Ryanair ameaça processar Sindicato se este continuar a alegar que a lei foi violada

A transportadora aérea Ryanair admitiu, nesta quarta-feira, processar o Sindicato de tripulantes de cabine se continuarem com o que diz serem as “falsas alegações” de violação da lei portuguesa, no âmbito da recente greve de trabalhadores de bases nacionais.

“Se o sindicato continuar estas falsas alegações de que violámos a lei portuguesa, então penso que teremos de os processar, porque somos um grande empregador, um grande investidor em Portugal e não estamos dispostos a ter o nosso bom nome e reputação manchados por alegações falsas feitas por um sindicato com representantes da TAP”, alerta o presidente executivo da transportadora irlandesa, Michael O`Leary, citado pela Lusa.

O dirigente da Ryanair refere ainda que serão enviadas cartas ao Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e à Autoridade para as Condições de Trabalho, enquanto entidade inspectora, com garantias de que a lei portuguesa foi cumprida.

Desde o início da greve de três dias, durante o período da Páscoa, o SNPVAC acusou a Ryanair de violar a lei portuguesa, ao substituir trabalhadores que tinham aderido à paralisação, incluindo ameaças de despedimento.

Perante os alertas do presidente da Ryanair, a presidente do SNPVAC, Luciana Passo, refere na TSF que fica “satisfeita” com a ideia de levar o caso a tribunal.

“Parece-me uma excelente ideia. O sr. O’Leary reconhece que há lei e que a lei tem que ser cumprida – que é aquilo que nós queremos para os tripulantes de cabine da Ryanair – e não há nenhum sítio melhor que o tribunal para podermos pôr a nu tudo aquilo que se passa na Ryanair”, constata Luciana Passo.

Tripulantes querem contratos irlandeses porque ganham mais

O presidente executivo da Ryanair garantiu entretanto que os trabalhadores da transportadora aérea em Portugal, preferem continuar com contratos sob a lei irlandesa, uma vez que ganham mais e têm mais dias de licença maternal.

“Os tripulantes são muito bem pagos. Ganham entre 30 a 40 mil euros por ano, o que é mais do que enfermeiros ou professores em Portugal, e estamos muito agradecidos que poucos tenham apoiado a greve no fim de semana da Páscoa, e foi por isso que a greve teve tão pouco sucesso e cancelámos menos de 10% dos nossos voos”, notou O’Leary à agência Lusa.

À margem da IV Conferência Nacional do Turismo Residencial e do Golfe, no Estoril, o responsável garantiu que os trabalhadores iriam perder rendimentos se tivessem contratos no âmbito da lei portuguesa, até porque sob normas irlandesas “pagam menos impostos”.

“A licença maternal na Irlanda é de 41 semanas, em Portugal é de 21 semanas“, exemplificou ainda o responsável da Ryanair, notando que os trabalhadores podem adoptar as normas da Segurança Social portuguesa, mas que nenhum optou por o fazer porque “a irlandesa é melhor”.

“Nenhum dos nossos tripulantes quer contratos portugueses e o que dissemos ao Sindicato foi: se querem que sejam reflectidos alguns aspectos da lei portuguesa nos contratos irlandeses, venham falar connosco e vamos fazer isso”, acrescentou à Lusa.

Sobre a presença da Ryanair em Portugal, o CEO garantiu novo recorde, ao transportar 11 milhões de pessoas quando “há 10 anos transportava apenas um milhão de pessoas”. A companhia terá ainda 14 novas rotas para a época de Inverno em Lisboa, Porto e Faro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …

Londres dá o nome de Freddie Mercury a uma rua

Londres rebatizou uma das suas ruas em honra do vocalista dos Queen, Freddie Mercury. A rua em causa fica perto da primeira morada do artista na capital inglesa. Uma rua nos subúrbios de Londres, onde o …

Gil Vicente 0-1 Benfica | Vlachodimos segura liderança

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS e recuperou a liderança na tabela classificativa. Na visita ao Gil Vicente, os “encarnados” ganharam por 1-0, num jogo que foi tudo menos fácil para os campeões nacionais. O …

Exército norte-americano está a desenvolver tecidos que neutralizam agentes nervosos

A roupa das tropas norte-americanas poderá, no futuro, combater alguns dos agentes nervosos mais perigosos do mundo. Uma equipa de químicos da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, está a desenvolver um tecido capaz de neutralizar …

Mona Lisa de cubos mágicos vendida em leilão por 480 mil euros

"Rubik Mona Lisa", uma Mona Lisa feita com quase 300 cubos mágicos, foi vendida em leilão, este domingo, por 480.200 euros. A obra é da autoria do artista francês Invader. A obra de arte, que se …

Cientistas utilizam IA para criar antibiótico que mata até as bactérias mais resistentes

Investigadores norte-americanos utilizaram mecanismos de inteligência artificial para criar um poderoso, capaz de matar algumas das bactérias resistentes mais perigosas do mundo. Segundo informou o Guardian, este fármaco atua de maneira diferente dos antibacterianos existentes, tendo …

Mulheres que assinaram acordos de sigilo vão poder falar sobre comportamento de Bloomberg, garantiu o empresário

Após uma extensa repercussão sobre os acordos de confidencialidade da sua empresa, que impedem as funcionárias de falar sobre as alegações de assédio no local de trabalho, Michael Bloomberg tentou inverter o curso da polémica. "A …

Nome de Vitalino Canas para o Tribunal Constitucional não deverá ser aprovado

O nome de Vitalino Canas para o Tribunal Constitucional não deverá ser aprovado na próxima sexta-feira. PSD e BE mostram-se contra a sua nomeação. Os deputados do PSD “não estão confortáveis” com a proposta do PS …

Amazon está a remover produtos que promovem a cura contra o coronavírus

A Amazon está a retirar os produtos que alegam "matar" o coronavírus e a avisar os utilizadores da desinformação em torno deste tema. Há empresas e vendedores a aproveitarem-se do mediatismo do coronavírus e a promover …

Autoridades revelam que atropelamento em desfile de Carnaval foi intencional

O atropelamento de pelo menos 15 pessoas num desfile de carnaval hoje em Volkmarsen, no centro da Alemanha, foi intencional, segundo a polícia, que não confirmou a hipótese de atentado. Henning Hinn, da diretoria de polícia …