Rússia publica imagens da área onde o submarino argentino terá naufragado

Juan Kulichevsky / Wikimedia

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina desapareceu com 44 tripulantes a bordo

Especialistas navais russos analisaram dois objetos encontrados no fundo do mar pelo submersível robô Pantera Plus, que a Rússia disponibilizou à Argentina para ajudar nas buscas do ARA San Juan.

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou a imagem de dois objetos encontrados no fundo do oceano Atlântico, no local onde se pensa estar o submarino argentino ARA San Juan, desaparecido há 18 dias.

A busca pelo submarino concentrou-se este domingo num ponto do Oceano Atlântico, a 950 metros de profundidade, informaram fontes oficiais.

Segundo a RT, os resultados das buscas levadas a cabo pelo equipamento submersível russo de operação remota Pantera Plus não fornecem qualquer indicação sobre o paradeiro do submarino argentino.

“A Marinha russa ainda está a analisar as anomalias encontradas no fundo do mar, na área de busca do submarino ARA San Juan”. Em comunicado, o Ministério Russo afirma, porém, que o Pantera Plus permitiu descobrir e estudar dois objetos, que foram classificados como um barco de pesca e um bloco de cimento de grandes dimensões”.

Além disso, a Marinha Argentina detonou 100 quilos de explosivos TNT na zona de buscas do submarino ARA San Juan, assegurando que a explosão que o submarino sofreu foi muito mais forte.

Os especialistas simularam o acidente detonando os explosivos a 40 metros de profundidade, de modo a comparar o som provocado com o som da explosão detetada na mesma área.

De acordo com a Sputnik, espera-se, esta terça-feira, a chegada do navio russo Yantar à zona de buscas, equipado com dois submersíveis que irão permitir a realização de pesquisas a uma profundidade de até 6 mil metros.

O submarino argentino San Juan desapareceu no dia 15 de novembro. Às 7h30 locais do dia 15 de novembro, a embarcação fez o último contacto com a base a reportar uma avaria elétrica.

O último sinal foi registado no alto do Golfo San Jorge, no Oceano Atlântico, a 432 quilómetros da costa da província de Chubut. A bordo do navio havia 44 membros da tripulação.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Conselho Europeu reúne-se para a "hora da verdade" do Brexit

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, já apelidou de “momento da verdade” sobre o Brexit a reunião do organismo a que preside, quarta e quinta-feira na cidade de Bruxelas. Durante o jantar agendado para a …

Preço da luz voltar a subir em 2019. ERSE propõe aumento de 0,1%

O preço da eletricidade para os clientes domésticos que fazem parte do mercado regulado deve aumentar 0,1% já em 2019, o que implica, em média, um aumento 5 cêntimos na fatura mensal das famílias portuguesas. …

Câmara de Lisboa admite que SMS da EMEL foi uma situação "excecional"

A Proteção Civil municipal "considerou relevante" utilizar a base de dados da EMEL para enviar a SMS sobre os riscos da tempestade Leslie, "dada a necessidade de alertar o maior número de pessoas", revelou o …

China diz que campos de reeducação no Xinjiang servem para "treinos vocacionais"

O governador da região do Xinjiang, extremo noroeste da China, descreveu hoje o internamento massivo de membros da minoria étnica chinesa de origem muçulmana uigure como um "sistema de formação" que "salva" do extremismo religioso. Shohrat …

Rio acusa Governo de "partidarização" ao escolher Galamba para secretário de Estado

O presidente do PSD, Rio Rio, acusou esta segunda-feira o Governo de estar a “partidarizar a pasta da Energia”, reagindo a notícias que dão conta de que o deputado do PS João Galamba é o …

Encontrado vestígio de vida animal mais antigo de sempre

Investigadores da Universidade da Califórnia afirmam ter descoberto o vestígio mais antigo de vida animal conhecido, de formas de vida que existiram há mais de 635 milhões de anos. O estudo publicado esta segunda-feira na revista …

Inundações no sul de França fazem 12 mortos

O número de mortos nas inundações na zona de Carcassonne, na região de Aude, no sudoeste de França, subiu para 12, anunciaram nesta segunda-feira as autoridades, referindo que há uma pessoa desaparecida. O primeiro-ministro francês, Édouard …

Ursos polares famintos estão a comer baleias (e isso ajuda-os a sobreviver ao aquecimento)

Há mais de um ano, ursos polares reuniram-se num ilha ao largo da costa norte da Sibéria para devorar uma baleia morta. Um estudo recente defende que, no passado geológico, os ursos polares podem ter …

Morreu Paul Allen, cofundador da Microsoft

Paul Allen, cofundador da Microsoft, morreu com 65 anos durante a tarde desta segunda-feira, anunciou a sua empresa, a Vulcan Inc, em nome da família.  Paul Allen tinha retomado recentemente tratamentos contra um linfoma não-Hodgkin, diagnosticado …

Todas as missões da NASA deveriam procurar vida extraterrestre

A procura por sinais de vida alienígena deve fazer parte de todas as missões futuras da NASA. A organização deve expandir o seu leque sobre possíveis sinais extraterrestres, de forma a conseguir identificá-los, aponta um …