Rússia e Síria vão partilhar controlo do nordeste sírio

Anatoly Maltsev / EPA

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse hoje que a Turquia e a Rússia alcançaram um acordo pelo qual as forças curdas da Síria vão recuar 30 quilómetros a partir da zona fronteiriça do nordeste da Síria.

O prazo concedido foi de 150 horas. Erdogan referiu-se a um “acordo histórico” sobre a Síria concluído após longa reunião com o seu homólogo russo Vladimir Putin e que decorreu em Sochi (Rússia), nas margens do mar Negro.

“Hoje, com Putin concluímos um acordo histórico para a luta contra o terrorismo, a integridade territorial e a unidade política da Síria e ainda para o regresso dos refugiados”, declarou Erdogan.

No decurso de uma conferência de imprensa conjunta com o Presidente russo, Erdogan precisou que o período de 150 horas (seis dias e seis horas) se inicia ao meio-dia de quarta-feira, hora local (10:00 em Lisboa).

No decurso desta operação, a Turquia e a Rússia vão promover patrulhas conjuntas, acrescentou, uma iniciativa confirmada pelo Kremlin.

“Na minha perspetiva estas decisões são muito importantes, mesmo decisivas, e vão permitir resolver uma situação muito tensa”, declarou por sua vez Putin, numa alusão a este mecanismo destinado a evitar o reinício da operação militar turca contra os grupos armados curdos.

Este acordo foi divulgado logo após as forças curdas da Síria, que foram apoiadas pelos Estados Unidos no combate aos ‘jihadistas’, terem confirmado a retirada do nordeste da Síria, uma exigência da Turquia.

A Turquia pretende instalar uma “zona de segurança” em território sírio, junto à na sua fronteira, e define como “terroristas” as Unidades de Proteção Popular (YPG), o principal grupo das FDS.

No entanto, suspendeu na quinta-feira a sua ofensiva militar na sequência da frágil trégua negociada em 17 de outubro entre turcos e norte-americanos.

Esta pausa expira hoje às 20:00, e Ancara já advertiu que recomeçará as operações militares caso as YPG permaneçam na “zona de segurança”.

Segundo Erdogan, o acordo concluído com Putin, aliado do regime de Damasco, abrange os setores do nordeste da Síria onde as YPG estão presentes mas que escaparam à ofensiva turca, entretanto suspensa.

A retirada das forças turcas abrange uma zona com 120 quilómetros de comprimento entre as localidades de Tal Abyad et Ras al-Ayn, principais alvos da ofensiva turca, no setor central e nordeste da Síria.

Em relação à zona fronteiriça a leste e oeste deste setor, “as forças das YPG deverão retirar num prazo de 150 horas a partir de 23 de outubro (…) e as fortificações e posições da organização serão destruídas”.

“No final das 150 horas, as patrulhas turcas e russas vão começar a atuar numa profundidade de 10 quilómetros a oeste e a leste da zona da operação Fonte de Paz. Os terroristas de Tal Rifat e Minbej vão sair desta zona com as suas armas”, acrescentou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os sinais de vida em Marte podem ter sido "apagados" por ácidos

Fluidos ácidos podem ter destruído há muito as evidências de vida biológica passada dentro da argila marciana - possivelmente explicando, assim, por que é tão difícil encontrar evidências de vida antiga no Planeta Vermelho. Em pouco …

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …