 668 mil euros, 57 vezes acima da média dos seus trabalhadores. Neste momento, ganha mais 155 vezes do que os seus funcionários.

Por sua vez, António Mexia, o CEO que mais ganha na bolsa portuguesa, auferiu 2,29 milhões de euros, mais 39 vezes do que o custo médio da EDP com cada trabalhador. Há três anos, tinha ganho 1,15 milhões, mais 23 vezes do que os funcionários.

Segundo o jornal, outras empresas do PSI 20 com maiores discrepâncias são a Mota-Engil e a Sonae. Na construtora, Gonçalo Moura Martins ganhou quase 740 mil euros, mais 41 vezes do que os trabalhadores e, na dona do Continente, Paulo Azevedo auferiu 652 mil euros, mais 40 vezes do que o custo médio com trabalhador.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …